19/04 SEGUNDA
Joana vê Erci dizendo a Serafina que vai contar tudo a Nara sobre a presença de Claude no piquenique. Serafina pede segredo a Joana e afirma que explicará tudo o que aconteceu. Afrânio pergunta sobre o seu salvamento e Amália informa que Claude virou heroi do cortiço por causa dele. Afrânio lamenta ter perdido a carteira e o amor de sua vida no mesmo dia, e chora. Claude explica a Giovani que sente dores no braço e precisa voltar a São Paulo antes do final do piquenique. Giovani consente. Serafina, Claude e Pimpinoni entram no táxi e vão para a capital mais cedo, antes do almoço. Amália e Giovani agradecem a visita de Claude e dizem que o adoram. Erci conta para Nara, por telefone, que viu Claude e Serafina juntos no piquenique. Serafina reclama para Claude que o seu braço não estava tão dolorido assim, e que ele mal olha para ela. Nara conta para Egídio a fofoca de Erci sobre Claude. Egídio acredita que Serafina é amante de Claude. Serafina dorme no banco do carro, Claude olha para ela e sente pena, com ternura, pela primeira vez. Claude tenta ajeitá-la no banco e a abraça. Arlequim tampa os olhos. Claude e Serafina ficam juntos na viagem, num bonito momento romântico entre os dois. Na chegada, Serafina acorda nos braços de Claude e fica sem graça. Rosa entra, enquanto Claude fica espiando a secretária. O povo do cortiço retorna ao Bixiga. Nara encontra com Erci e confessa que não acredita na história dela. Erci desafia Nara a verificar se Claude está bronzeado. As duas vão para a casa do francês. Erci, ansiosa em desmascarar Claude.

20/04 TERÇA
Joana reprova o comportamento de Afrânio. O garçom afirma que perdeu o amor da sua vida, a metade de sua laranja. Amália e Giovani comemoram o namoro de Claude e Serafina. Assim que entra no quarto de Pimpinoni, Afrânio vê Serafina Rosa e se joga aos pés dela. Ele pede perdão à secretária. Afrânio garante a Rosa que, no futuro, Claude vai trocá-la por uma mulher rica. Nara e Erci entram no apartamento de Claude, mas o francês se esconde dentro do armário. Pimpinoni desabafa para Joana e tenta consolar Afrânio, revelando que perdeu a mulher e o filho de uma só vez. Claude volta ao Bixiga para pegar a sua mochila, que esqueceu no ônibus. Claude surpreende a família Petroni com sua visita, e dá a desculpa de que estava se sentindo só. Claude fala para Serafina que passou pelo Bixiga para pegar sua mochila e tem um ataque de espirro. Dino, Giovani e Amália dão um “saúde” coletivo a ele. Amália oferece um escalda pé, Claude rejeita. Giovani joga água quente nos pés de Claude, que grita e transpira. Serafina Rosa fica transtornada com a vergonha que o pai lhe faz passar. Com a toalha na cabeça, Claude deita na cama de Rosa. A secretária pede desculpas, mas ele afirma que está se sentindo super bem com o tratamento vip dos pais dela. Frazão convida Erci e Nara para uma balada, mas, bêbado, pede que alguém dirija por ele. No banco de trás, Nara acha a pasta de fotos de casamento de Rosa. Nara exige uma explicação de Frazão.

21/04 QUARTA
Erci denuncia a Nara que viu um vestido de noiva no porta-malas do carro de Frazão. Nara pede para Frazão abrir o porta-malas. Nara pega o vestido de noiva e pergunta como foi parar ali. Frazão inventa que trata-se de foto de propaganda. Afrânio anda de um lado para o outro, nervoso com a presença de Claude na casa de Giovani. Inconformado, Afrânio reclama para Colibri. Amália dá sopa a Claude e depois cobre o empresário. Claude afirma a Amália que a casa e o carinho da família Petroni lembra a sua falecida mãe. Ao ver a concha de retalhos, Claude lembra da mãe, se sente alegre e confessa que foi morar com pais ricos e nunca mais se sentiu tão acolhido. Nostálgico, Claude lembra da infância e sonha. Ao amanhecer, Dádi repara que Claude não voltou para casa e se preocupa. Pimpinoni avisa Giovani que o dono do casarão mandou avisar que ele tem três dias para decidir se compra ou não o imóvel. Neste momento, Claude aparece. Giovani explica para Claude que não pode comprar a casa com o cheque, porque a filha não casou de verdade com o francês. Emocionado, Claude concorda com o pai de Serafina. Frazão conta para Claude que Nara viu uma foto de Serafina vestida de noiva, numa pasta no banco do carro. Frazão deu a desculpa de que a foto era uma propaganda da construtora com o slogan “Quem casa quer casa”. Feliz e bem-humorado por dormir na casa de Serafina, Claude fala que dará um jeito em tudo. Erci, Nara, Ninica e Alzira especulam sobre a foto de Serafina. Nara lamenta ser objeto de fofoca nas mãos de Erci. Claude tira de seu arquivo uma foto antiga dele com executivos, no aeroporto de Viracopos, para servir de desculpa para Nara. Nara mostra a uma lojista a nota fiscal do vestido de Serafina, que achou no carro de Frazão. A vendedora da loja no Brás confirma para Nara que quem comprou o vestido de noiva tinha o nome Serafina Rosa.

