SEGUNDA 18/1
Lígia e Paulo tentam fazer com que Scott, o americano da DEA, entenda que Tony tem informações valiosas. Ele afirma que Tony se comportou como um bandido. O americano diz que não pode fazer nada para ajudar Tony. Lígia se desespera. Rodrigo, João e Lurdes leem no jornal matéria sobre a reabertura do Diana e comemoram. Bebel conta a Bruno que já chegou mais de mil e-mails e que o setor de reservas está fervendo. Nícia pede ajuda a Domi para encontrar as armas que Caló esconde pela casa. Nícia manda Domi esconder todas as armas que eles acharam. Gigi pede para Téo conversar com Caló. Fernanda grava cena em que o galã afirma a Estela que vai provar a inocência dela. Téo toca uma peça no clarinete e Gigi fica encantada. Ela pede para ele protegê-la. Khalid, ainda debilitado, diz a Bruno que tem compromissos com Tony. Bruno fala para Khalid e Sérgio que quer que eles trabalhem juntos. Laila, emocionada, joga-se nos braços de Khalid que afirma que não vai trair o Tony. Lígia fala com Tony, que a olha, mas logo fecha os olhos. Ela diz que o ama. Ele abre os olhos de novo e a encara. Ela fica emocionada. Tony fala. O médico explica a Lígia que tirou uns remédios e que Tony está voltando à consciência. Fernanda grava uma cena da novela em que a esposa acerta o braço de Estela de raspão com um tiro. Fernanda, mais uma vez, reclama do texto do autor. Fernanda liga para Lígia, que conta que Tony falou e que o médico disse que o quadro continua estável. Fernanda e o galã gravam a última cena da novela e comemoram. Fernanda pede para Pavão hospedá-la em sua fortaleza. Lígia e Téo vão até a chácara e avisam que Tony reagiu. Téo fala para Caló que eles têm obrigação de salvar o Tony da acusação injusta (morte do Jorge). Caló confessa a Téo que está muito desacreditado, afinal Bruno comete vários crimes, espalha que o Tony é matador e ainda assim a polícia não o prende. Rudi sofre com a falta de drogas, arrebenta as próprias mãos e ameaça se matar. Rudi diz a Laila que eles têm que sair da clínica.

TERÇA 19/1
Téo fala para Caló que ele pode ajudar o Tony e o aconselha a não desistir da vida. Téo diz a Gigi que vai tentar ajudar o Caló. Gigi confessa a Téo que o quer e fala que ele é o cara mais incrível que ela conheceu. Pavão diz a Fernanda que vai bolar um jeito de tirar o Tony do hospital e chamar o Zagô, que ressuscita os mortos com as mãos, para curá-lo. Laila diz a Khalid que vai dar um jeito de os dois darem um passeio. Gigi pensa em Téo. Tony abre os olhos e sorri suavemente para Lígia, que se emociona. Ele fala o nome do filho, Eduardo. Laila faz charme para Bruno. Ele permite que ela, Rudi e Khalid saiam e peguem um pouco de ar fresco. Laila oferece 100 mil reais a Jairo, fornecedor antigo do Rudi, por duas armas e cobertura para Khalid e Rudi. Enquanto Laila faz a oferta a Jairo, Khalid diz a Sílvio que está muito fraco e pede ajuda a ele. Laila faz um acordo com Jairo: 200 mil por duas pistolas boas, munição farta e droga para o Rudi. Laila fica preocupada ao ver Khalid ofegante, respirando com dificuldade. Fernanda samba com entusiasmo no barracão da escola de samba do Pavão. Pavão diz a Fernanda que vai pedir ajuda ao Zagô para tirar o Tony do hospital. Ele afirma que o Khalid vai escapar das mãos do Bruno e vai ajudar no resgate do Tony. Médico examina Khalid e afirma que ele pode estar com pneumonia. Rudi corre pelo corredor da clínica. Médico e enfermeiro colocam máscara de oxigênio no Khalid. Jairo surge à porta e Laila faz sinal de negativo para ele, que entende. Laila faz um levíssimo não com a cabeça para Rudi, confirmando que a fuga está cancelada. No dia seguinte, Khalid faz exercícios, recuperado. Há passagem de tempo de um mês. Jairo passa drogas para Rudi, Bruno permite o fornecimento. Jairo, Laila e Khalid falam com naturalidade sobre a fuga deles hoje à noite. Tony sai da UTI e é levado para o quarto. Bruno diz a Neide que vai preparar um grupo para tirar o Tony da clínica. Paulo garante a Tony que vai resolver o caso dele com a polícia. Paulo fala para Renato que Tony ainda não pode ser interrogado. Renato afirma que tem um mandado de prisão preventiva contra o Tony. O delegado afirma que há suspeitas de que Tony é um agente americano irregular agindo no Brasil. Ele fala ainda que Tony está presente no vídeo que mostra Jorge Silva morto e complementa dizendo que há outro vídeo que sugere que Tony tem ligação com traficantes colombianos das Farc. Paulo pede para Renato esperar até o dia seguinte para interrogar o Tony. Renato cede. Paulo revela a Téo que a situação do Tony é grave, pois a DEA retirou todo o apoio. Téo conclui que, dessa forma, o Tony vai aparecer como um mafioso. Lígia pede para Fernanda ficar longe por enquanto, afinal Tony precisa ter uma estabilidade emocional. Jairo pede 350 mil a Khalid pelo serviço, o paquistanês topa. Laila pega uma arma, Khalid pega outra. Os dois aguardam um sinal. Jairo rende Sérgio. Seguranças que vigiam a clínica entregam suas armas para proteger Sérgio. Rudi pede desesperado para Laila e Khalid o levarem, mas o casal foge sem ele. Bruno fica furioso ao saber que Khalid e Laila fugiram e levaram Sérgio. Bruno recebe a notícia de que Tony saiu da UTI, se descontrola e diz que do hospital ele vai direto para a cadeia. Enfurecido, ele pede reforço para seus homens e promete matar o Khalid.

