SEGUNDA 25/1
Khalid e Laila se lembram de quando estavam juntos, há cinco anos. Fernanda observa Tony dormindo. Bruno diz a César que a DEA tem o código do chip que Tony tem no corpo. César descobre que Fernanda não desembarcou no Brasil. Rafael, Tony, Fernanda, Khalid e Laila comem fondue e tomam vinho na casa de serra do arquiteto. Antônia chega e todos reagem ao vê-la. Ela promete que não vai contar a ninguém que viu Tony ali. Quatro seguranças vigiam a casa de Maura. Dulce se despede dos netos, como se fosse morrer em pouco tempo. Bruno entrega droga para Rudi. Ele manda Rudi voltar para a chácara e descobrir onde Tony está. Antônia flerta com Tony. Ela sugere que alguém tire uma peça de roupa, quando uma fruta cair no chocolate (estão todos comendo fondue). Fernanda sente ciúme de Antônia, que se insinua para Tony. Rudi entra com tudo no escritório e pergunta a Caló onde está Tony. Caló parte pra cima do filho, que recua. Seguranças tentam se interpor entre Caló e Rudi, mas não conseguem. Caló manda ninguém se meter. Rudi avança no pai. Há troca de socos entre os dois. Rudi cai e não consegue se levantar. Antônia provoca Fernanda, que segue com Tony para um quarto. Antônia espia Fernanda e Tony por um pequeno buraco que tem num quadro fixado na parede. Ela beija Rafael com muito desejo. Fernanda confessa a Tony que foi para Nova Iorque com o seu passaporte e voltou com um falso. E explica a ele que ninguém tem como provar que ela esteve no hospital. Dulce surge no alto da escada e vê o assassino, que consegue se esconder rapidamente. O assassino aponta a arma para Dulce, que pede socorro. Dulce conta a Pedro e Maura que viu a sombra do assassino misterioso. Nida afirma a todos que não há ninguém na casa. Dulce diz que Bruno deu a chave para o assassino, mas ninguém acredita nela. O assassino se aproxima de Nida e tapa a boca dela. Nida é morta com um tiro no meio da testa. Pela manhã, Maura desce a escada e vê Nida morta no sofá. Sobre o peito dela há a foto do Guri. Renato lê a carta que Caló pediu para o Dr. Rubens entregar a Tony e conclui que pode haver uma confissão na outra carta, que está no cofre da chácara. Bruno diz a Renato e Felício que eles foram negligentes. Renato afirma que a Polícia Federal não faz segurança particular. Bruno fala para Renato que há relação entre a fuga do Tony e os ataques do assassino misterioso.

TERÇA 26/1
Luísa e Júnior falam que Guri quer acabar com Bruno. Pedro diz que só ele está enxergando o que está rolando. Nina está triste por não ter podido comprar um berço para seu filho. Donata a consola. Bruno reúne a família e diz que o assassino não pode continuar vivo. Pedro fala que vai embora de São Paulo, e afirma a Bruno que não vai morrer por causa dele. Nina conta a Donata que não comprou o leite que o médico mandou e, por isso, Pedrinho vomitou. Fernanda diz à Antônia que Tony precisar ficar uns tempos escondido, para depois provar sua inocência. Paulo diz a Lígia que Tony está bem e ressalta que não pode falar mais que isso. Ele explica que a DEA quer se livrar de Tony. Paulo entra em seu carro e é surpreendido por Silvio, que coloca a arma em sua nuca. Bruno diz a Paulo que, se ele não disser onde Tony está, Tereza vai sofrer. Paulo diz que não sabe. Silvio bate em Paulo, que acaba dizendo que conhece alguém que sabe o paradeiro de Tony. Rudi conta a Bruno que não descobriu onde o irmão está. Bruno coloca uma arma dentro da boca de Rudi, que fica desesperado. Bruno ri e tira a arma. Sérgio coloca Paulo em contato com Tereza, que implora para o marido ajudá-la. Paulo revela que Gary Scott, agente da DEA, tem como rastrear Tony pelo chip. Nícia fala para Gigi que vai embora, pois não consegue mais olhar para Don Caló, sabendo que ele matou Jorge. Gigi diz que vai falar com Téo. Gigi pede ajuda ao Téo. Os dois se beijam, cheios de desejo. Fernanda conta a Antônia que fez um aborto, quando era mais nova, que deixou uma cicatriz em seu útero e por isso tem poucas chances de engravidar. Tony ouve e diz que quer dar um filho a ela. Nina liga para Lurdes e pede para ela encontrá-la, pois está precisando de ajuda. Bruno aparece na televisão dando entrevista. Ele afirma que querem destruir sua família e se emociona. Bruno diz a César que tem certeza de que Tony é o assassino. Antônia observa Fernanda e Tony fazendo amor, pelo orifício do quadro. Bruno conta a César que Gary Scott tem como localizar Tony. Lurdes e Orlando chegam ao casebre de Donata. Nina explica que está passando por uma situação difícil e queria que eles levassem Pedro para o pai cuidar.

