SEGUNDA 31/05
Joãozinho conta para Giovani que tem um fantasma morando no cortiço. Joãozinho pede para Giovani e Amália guardar segredo sobre o fantasma. Pimpinoni conversa com Antoninho sobre a ação de despejo. Antoninho avisa que a ação deve chegar em breve. Antoninho sugere que os moradores pensem para onde ir. Joãozinho não conta sobre o tesouro para Antoninho, porque não confia em político. Alabá ensina Serafina a segurar uma xícara de café e uma taça de vinho. Claude chega na porta da casa de Roberta, Serafina vai retocar a maquiagem, no quarto. Roberta revela para Claude que convidou o “namoradinho de Serafina”, Sergio, para fazer um filme, e assim agradá-lo. Serafina ouve e fica irritada. Antoninho pergunta a Giovani se o casamento de Serafina será anulado. Giovani pede para esperar e ver se a filha e Claude se acertam. Para Giovani, dinheiro não interessa. Alabá segura Serafina e a impede de fazer um barraco na sala. Roberta elogia Sergio e diz que ele tem muito talento. Roberta enaltece as capacidades de Serafina e diz que acredita nela. Serafina se surpreende. Serafina se recusa a cumprimentar o marido com charme, dizendo “encantada”. Claude e Serafina discutem. Roberta pede que os dois parem com a briga conjugal. Claude reclama da forma de expressão de Roberta. A atriz afirma que em briga de homem e mulher não mete a colher. Alzira diz a Nara e Ninica que está se sentindo melhor depois que começou a tomar antidepressivo. Nara agradece, porque estava cansada de ver Alzira se sentindo feia, gorda, chata. Nara avisa às amigas que não será apresentada como esposa de Claude. Nara conta que outra mulher será apresentada aos americanos, aquela que está casada no papel com Claude. Nara avisa que os papéis do seu casamento com Claude no exterior estão prontos, falta apenas o divórcio de Claude com essa outra “mulher vinda de um cortiço”. Mrs. Smith sente pena de Serafina, por ter casado num hospital para agilizar o processo do casamento com Claude. Mrs. Smith manda o marido comprar livros de etiqueta e boas maneiras para Serafina. Submisso, Mr. Smith vai às ruas para achar os livros que a mulher pediu. Nara afirma a Raquel que vai se vingar de Claude. Raquel diz que faria o mesmo no lugar dela. Nara anuncia que vai à casa de Roberta flagrar Serafina sendo preparada. No caminho para São Paulo, Egídio se sente feliz por se livrar de Bento. Para Egídio, o próximo passo é tomar o dinheiro de Claude. Enquanto Serafina treina o discurso do jantar com Roberta, Claude e Frazão, toca a campainha. Nara aparece na porta e anuncia que quer ver Claude.

TERÇA 1/06
Serafina se esconde de Nara no quarto de Roberta. Claude fala para Nara que ele e Frazão estavam conversando sobre cinema com Roberta e Alabá. Mr. Smith chega no hotel exausto, com uma pilha de livros de etiqueta e boas maneiras. Mrs. Smith planeja fazer uma surpresa para Rosa, na casa de Claude. A empregada de Roberta pergunta sobre a outra moça que estava na casa. Roberta dá a desculpa de que trata-se da Dádi. Nara pede para ver o quarto de Roberta. Alabá entra no corredor e indica que é a segunda porta, Serafina ouve e se esconde. Alabá distrai Nara e Serafina foge do quarto. Frazão lembra da briga de botequim, entre Serafina e um malandro, e ressalta que Nara sofreria num atrito com a ex-secretária. Dádi leva Serafina, de aparência nova, para casa. Alabá esconde o vestido simples de Serafina para Nara não ver. Catarina avisa Amália para aconselhar Serafina a ficar de olho em Claude e não perdê-lo para outro. Amália não acredita no que ouve. Nara revira todos os vestidos de Roberta, mas não acha a roupa de Serafina, que viu de relance em cima da cama, quando entrou no quarto. Pepa arrebenta o cadeado do baú do barão. Pimpinoni e Joãozinho acham um livro velho, escrito com caligrafia de pena. Sergio pergunta sobre Rose. Alabá responde que ela teve algo muito importante para resolver. Nara fala para Roberta que Serafina vai cometer tantas gafes que vai espantar os americanos. Sergio repreende Roberta e diz que ela não pode se divertir com a incapacidade dos outros. Sergio lamenta que ela julgue as pessoas pela aparência. Pimpinoni acha uma ampulheta, uma luneta, um rei de ouros de um baralho e um espelho antigo. Pimpinoni imagina que o barão era solitário e amargo, e tinha uma mulher vaidosa. Pepa tira do baú moedas antigas. Joãozinho pede para ficar com os objetos e o livro. Dádi deixa Serafina no cortiço. Pepa flagra Serafina de vestido novo e peruca. Afrânio alerta que Serafina deve entrar logo em casa, para o povo do cortiço não falar mal dela. Pepa comenta que gente de família não se veste daquele jeito. Joana elogia a aparência de Serafina. Joana ressalta a Serafina que não quer que Roberta descubra que deixou os palcos, virou costureira e mora num cortiço. Catarina pede para Serafina ouvir o que Amália tem a dizer. Pepa diz a Afrânio que hoje em dia ninguém tem vergonha na casa. Serafina se irrita e entra no casarão. Pimpinoni lembra Joana que tudo que Roberta sabe sobre moda e etiqueta aprendeu com a costureira e ex-atriz. Pimpinoni relembra Joana que Roberta era mais nova e tenta imitar a amiga da época, Suzana Goulart. Pimpinoni teme que Roberta e Claude estraguem Serafina. Serafina se prepara para entrar na sala e pensa: “Seja o que Deus quiser”. Apreensiva, Serafina se benze, para enfrentar a reação da família.