22/04 QUINTA
Nara estranha que Serafina tenha comprado o vestido no mesmo dia que casou. A vendedora pergunta porque Nara quer saber do vestido. Nervosa, Nara responde que desconfia que seu noivo casou com outra. Nara comenta com Egídio que desconfia que Claude casou com Serafina para conseguir o visto e permanecer no país. Egídio informa a Nara que está recebendo US$ 100 mil da concorrente de Claude por cada informação sigilosa que ele repassa, e pede que a filha evite brigar com o francês. Nara ouve a recomendação do pai e sai da empresa. Serafina provoca Nara, dizendo alto, para Janete, que ela e o namorado foram perseguidos na praia. Nara encara Serafina, com olhar raivoso. Depois, se acalma e resolve entrar no elevador. Frazão estranha a saída repentina de Nara. Pepa confessa para Afrânio que jamais teria um homem como ele. Pimpinoni avisa aos dois que aproveitem para brigar, pois o dono do imóvel deu um prazo de três dias para a decisão de compra. Antonieta parabeniza Serafina pelo noivo que arrumou. Egídio interroga Janete sobre o estado civil de Serafina. Janete responde que viu uma foto de Serafina vestida de noiva, mas afirma que a secretária disse que se inscreveu para um concurso de noiva. Egídio fica intrigado. Serafina conta toda a verdade para Joana, sobre o noivado de mentira com Claude e o cheque de um milhão. Serafina revela para Joana seu plano de comprar a casa com o cheque. Amália chega em casa e surpreende a filha procurando o cheque. Amália pede para Serafina compreender que a decisão de comprar a casa deve ser conjunta, depois que ela casar com Claude. Serafina pergunta onde está o cheque, Amália se recusa a dizer. Decidida a comprar o casarão, Serafina procura o cheque no quarto dos pais.

23/04 SEXTA
Serafina acha o cheque dentro de um grande livro guardado no armário do pai. Giovani entra no quarto e pergunta o que Serafina e Amália estão fazendo mexendo em suas coisas. Egídio promete para Janete que vai acabar com as regalias de Serafina Rosa e convida a funcionária para jantar em sua casa. Roberta alerta Claude que o casamento legal com Serafina vale de verdade. Claude fica preocupado. Serafina inventa a história de que estava procurando uma bolsa que a mãe colocou no guarda-roupa dele. Giovani, desconfiado, abre o armário e investiga o que Serafina procurava ali. Giovani janta, mais desconfiado que antes. Giovani pergunta à filha se ela tem certeza que não mexeu em suas coisas. Egídio conta para a filha que Janete disse que o vestido de Serafina Rosa seria usado para um concurso de noivas, porém Nara rebate a informação, dizendo que Frazão alegou que a roupa foi usada para uma propaganda. Nara pergunta quem diz a verdade. Nara conversa com o pai e chega à conclusão de que Claude aprontou uma grande traição. Nara concluí que Serafina e Claude a enganaram. Egídio pede calma para a filha, lembrando que vão dar o troco ao empresário. Roberta aconselha Claude de que a melhor defesa é o ataque. Roberta recomenda que Claude mostre a foto em que aparece com executivos no aeroporto de Viracopos, e diga a nara que aquilo ocorreu no mesmo domingo do piquenique na praia. Nara afirma a Claude que Erci o viu na praia, em Santos. Claude nega e, logo em seguida, mostra a foto dele tirada em Viracopos, velha, que ele apresenta como atual, de domingo.

24/04 SÁBADO
Nara finge acreditar na história de Claude e planeja se vingar de Erci na casa de Roberta. Claude se faz de inocente e concorda com a revanche. A pedido de Claude, Roberta convida Erci para um coquetel íntimo em sua casa, com a presença de Alabá, Claude, Nara e Frazão, além de Ninica e Alzira. Roberta explica a Alabá que quer ajudar Claude, e para isso terá que fazer Erci se passar por maluca, na frente de todas as amigas mais próximas. Roberta fala para Alabá que amigo não tem defeito, mas inimigo, se não tiver, “se inventa”. Cínica, Nara aceita encontrar com Erci na casa de Roberta. Depois de jantar, Giovani avisa Serafina que o cheque sumiu de dentro do livro, e pergunta se foi ela quem pegou. Giovani afirma que se o cheque for descontado sem a filha casar de verdade, ele morrerá de vergonha. Amália explica que é necessário mostrar a Claude que a família Petroni tem caráter, honra, princípios e ética. Serafina sobe até o quarto do pai para devolver o cheque. Sem Giovani ver, ela recoloca o cheque no livro. Giovani pega o cheque no meio de vários papéis que estavam no livro e se sente aliviado. Roberta posiciona a mesa perto da piscina. Alabá pergunta o motivo e Roberta responde que a ideia é jogar alguém na água. Alabá não entende. Claude e Frazão vibram pela futura briga entre Nara e Erci, na casa de Roberta. Egídio mostra um e-mail a Claude, dos americanos. Claude descobre que os gringos pretendem mudar o contrato inicial com a construtora. Preocupado com a reestruturação do negócio, Claude diz a Frazão que precisa descobrir o que aconteceu. Cínico, Egídio encara Claude e Frazão.

Comentários encerrados.

Parceiros