QUARTA 20/1
Khalid vai matar Sérgio, mas Jairo intervém. Ele conta a Khalid que Sérgio é seu padrinho e diz que vai cair fora se ele matá-lo. Khalid e Laila saem com o carro a toda. Bruno pressiona Rudi, que diz que Jairo, seu fornecedor, se vendeu para Khalid e para Laila. Rudi se descontrola, pois sofre com a falta drogas. Laila comemora sua liberdade. Ela e Khalid amam-se. Sérgio chega à clínica e é cercado por seguranças. Bruno chama Sérgio de incompetente e fala para ele que a fuga de Khalid e Laila é parte de uma conspiração. Nina conta à Donata que está se sentindo esquisita. Ela acorda no meio da noite com contrações e sente a cama molhada. Donata pega roupa para Nina para as duas seguirem para o hospital. Maria avisa a Pedro que alguém telefonou para ele mais cedo. Dulce fala para Pedro que fez as contas e já deu nove meses que Nina está grávida. Nina é submetida a um parto cesariano. Nina se emociona ao ver o filho. Dulce diz a Maura que sabe que ela está sentindo falta do Rafael, mas é orgulhosa e não liga para ele. Jairo avisa a Khalid e Laila que Pavão disse que está os esperando no Rio. Laila fala para Khalid que acha que eles deviam ir para o Paraguai de uma vez. Khalid afirma a Laila que não vai deixar Tony na mão agora. Bruno diz a seus novos aliados que Khalid e Laila vão tentar tirar Tony do hospital. Bruno conta que forneceu provas contra Tony e que seu infiltrado na Polícia Federal já está com mandado de prisão preventiva contra ele. Laila tenta convencer Pavão de que ela e Khalid estão, realmente, do lado do Tony. Fernanda diz, diante de Pavão, Laila e Khalid, que confia no paquistanês. Pavão afirma que resgatar Tony será uma operação de guerra e deixa claro que quem vai comandá-la será Paulo. Fernanda diz que tem um lugar para levar Tony. Paulo e Fernanda conversam sobre o resgate do Tony. Paulo analisa o hospital. Tony e Fernanda se abraçam com emoção. Ela conta que Khalid, Laila e Paulo querem tirá-lo do hospital. Fernanda pede para Téo ajudar na fuga do Tony. Dr. Gilson, médico de confiança de Paulo, fala pra Tony que conseguiu dois cartões para passar no controle de saída. Khalid e Domi entram no hospital. Téo decide ajudar Tony. Khalid e Domi dão uma geral na garagem do hospital. Domi, disfarçado de médico, entra no quarto de Tony. Tony sai do quarto numa cadeira de rodas conduzida por Domi. Dr. Gilson e Fernanda o acompanham. Domi rende um segurança. A agente vê a porta do quarto do Tony aberta e estranha. Ele avisa a um policial que está à porta do hospital que não é para deixar sair nenhuma ambulância nem carro .Nesse momento a ambulância com Tony já está saindo da garagem. Policiais e agentes atiram, mas é inútil. Ambulância e carro com Paulo, Téo e Felipe se distanciam a toda.