QUARTA 2/06
Milton e Antoninho conversam sobre o casamento. Antoninho convida o irmão para sair, mas Milton fala que tem provas no colégio. Claude diz a Frazão que não vê a hora de se livrar do casamento. Amália vê Serafina entrar em casa. Dádi avisa Claude que autorizou a entrada do casal Smith no prédio. Misses Smith avisa está ali no apartamento de Claude para visitar a ele e sua esposa. Claude se assusta e fica paralisado. Misses Smith pergunta de Serafina Rosa. O francês diz que ela saiu, mas volta já. Amália se surpreende com peruca e maquiagem de Serafina. Dino diz que ela parece mulher das capas de revistas masculinas. Amália repreeende Dino. Pepa insinua para Catarina que o casamento de Claude e Serafina é de mentira. Catarina desconfia de que casamento serviu para Claude tirar visto de permanência no país. Catarina avisa Pepa que Milton não casa com Terezinha se o casamento de Serafina for só de aparência. Catarina fica furiosa. Elisa e Raquel ficam preocupadas com o sumiço de Beto. Frazão lembra Dádi de buscar Serafina. O casal Smith conta que tiveram a ideia de vir ao Brasil depois da ligação de Rosa, que perguntou sobre os negócios com Claude a pedido do francês. Misses Smith pergunta se Claude está feliz com o casamento. Ele responde que sim. Claude afirma ao casal Smith que se apaixonou por Serafina e acertou ao casar com ela. Misses Smith avisa que tem profunso desprezo por pessoas movidas por interesse. Claude fica sem jeito. Sergio elogia Serafina e diz que todos no Bixiga gostam dela. Roberta fica encantada com o modo que Sergio fala da “namoradinha”. Sergio sorri sem graça, mas não desmente que é namorado de Serafina, a pedido da amiga. Roberta orienta Sergio a cortar o cabelo e fazer a barba. Catarina resolve tirar satisfações com Giovani e descobrir a verdade sobre o casamento de Claude e Serafina. Antoninho diz para Nara que Pimpinoni, um zinho do cortiço, acha que Serafina gosta de Claude. Antoninho comenta com Nara que, na opinião dele, Serafina desistiu de anular o casamento para preservar o noivado da irmã, Terezinha. Antoninho explica que, a fim de evitar que Catarina cancele o casamento, Serafina teria continuado a fungir que é casada com Claude. Nara confessa a Antoninho que quer casar com Claude para não ser exposta ao ridículo perante a sociedade. Nara diz que a ideia dela é pedir o divórcio logo depois. Nara revela que não leva desaforo para casa. Antoninho convida Nara para sair e dançar, mas ela recusa. Nara explica que seu pai chegará de viagem e ainda é noiva de fato de Claude. Nara reafirma que quer desmoralizá-lo. Catarina pergunta a Giovani se Serafina casou só no papel. Ele e Amália negam. Catarina denuncia que Serafina chegou no cortiço com peruca e toda “pintada”. Catarina afirma que Claude e Serafina não se beijam nem se abraçam. Giovani manda Terezinha chamar a irmã. Serafina aparece, com toda a categoria que aprendeu com Roberta, sem peruca e maquiagem. Ela logo pergunta: “Qual é o problema, dona Catarina?”. Catarina, Amália e Terezinha olham furiosos para ela.

QUINTA 3/06
Sérgio e os malandros brigam na rua. Catarina pede para eles pararem. Os malandros fogem. Antoninho e Sérgio batem boca. Antoninho pressiona Sérgio a parar de rondar a casa. Catarina exige que Sérgio volte ao cortiço e deixe sua filha em paz. Catarina diz a Antoninho que desta vez Sérgio não teve culpa, pois foi provocado pelos malandros. Serafina estuda os livros de etiqueta dados pelos Smith. Terezinha reclama da luz acesa. Serafina avisa a irmã que Claude jantará na casa de Catarina, mas antes vai pastar em sua mão. Amália reza para Santo Antônio e pede para ele dar paciência a Giovani. Claude mostra preocupação com a recepção para os Smith. Frazão acalma o empresário, dizendo que o casal Smith gostou de Serafina Rosa. Claude revela a Frazão que suspeita que Serafina é uma espiã, como Nara dizia. Tudo por conta do pacote secreto. Amália nota que Serafina está mais confiante, diferente. Terezinha diz para a mãe que ela aprendeu com Roberta Vermont. Sérgio mostra o cabelo novo para Joana e conta que Roberta acha que ele é namorado de Serafina. Joana afirma que mentira tem perna curta. Com Alzira e Ninica, Erci aparece na casa de Roberta e diz que não vai perder a apresentação de Serafina aos Smith, na frente de Nara, por nada deste mundo.

