SEGUNDA 9/08
Dolores apresenta a dupla Mary Hilda e Zé Trovão. Enquanto isso, o contrabandista se aproxima de Maria Lua e é observado pelos policiais. Vitória Imperial anuncia Ana Raio, que encanta o público com sua apresentação. Maria Lua entrega a sacola e o delegado dá voz de prisão ao contrabandista. Ele reage e usa Ana Raio como escudo. Depois de uma grande confusão, ele foge no cavalo da peoa, mas antes deixa cair as marionetes e os diamantes se espalham na arena. Ao ver Ana e Maria Lua conversando, Ubiratan se aproxima e leva a menina embora. Ana Raio fica intrigada ao ver o relicário no pescoço do tabelião e decide ir atrás dele. Dolores se aproveita da situação e acusa Ana de estar envolvida no contrabando de diamantes. Zé Trovão tenta alcançar o homem que roubou o cavalo de Ana e fica no meio do fogo cruzado do bandido com a polícia. Leopoldo fica furioso ao ficar sabendo o que aconteceu, desconfia de Ubiratan e ameaça acabar com a vida dele. Sem saída, ele acusa Luiza de ter avisado a polícia. Ela confirma e Leopoldo não hesita em matá-la. Maria Lua fica estarrecida ao ver Luiza morta e o pai de arma em punho. Ana chega à casa de Leopoldo no exato momento em que Maria Lua grita desesperadamente que seu pai é um assassino e foge no cavalo de Ana Raio. Ubiratan sai da casa e dá de cara com a peoa que pergunta sobre o relicário. Ele vai embora sem dar explicações e Ana decide seguí-lo. Leopoldo fica estarrecido quando Niltinho diz que Maria Lua fugiu no cavalo de Ana de Nazaré e vai atrás dela.

TERÇA 10/08
João conta para Jesus que Ana foi atrás de Ubiratan porque ele está usando o relicário de Maria Lua. Durante a perseguição, o contrabandista troca tiros com a polícia e Zé Trovão é atingido. Dolores escreve uma carta anônima acusando Ana de estar envolvida no contrabando de diamantes e pede a Daniel que a envie para ao delegado. O peão se recusa a fazer o serviço, mas é obrigado a mudar de atitude quando ela ameaça demiti-lo. João comenta com as irmãs sua desconfiança de que viu Canjerê. Ana alcança Ubiratan e pergunta como ele conseguiu o relicário. Dissimulado, ele diz que ganhou da fazendeira e faz Ana acreditar que dona Amália tinha mais de um, quando ela abre a joia e não encontra a foto que havia colocado dentro. Leopoldo tenta alcançar Maria Lua. Ubiratan, inconformado de ter sido passado para trás, faz ameaças a Mosca. Ana encontra Zé Trovão ferido e o leva para o hospital. O delegado interroga o contrabandista e ele acaba contando que o mandante é o Dr. Leopoldo.

QUARTA 11/08
Leopoldo persegue Maria Lua, que tenta desesperadamente fugir do pai. A polícia vai atrás de Leopoldo, intercepta o veículo e prende o contrabandista. Depois de providenciar que a carta anônima, que incrimina Ana, chegue às mãos do delegado, Daniel recebe de Dolores a incumbência de colocar os diamantes no quarto de Vitória Imperial. Tão maquiavélico quanto Dolores, Daniel decide envolver nessa história seu maior rival, Zé Trovão. Ana leva Zé Trovão para o hospital e visita a velha Biga, que a previne sobre o perigo que sua filha está correndo. Leopoldo chega algemado à delegacia e é levado para uma cela. Ubiratan visita o sócio para dizer que vai contratar um advogado para cuidar do caso. Leopoldo, por sua vez, está interessado em descobrir o paradeiro de Ana de Nazaré. Ubiratan se faz de desentendido e irrita Canjerê. Vitória insiste com Ana para que deixem imediatamente a Chapada, mas ela diz que primeiro quer ir ao hospital para ver Zé Trovão. O delegado encontra a carta que envolve Ana e Vitória no contrabando de diamantes e, imediatamente, dá ordem para que o quarto da empresária seja vasculhado. Ubiratan ouve a conversa e se apressa para prevenir a golpista. Os policiais revistam o quarto de Vitória Imperial e encontram as marionetes recheadas de diamantes. Ela e Ubiratan observam de longe o trabalho da polícia. Ana encontra Dolores e Gorda no hospital e é surpreendida com a chegada do delgado, que lhe dá voz de prisão.