QUARTA 27/1
Bruno avisa a Paulo que ele e Tereza só serão soltos quando o americano der o serviço pronto. Paulo explode, descontrolado. Renato conta a Felício que um americano da DEA está na sala do Regional. Gary confessa a César que Tony escapou do controle da DEA. Gary fala do itinerário do Tony para César, e os dois concluem que Castellamare colocou o chip em uma carta. Ele diz a César que Tony, ou o chip, está em Palermo. Dulce fala para Pedro que ele não vai precisar ir atrás do filho, pois ele já está vindo. Com muita tristeza, Nina entrega seu filho à Lurdes. Maria empresta R$50 para Pedro viajar à procura da Nina e do filho. Maura tenta impedir que o filho vá, mas ele está decidido. Bruno perde paciência e fala para César que Tony está tentando despistar a polícia, com uma rota estranha. Bruno manda César localizar Tony. Bruno liberta Paulo e Tereza. Ela diz a Paulo que quer ir para a Itália, mas ele afirma que não pode sair do Brasil agora. Bruno diz a Baruel que quer uma matéria grande na Grafos, com destaque para as suas realizações na Associação de Turismo. Zé Formoso avisa a Bruno que ficou sabendo que Macute ganhou dinheiro de Pavão, por ter libertado um figurão. Antônia pergunta a Tony se ela pode ficar na casa da serra com ele. Tony avisa que, se alguém descobrir que ele está lá, ela será vista como cúmplice. Bruno arma esquema para obrigar Pavão a contar onde Tony está escondido e afirma a seus aliados que vai comandar essa ação pessoalmente. Pavão sai da escola de samba com Bruna Maria, protegido por Macute e três seguranças. Pavão não vê, mas há um olheiro observando tudo e falando ao rádio. Macute, que está numa van atrás do carro de Pavão, vê a van de Sílvio e avisa seu chefe. Silvio e seus homens trocam tiros com Macute e seus seguranças. O carro de Pavão se distancia. A van de Bruno obstrui a passagem e impede que o carro do Pavão siga. O motorista de Pavão tenta manobrar, mas outra van com homens de Bruno se aproxima por trás e encurrala Pavão, que dá ordens para seus homens pararem de atirar. Macute consegue se livrar de Silvio. Bruno pergunta a Pavão onde está Tony. Ele diz que não sabe. Homens de Bruno batem em Pavão. Tony fala para Fernanda que acha mais seguro Antônia não ir para a cidade. Bruno manda Tucci obrigar Bruna Maria a dizer onde está Tony, do contrário, ela apanha. Lucas tranca Pavão num banheiro. Macute liga para Paulo e diz que Pavão está nas mãos de Bruno. Paulo diz a Macute que eles têm que montar um esquema. Paulo liga para Tony e conta que Macute falou que Pavão fez um túnel, que sai do morro e dá direto na sala da fortaleza. Ele afirma que Bruno pode estar com os pés em cima da saída. Tony fala para Paulo mandar Téo de helicóptero para o Rio. Tony conta a Khalid que Bruno pegou Pavão. Sônia diz a Gigi que Marília foi importante na vida de Téo. Homens amarram Tucci a uma cadeira e Bruna Maria à outra. Homem ameaça torturar Bruna Maria. Pavão afirma que vai falar onde Tony está para Bruno.

