SEGUNDA 14/06
Baenabé, enfim, é descoberto e foge. Camila lembra a Jimena que Vasco é amigo de Barnabé e como amante de Ursula tem como entrar no palácio. Dom Jorge diz a Alberto que os cofres que reoubaram são realmente de Ricardo. Então, Camila conta ao seu pai que Barnabé pediu dinheiro para entregar a tal carta de Timóteo e que, provavelmente, somente Vasco podeira tê-la, por meio de roubo. Justo diz que quem roubou a carta foi Sofia. Comenta que ela entregou a carta a ele e garante que a queimou. Depois, Justo fala com Ofélia e diz que Vasco se casará com Inês dentro de uma semana e precisam pedir licença para Dom Jorge. Inês fica desesperada e pede para os pais não falem nada com Jorge. Ele pode exigir tê-la na primeira noite, como lhe é de direito e Santiago iria matá-lo por isso. Inês estava certa, pois, Ursula conta para Fortunata que o homem que ela deseja, Vasco, irá se casar co Inês e para se vingar vai pedir ao seu pai (Jorge) que exija a priemira noite de Inês. Fortunata, espantada, diz que Vasco merece ser forçado a casar, mas Inês não merece que Jorge desgrasse com sua vida. Depois, Sofia encontra Ursula e lhe dá uma bofetada. Diz que Ursula anda com Vasco com se fosse uma qualquer.

TERÇA 15/06
Ursula responde a Sofia que a casaram ainda criança com um velho e teve que se submenter mesmo morrendo de nojo. Depois, Ursula diz que Sofia concordou com essa barbaride e agora quer que ela viva como uma monja. Lisabeta, por sua vez, finge estar de acordo com o casamento de Ricardo e Camila. Ele, Ricardo, comenta com Mário que Camila não tem nada contra Lisabeta, mas Mário fala para Ricardo desconfiar dessa mudança repentina de Lisabeta em relação a Camila. Ursula leva adiante seu plano e diz a seu pai (Jorge) que Vasco e o pai dele a caluniaram, então, pede para que ele exija a primeira noite de Inês, como forma de limpar a honra de Ursula. Então, Justo, Ofélia, Inês e Vasco chegam para pedir a anuência de Dom Jorge para o casamento de Vasco e Inês quando chega Sofia. Ela surpreende a todos dizendo que será madrinha dos noivos e evita o abuso de Jorge. Depois, Ricardo diz a Jorge que apenas irá informar que se casará com Camila, mas alerta que não aceitará que Jorge toque um dedo em sua futura esposa. Ricardo surpreende Jorge e diz que deve aceitar, pois, assim, Ele (Ricardo) não falará nada da sua carreta que foi roubada, a qual estava com um empregado de Alberto Lafont.

QUARTA 16/06
Após ser desmascarado por Ricardo, Jorge avisa Alberto para desaparecer com todas as provas que porventura possa ligá-los ao assalto aos cofres de Ricardo. Enquanto isso, Justo revela a Ofélia que ele mesmo queimou a carta com a qual Lisabeta pretendia tirar a fortuna de Camila. Paquito, então, diz que achou uma carta meio queimada a acabou entregando para seu pai (Vasco). Perplexo, Justo tem um mal súbito e desmaia. Santiago vai atrás de Vasco e briga com ele, dizendo que por sua causa seu pai está a beira da morte. Camila, confusa, diz a Riacardo que não pode acreditar que Vasco a tenha traído desta maneira. Vasco, pressionado, afirma a todos que destruiu a carta e errou ao comentar sobre ela com Barnabé. Ele se defende e diz que não concordou com a chantagem que ele (Barnabé) quis fazer. Alberto, por sua vez, avisa Jorge que estão limpos, pois, já deu cabo de todas as evidências que pudessem comprometê-los no que se refere ao roubo da fortuna de Ricardo e sugere matá-lo. Diz que Ricardo passou a ser um perigo cosntante. Cauteloso, Jorge prefere, em primeiro lugar, saber se Dom Gaspar conhece Ricardo, para depois, decidirem o que fazer. Em meio a toda esta confusão, Santiago pede perdão a Camila por ainda ter ciúmes dela, pois já não tem esse direito. Ele diz que não consegue aceitar que ela nunca mais será dele e diz que ainda a ama. Em seguida, Santiago pergunta se ela Ricardo mais do amou a ele. Camila responde que o amor entre eles foi um amor de juventude, mas que agora ela é uma mulher e ama Ricardo de todo o coração. Ardilozo e impiedoso, Jorge manda Marcelino tirar a concessão do moinho e do armazém das mãos de Justo, pois não estão dando rendimento suficiente para o Senhor de San Fernando.

QUINTA 17/06
Jorge está disposto a tirar a concessão do Moinho e do Armazém das mãos de Justo, porém, Marcelino alerta que isso pode dar a impressão ao povo de San Fernando, que Jorge quer arruinar a família de Justo, apenas porque Camila o rejeita (a Jorge). Mario, por sua vez, quer saber de Vasco o que fez com a carta de Camila e Vasco responde que a deu a Barnabé para que guardasse, mas ele o traiu chantageando sua irmã. Ricardo, objetvo, fala que precisam reaver a carta de uma vez. Enquanto isso, traiçoeira, Lisabeta comenta com Francisca que fará Ricardo acreditar que ela realmente gosta de Camila e diz que fará isso também por Francisca. Esta, logo se defende e garante que não teve nada haver com o assassinato da mulher, do qual acusam Ricardo como sendo o criminoso. Desconfiada, Lisabeta não acredita em Francisca. Rita, por sua vez, segue com seu gênio ciumento e diz que Santiago anda dando atenção demasiada a Lisabeta, já que agora não poder ter mais a Camila, se voltou para a cega. Santiago, nervoso, responde que está farto de tanto ciúme. Jorge, apesar do conselho de Marcelino, diz para Camila que irá tirar a concessão do moinho e do armazém de seu pai (Justo).

SEXTA 18/06
Jorge diz a Camila que os problemas financeiros de Justo não são da conta dele. Vasco, por sua vez, conta para Inês que Camila pensa que a carta realmente foi destruída, que Ricardo pediu que mantivesse esta história e que se arrepnde de ter dado a carta para Barnabé cuidar. Acuado, Vasco promete ao seu pai ser um bom marido para Inês e mudar seu comportamento. Santiago percebe que Jorge continua assediando Camila e lhe diz que não irá permitir que manche a dignidade das mulheres. Contudo, preocupada, Camila o repreende. Ele responde que só disse a verdade. E Jorge, então, manda prender Santiago. Então, Camila diz para Ricardo que Jorge planeja arruinar de vez sua família e isso levará seu pai a morte. Ela pede ajuda a Ricardo. Ele diz que juntos acharão uma saída. Justo sugere que Camila abandone San Fernando imediatamente, mas ela se recusa. Sofia sabe que Jorge não vai parar enquanto não arruinar a família de Camila e matar Ricardo, para poder possuí-la (Camila). Então, Sofia ameaça Jorge e diz que não permitirá que ele provoque mais desgraças. Autoritário, Jorge a esbofeteia e diz que seus desejos devem ser cumpridos.

Comentários encerrados.

Parceiros