QUINTA 12/08
Ana é levada para a delegacia e fica na cela ao lado de Leopoldo. Ubiratan esconde Vitória e depois vai atrás de Maria Lua. O delegado abre as marionetes e encontra o bilhete que Daniel colocou para incriminar Zé Trovão. O peão é detido e Dolores vai até a delegacia para defendê-lo. O delegado decide fazer um teste grafológico e liberta o peão. Dolores desconfia de Daniel, mas ele nega que tenha colocado o bilhete dentro da marionete. A velha Biga diz para Zé Trovão que a menina que está com Ana Raio não é a filha dela. Intrigado, Zé Trovão volta para o acampamento e, ao falar com Eleomar pelo rádio, descobre que Vitória Imperial é uma estelionatária. Depois flagra a suposta filha de Ana falando com um garoto e descobre que ela se chama Vera. Zé Trovão pressiona a menina e ela acaba confessando, diante de Jesus, que não é Maria Lua.

SEXTA 13/08
Vera confessa que é uma menina de rua e conta que Vitória pagou para que ela se fizesse passar por Maria Lua. A menina conta parte de sua história e deixa Jesus e Zé Trovão comovidos. Na cadeia, Canjerê tem um ataque de nervos e Ana, sem imaginar quem é o homem que está a seu lado, tenta acalmá-lo. Enquanto tudo isso acontece, a verdadeira Maria Lua perambula sem saber o que vai ser de sua vida, agora que descobriu que o pai é um assassino. Jesus conta para João e as filhas a verdade sobre Vera. Zé Trovão decide ir atrás de Vitória Imperial para entregá-la à polícia, enquanto João procura Dolores e pede sua ajuda financeira para pagar a fiança e libertar Ana. Ubiratan insiste em deixar Vitória trancada em sua casa. Depois, vai até a delegacia e tenta inocentar Leopoldo da acusação de contrabando. O delegado afirma que Vitória é a peça chave para resolver a situação de Leopoldo e Ana. Enquanto isso, a trambiqueira aproveita a ocasião para arrombar o cofre, encontra os diamantes e descobre que Ubiratan e Leopoldo são contrabandistas. A golpista foge levando as pedras preciosas e deixa um bilhete de despedida. Jesus visita Ana, mas não conta nada sobre Maria Lua. Ao vê-lo muito emocionado e nervoso, Ana desconfia que está escondendo alguma coisa, mas ele nega. Vera se aproveita de um momento de distração e foge. João fala com Jesus sobre o homem com o rosto marcado que encontrou, e diz que pode ser o mesmo que destruiu a vida de Ana. Ubiratan descobre que Vitória fugiu levando os diamantes. Pressionada por Dolores, Gorda garante que sabe como afastar Ana Raio de Zé Trovão. Zé Trovão visita Ana na cadeia e conta que a menina que ela pensa ser sua filha é uma impostora.

SÁBADO 14/08
Zé Trovão conta tudo que descobriu, mas Ana se recusa a acreditar e está convencida de que aquela menina é realmente sua filha. O peão insiste, diz que Vitória Imperial é uma estelionatária e que acaba de fugir da cidade. Mas só depois de Jesus confirmar tudo que Zé Trovão disse, Ana se convence de que foi enganada pela falsa empresária. Depois de fugir, Vera chega à cabana onde Maria Lua está escondida. As meninas conversam, Vera se recusa a contar o que aconteceu e Maria Lua diz que não pretende voltar para a casa do pai. Zé Trovão conta tudo o que descobriu para o delegado e ele afirma que encontrar Vera é fundamental para descobrir quem é Vitória Imperial e libertar Ana. Maria Lua volta para casa durante a noite para pegar seus pertences e é surpreendida por Ubiratan. Ela se assusta e mais uma vez consegue fugir. Zé Trovão diz para Dolores que foi Vitória quem armou o roubo para incriminar Ana e exige que ela peça perdão à peoa. Zé Trovão, Jesus e João saem para procurar Vera. Com medo de ser encontrada pelo pai, Maria Lua decide mudar de nome e começar uma nova vida. Vera sai da cabana sem saber que ela é a verdadeira filha de Ana Raio.

Comentários encerrados.

Parceiros