SEXTA 4/06
Serafina entra no cortiço de Sérgio e se surpreende com o cabelo do amigo. Sérgio diz que foi Roberta que cortou. Joana comenta que Roberta sempre foi boa nisso. Serafina pergunta como ela sabe. Joana inventa a desculpa que leu a informação numa revista. Joana pensa: eles não imaginam o que aconteceu entre mim, Roberta e o pai de Sérgio. Alabá leva Erci e as amigas Alzira e Ninica para a beira da piscina. Amália comenta com Terezinha que amor exige respeito, vivência, cumplicidade. Ela diz a Terezinha que sente que Serafina está mais segura e confiante. Pepa reclama com Antonieta que ninguém gosta dela no cortiço. Antonieta diz que tem gente que gosta, mas ela não percebe. Serafina e Sérgio entram na casa de Roberta, enquanto dois assaltantes observam os dois. Erci afirma para Serafina que Claude acertou ao escolhê-la como mulher, pois conhece muito bem Nara. Roberta sorri, após perceber que a torcida por Serafina aumentou. Egídio diz para Claude que Nara deve ser apresentada como esposa dele quando estiver casada no papel. Claude e Frazão estranham a postura politicamente correta de Egídio. Nara comenta com a filha Raquel que precisa separar a irmã de Serafina do noivo Milton, para incentivar a ex-secretária a pedir a anulação do casamento. Nara explica que Serafina desistiu da anulação para preservar o noivado de Terezinha com Milton, pois Catarina ameaçou desmarcar o casamento por conta da separação do ricaço Claude da “corticeira” Serafina. Raquel se oferece para seduzir Milton. Nara se sente vitoriosa com sua “nova jogada”.

SÁBADO 5/06
Miriam segura o livro em frente ao espelho, para Joãozinho ler. Giovani pede para o menino ler o diário. Joãozinho lê em voz alta: “São Paulo, 11 de março de 1844. A situação aqui na chácara continua difícil. Os escravos estão a cada dia mais ousados e não respeitam mais a hierarquia nem o meu comando. Alguns fugiram para o Vale do Ribeira para se juntar aos quilombolas. Outros se esconderam aqui mesmo, nas matas de minha propriedade. Tenho medo que eles roubem todas as minhas riquezas, principalmente as joias da Duqueza minha mãe”. Joãozinho para de ler e diz a Giovani que as joias estão enterradas no cortiço. Giovani arregala os olhos. Miriam fica animada. Joãozinho continua sério. Catarina recomenda que Milton namore uma mulher rica. Para Catarina, tanto faz Milton casar ou não casar com a filha do “baleiro”. Catarina afirma ao filho que dinheiro faz diferença. E classe social também. Roberta telefona para Claude e pede roupas para Sérgio. Claude diz que não vai comprar smoking para o namoradinho de Serafina, e pede para ele tirar o cavalinho da chuva. O casal Smith conversa sobre como ajudar Serafina na recepção, à noite. Misses Smith afirma que Claude é um homem muito preocupado com os negócios e teme pelo futuro da ex-secretária. Claude leva uma caixa de roupas e sapatos para vestir Sérgio. Roberta diz que se Sérgio não for, Serafina também não vai à recepção. Claude fica inconformado. Roberta diz que Serafina precisa da companhia de Sérgio por causa do pai. Claude concorda, mas defende a postura de Giovani, que tem a “moral dele” e o direito de raciocinar dele. Nara se prepara para o jantar. Egídio pede para Raquel ir, de modo que os Smith os enxergue como uma “família unida”, o oposto de Claude, um aventureiro. Claude diz para Frazão que comprar roupa para o “carinha” foi um absurdo. Alabá informa a Claude que foi difícil convencer Sérgio a ir à recepção com o smoking. Enciumado, Claude pergunta por que Sérgio não quis usar o seu smoking. Alabá diz que Sérgio não queria usar a roupa porque foi comprada por Claude. O francês teme pelo pavio curto de Serafina Rosa. Roberta deixa Claude e Serafina a sós. Egídio apresenta Nara e Raquel ao casal Smith. Mr. Smith elogia a família de Egídio. Serafina e Claude entram no ambiente da recepção. Serafina está deslumbrante.

Comentários encerrados.

Parceiros