QUINTA 28/1
Téo manda Laila, Khalid e Macute acessarem a fortaleza pelo túnel. Van com Téo parte a toda, ao mesmo tempo em que Macute, Khalid e Laila entram no beco de acesso ao morro. Uma velhinha abre a porta de um barraco para os três entrarem. Macute abre uma porta horizontal, localizada embaixo de um sofá. Ele pega uma lanterna e entra no túnel com Khalid e Laila. Os três se aproximam de uma porta no fim do túnel. Eles ouvem vozes que vêm da sala da fortaleza. Téo entra com dois pistoleiros na quadra da agremiação e fala para o compositor, que Pavão está numa enrascada e precisa do samba. Pedro pede dinheiro emprestado a João. Ele diz que pode emprestar, mas não no momento, pois precisa trabalhar. João vê Mimi, Lurdes e Orlando encantados com o bebê de Nina. Lurdes diz a João que o bebê é dela. João avisa a Orlando que precisa tirar R$2 mil da poupança, para emprestar a Pedro. Lurdes e Orlando se entreolham. Pavão fala para Bruno que ele precisa rastrear o chip, para encontrar Tony. Bruno afirma que o chip não está mais em Tony e manda Sérgio acabar com Pavão. Khalid faz sinal de positivo a Laila e Macute. Tucci percebe a porta se abrindo no chão. Téo e cinco pistoleiros param a uma distância segura da entrada da fortaleza. Sérgio e um homem se aproximam de Bruna Maria, que dá um forte grito. Téo diz a Lucas que está com o delegado Gerson, da polícia federal, na linha. A escola de samba em peso está diante do portão da fortaleza. Téo faz gesto de maestro e o samba começa. Lucas avisa a Bruno que Téo está com a escola de samba. Bruno resolve ir embora, mas manda Sérgio pegar Pavão. Khalid, que está fora do túnel, aponta uma arma para Bruno e diz que Pavão vai ficar. Laila e Macute apontam armas para Sérgio e homem. Bruno sai depressa. Bruno, Sérgio, Lucas e os homens são obrigados a passar pelo meio dos sambistas. Pavão fala ao celular com Tony e diz que sofreu, mas não o entregou a Bruno. Fernanda diz a Tony que Bruno vai acabar chegando à casa da serra. Pedro pergunta à Mimi onde Orlando está. Mimi, que segura o bebê e não sabe que é filho de Nina e Pedro, passa-o para o colo do pai. Mimi conta a Pedro que uma faxineira vai amamentá-lo. Nina agradece a Donata por tudo o que fez por ela. As duas se abraçam, emocionadas. Lurdes fala para Orlando que não vai entregar o bebê a Pedro, pois o assassino está matando toda a família. Ela manda Orlando dar dinheiro para Pedro sumir por uns tempos. Khalid e Laila chegam à casa da serra. Laila dança com Antônia, ao som de música eletrônica. Fernanda diz a Rafael que ele e Antônia estão correndo risco sério. Lurdes cuida de Pedrinho com muito carinho. Orlando conta a João, Mimi e Rodrigo que o bebê é filho de Pedro. Eles não sabem se devem contar a Pedro. Neide diz a Bruno que a polícia pode encontrar alguma coisa que ligue o nome dela ao de Nida. Maria dá à Maura uma caixa de madeira que encontrou nas coisas de Nida. Maura abre a caixa, que está cheia de maços de dinheiro. Ela encontra um cartão de Neide e fica perplexa. Orlando dá dinheiro a Pedro e fala para ele que Nina está numa vila em Iguape. Ele manda Pedro procurar Donata. Antônia chama Tony para dançar. Ele hesita, mas topa. Depois da dança, ela o leva para o quarto do Rafael. Ela o beija, suavemente. O celular de Tony toca. É Fernanda, que pergunta se ele vai dormir com ela. Tony sai. Depois de se apresentar no Bar New Orleans, Téo cumprimenta Lígia, que o assistiu. Gigi, que também o assistiu, se aproxima e senta à mesma mesa. Pedro chega ao casebre e é recebido por uma amiga de Donata, que diz que Nina foi embora e Donata foi visitar o filho. Pedro fica decepcionado.