QUINTA 21/1
Khalid vai matar Sérgio, mas Jairo intervém. Ele conta a Khalid que Sérgio é seu padrinho e diz que vai cair fora se ele matá-lo. Khalid e Laila saem com o carro a toda. Bruno pressiona Rudi, que diz que Jairo, seu fornecedor, se vendeu para Khalid e para Laila. Rudi se descontrola, pois sofre com a falta drogas. Laila comemora sua liberdade. Ela e Khalid amam-se. Sérgio chega à clínica e é cercado por seguranças. Bruno chama Sérgio de incompetente e fala para ele que a fuga de Khalid e Laila é parte de uma conspiração. Nina conta à Donata que está se sentindo esquisita. Ela acorda no meio da noite com contrações e sente a cama molhada. Donata pega roupa para Nina para as duas seguirem para o hospital. Maria avisa a Pedro que alguém telefonou para ele mais cedo. Dulce fala para Pedro que fez as contas e já deu nove meses que Nina está grávida. Nina é submetida a um parto cesariano. Nina se emociona ao ver o filho. Dulce diz a Maura que sabe que ela está sentindo falta do Rafael, mas é orgulhosa e não liga para ele. Jairo avisa a Khalid e Laila que Pavão disse que está os esperando no Rio. Laila fala para Khalid que acha que eles deviam ir para o Paraguai de uma vez. Khalid afirma a Laila que não vai deixar Tony na mão agora. Bruno diz a seus novos aliados que Khalid e Laila vão tentar tirar Tony do hospital. Bruno conta que forneceu provas contra Tony e que seu infiltrado na Polícia Federal já está com mandado de prisão preventiva contra ele. Laila tenta convencer Pavão de que ela e Khalid estão, realmente, do lado do Tony. Fernanda diz, diante de Pavão, Laila e Khalid, que confia no paquistanês. Pavão afirma que resgatar Tony será uma operação de guerra e deixa claro que quem vai comandá-la será Paulo. Fernanda diz que tem um lugar para levar Tony. Paulo e Fernanda conversam sobre o resgate do Tony. Paulo analisa o hospital. Tony e Fernanda se abraçam com emoção. Ela conta que Khalid, Laila e Paulo querem tirá-lo do hospital. Fernanda pede para Téo ajudar na fuga do Tony. Dr. Gilson, médico de confiança de Paulo, fala pra Tony que conseguiu dois cartões para passar no controle de saída. Khalid e Domi entram no hospital. Téo decide ajudar Tony. Khalid e Domi dão uma geral na garagem do hospital. Domi, disfarçado de médico, entra no quarto de Tony. Tony sai do quarto numa cadeira de rodas conduzida por Domi. Dr. Gilson e Fernanda o acompanham. Domi rende um segurança. A agente vê a porta do quarto do Tony aberta e estranha. Ele avisa a um policial que está à porta do hospital que não é para deixar sair nenhuma ambulância nem carro .Nesse momento a ambulância com Tony já está saindo da garagem. Policiais e agentes atiram, mas é inútil. Ambulância e carro com Paulo, Téo e Felipe se distanciam a toda.

SEXTA 22/1
Khalid e Laila se lembram de quando estavam juntos, cinco anos atrás. Fernanda observa Tony dormindo. Bruno diz a César que a DEA tem o código do chip que Tony tem no corpo. César descobre que Fernanda não desembarcou no Brasil. Rafael, Tony, Fernanda, Khalid e Laila comem fondue e tomam vinho na casa de serra do arquiteto. Antônia chega e todos reagem ao vê-la. Ela promete que não vai contar a ninguém que viu Tony ali. Quatro seguranças vigiam a casa de Maura. Dulce se despede dos netos, como se fosse morrer em pouco tempo. Bruno entrega droga para Rudi. Bruno manda Rudi voltar para a chácara e descobrir onde Tony está. Antônia flerta com Tony. Antônia sugere que alguém tire uma peça de roupa quando uma fruta cair no chocolate (estão todos comendo fondue). Fernanda sente ciúmes de Antônia, que se insinua para Tony. Rudi entra com tudo no escritório e pergunta a Caló onde está Tony. Caló parte para cima do filho, que recua. Seguranças tentam se interpor entre Caló e Rudi, mas não conseguem. Caló manda ninguém se meter. Rudi avança no pai. Há troca de socos entre os dois. Rudi cai e não consegue se levantar. Antônia provoca Fernanda, que segue com Tony para um quarto. Antônia espia Fernanda e Tony por um pequeno buraco que tem em um quadro fixado na parede. Ela beija Rafael com muito desejo. Fernanda confessa a Tony que foi para Nova Iorque com o seu passaporte e voltou com um falso. Ela explica a ele que ninguém tem como provar que ela esteve no hospital. Dulce surge no alto da escada e vê o assassino, que consegue se esconder rapidamente. O assassino aponta a arma para Dulce, que pede socorro. Dulce conta a Pedro e Maura que viu a sombra do assassino misterioso. Nida afirma a todos que não há ninguém na casa. Dulce diz que Bruno deu a chave para o assassino, mas ninguém acredita nela. O assassino se aproxima de Nida e tapa a boca dela. Nida é morta com um tiro no meio da testa. De manhã, Maura desce a escada e vê Nida morta no sofá. Sobre o peito dela há a foto do Guri. Renato lê a carta que Caló pediu para o Dr. Rubens entregar para Tony e conclui que pode haver uma confissão na outra carta, que está no cofre da chácara. Bruno diz a Renato e a Felício que eles foram negligentes. Renato afirma que a Polícia Federal não faz segurança particular. Bruno fala para Renato que há relação entre a fuga do Tony e os ataques do assassino misterioso.

Comentários encerrados.

Parceiros