SEXTA 29/1
A prima de Cleonice amamenta Pedrinho. Lurdes observa a cena, encantada. Orlando fica preocupado com a atitude de Lurdes de se achar a mãe do bebê, de fato. Pedro liga para João e diz que não encontrou nem Nina nem Donata. Orlando toma o celular de João e fala para Pedro voltar a São Paulo. Orlando diz a Lurdes que eles têm que entregar Pedrinho ao pai. Lurdes fica triste e afirma que Pedrinho corre perigo na casa da Maura. Antônia fala para Khalid que gostaria de lutar com ele. Rafael pede para Antônia maneirar nas brincadeiras, pois seus “hóspedes” estão em outro clima. Maura revela a seu advogado e a Luisa que acha que Neide dava dinheiro à Nida. Ela diz que Neide é muito ligada a Bruno. O advogado e Luísa convencem Maura de que não vale a pena fazer uma denúncia formal, já que apenas o cartão da Neide não prova nada. O advogado liga para Bruno e conta que convenceu Maura a esquecer o assunto. Pedro percebe que estão escondendo alguma coisa dele. Laila não gosta nada de ver Antônia se insinuando para Khalid. Ela se aproxima dos dois, que dançam juntos, e xinga Antônia, que responde da mesma forma. Rafael dá um tapa em Antônia, que sai correndo. Tony teme que Antônia os denuncie. Antônia entra no carro e dá partida. Rafael sai atrás, com seu carro. Laila confessa que perdeu a cabeça e pede desculpa a Tony, Fernanda e Khalid. Pedro pergunta a Bebel se o bebê que Lurdes estava cuidando era de um hóspede. Bebel diz que não. Pedro pensa na possibilidade do bebê ser filho dele. Mimi e Bebel procuram Lurdes e o bebê pelo sobrado. Não os acham. Lurdes chega e diz que devolveu o bebê para a amiga. Orlando conta a Pedro que aquele bebê era filho dele. Lurdes desiste da mentira e conta a Pedro que Nina estava passando dificuldades e, por isso, deu o bebê para ela criar. Ela diz a Pedro que a casa dele é muito perigosa e Pedrinho está em segurança com uma amiga que tem bastante leite para alimentá-lo. Lurdes implora para Pedro deixar o bebê com ela. Afinal, o assassino está matando todos da família dele. Nina liga para a casa de Maura e fala com Luísa que mandou Pedrinho para Pedro cuidar. Ela fala que vai ligar depois, para falar com Pedro. Luísa liga para o irmão, que vai para casa. Nina liga de novo. Pedro mente que o filho deles está ótimo. Nina pede para Pedro levar o bebê a um lugar seguro. Pedro insiste para que Nina diga onde está, mas ela não diz. Maura e Luísa, que ouvem Pedro ao telefone, perguntam onde está o bebê. Ele sai correndo. Tony, Fernanda, Khalid e Laila ficam preocupados por não terem notícia de Rafael. Tony revela a Fernanda e ao médico que ele voltou a sangrar. Pedro e Bebel vão até o sobrado, veem gavetas abertas e vazias, e percebem que Lurdes fugiu. Pedro chora, desesperado. Antônia vai até o apartamento da Lígia, se apresenta e diz que Tony lhe pediu para buscá-la, junto com Eduardo.

Comentários encerrados.

Parceiros