SEGUNDA 13/09
Karina está inconformada com o fato de Filomena ser a filha do novo patrão de seu pai. Beatriz, Nicolau, Tito e Clorís são convidados para a reunião no solar. Karina conta a Tito que Querêncio é o herdeiro da fortuna e deixa claro para o noivo que não quer que ele vá ao evento. Diana liga para Guilherme e o consola. Eles dizem um ao outro que estão sentindo saudades. Querêncio diz a Marisa que faz questão que ela vá à reunião. Ellen tenta falar com Guilherme, que não dá brecha nenhuma para conversa. Filomena conta a Ellen que é neta de Madame Durrel. Zuleide chega em casa com um novo corte de cabelo. Carlos aprova o visual da mãe. Teixeira revela a Bruno e Célia que Madame Durrel deixou um documento nomeando Arminda como sua substituta na presidência das empresas. O advogado confessa ao casal que quer destruir o documento. Tanto Bruno quanto Célia dizem que acham que Arminda não tem condição de presidir uma empresa de grande porte. Teixeira explica a Bruno e a Célia que, se destruir o documento, ele pode tentar colocar o engenheiro como presidente da Patrimônio Eterno no Brasil. O advogado deixa claro que não vai ser fácil, afinal Arminda é muito inteligente, mas garante que se traçar uma boa estratégia eles conseguem o querem. Carmem conta a Filomena que ficou arrasada ao saber que o senador se tornou sócio da Folha da Corredeira. Teixeira queima o documento e brinda com Bruno e Célia. Carmem diz a Filomena que vai dizer para Lincon que está a fim dele. Carmem toma coragem e, a sós com Lincon, diz ao jornalista que está a fim dele e que sabe que ele a deseja. Carmem fica só de sutiã na frente de Lincon. O telefone toca, a jovem atende e diz a Patrícia que ela está tendo uma conversa importante com Lincon e que, por isso, ele não pode atendê-la. Patrícia ameaça ir à redação do jornal, mas André a convence a ficar em casa. Furioso, Lincon manda Carmem se vestir e demite a estagiária. Carmem chega em casa chorando muito. Lincon pede desculpas à esposa pelo mal-entendido e conta que demitiu Carmem. Tito busca Karina para ir à reunião. Ela hesita, mas resolve ir, depois da insistência do noivo. Querêncio e Filomena decidem só aparecer na hora da leitura. Ari fica nervoso ao ver Marisa no evento. Beatriz pergunta a Nicolau o que a dançarina está fazendo na reunião.

TERÇA 14/09
Flores encontra Clorís e vai junto com ela à reunião no solar. Tito vê Nicoalu e se afasta, enquanto Karina troca um olhar cheio de intenções com o senador. Marta agradece, discretamente, a Virgílio pelas informações. Arminda fala para todos os presentes que Teixeira vai ler o testamento redigido por Madame Durrel. Virgílio visita Newton na cadeia e conta que a situação da pousada é crítica. Virgílio diz a Newton que tem certeza de que ele e Ellen nada têm a ver com acidente. Ellen pede desculpas a Patrícia pela atitude inconsequente de Carmem e revela que a irmã bebeu além da conta. Patrícia aceita as desculpas e abraça a amiga. Antes que Teixeira comece a ler o testamento, Querêncio e Filomena entram na sala, acompanhados por Arminda. Teixeira lê a parte em que Madame Durrel declara Querêncio como seu filho. Todos se espantam. Querêncio fala para todos que ainda está desnorteado com a notícia. Romeu e Sancha abraçam o pintor. Ari vai embora sem cumprimentar Querêncio. Tito parabeniza Filomena e Karina vai embora. Perturbado, Ari chega à prefeitura e diz a Virgínia que não consegue acreditar no que ouviu na reunião.
Querêncio se declara para Marisa na frente de todos. Ari pede para Ajuricaba retirar a queixa que prestou contra Querêncio e fala para Virgínia mandar flores para os novos milionários da cidade. Irritadíssima, Karina conta para Zuleide que Tito a deixou de lado para cumprimentar Filomena. Para se vingar de Tito, Karina liga para o senador e diz que quer vê-lo. A patricinha conta para Zuleide que transou com o senador. Maliciosa, Marta diz a Ajuricaba que a delegacia nunca esteve tão interessante. O delegado fica furioso. Tito revela a Newton que Karina está com bronca de Filomena. Newton explica para Tito que o único jeito de se safar da acusação é descobrir quem sabotou o avião. Joca diz a Querêncio que ficou feliz ao saber que ele é o herdeiro de Madame Durrel. Arminda leva Joca até a porta e diz que só quis que ele comparecesse à reunião por medo do que poderia acontecer. Sancha fala para Léia e Romeu que o objetivo da operação “caça-cuecas” era descobrir o herdeiro de Madame Durrel. Teixeira explica para Bruno e Célia que agora só lhes resta aguardar o resultado da reunião da diretoria da Patrimônio Eterno. Os três brindam.

QUARTA 15/09
Arminda fala para Filomena que vai precisar da ajuda dela para impedir que as pessoas se aproximem de Querêncio de olho grande na fortuna dele. A executiva explica para a jovem que ela não joga do mesmo lado que Teixeira e Bruno. Teixeira diz a Bruno e a Célia que já acionou contatos para fomentar a resistência ao nome da Arminda na Europa e lançou o de Bruno para assumir o comando da patrimônio Eterno em Ribeirão.
Lincon diz a Patrícia que pediu para Nicolau indicar uma pessoa para o cargo que era de Carmem. Virgílio explica a Tito que ele precisa vender a empresa, mas o aventureiro afirma que está pensando em reabrir a pousada. Célia explica para Karina o plano de Teixeira e Bruno para tirar Arminda da presidência da empresa. Arminda fica sabendo que Bruno ligou procurando Querêncio. Arminda liga para Joca e pede que ele fique atrás de Querêncio. Teixeira e Bruno vão à boate para conversar com Querêncio. Clorís visita Flores e pergunta para Fátima se o professor recebe muitas visitas. Flores chega e vai com Clorís para a biblioteca. Léia briga com Joca e fala para ele não contar mais com a ajuda dela. Teixeira explica a Querêncio que é bom que ele esteja a par de todos os detalhes que envolvem a empresa. Guilherme procura Arminda para saber novidades sobre Diana. Diana lembra de Guilherme e se emociona. Clorís fala para Flores que está muito tensa com a situação da pousada. Léia vai até a casa do professor e diz que quer conversar. Clorís interrompe a conversa dos dois e Flores apresenta as duas. Teixeira fala para Querêncio que a única pessoa em quem madame Durrel confiava inteiramente era ele e diz que Arminda é muito perigosa. Joca entra na boate e observa os três conversando. Flores toma café com Léia e Clorís. As duas trocam algumas “farpas” e Flores tenta contornar a situação. O professor consegue despachá-las, fingindo que tem que atender a um telefonema urgente. Léia diz a Sancha que Clorís não imagina o que vai encontrar pela frente. Clorís diz a Tito que vai se casar com Flores e vai acabar com quem se meter em seu caminho. Arminda fica desconcertada ao ser informada por Teixeira que está havendo reunião da diretoria na Europa. Arminda diz ao advogado que ele tinha obrigação de deixá-la a par da reunião e ressalta que se descobrir que ele andou armando para cima dela ele vai se dar mal.

QUINTA 16/09
Filó explica para Ellen que Arminda insistiu para ela e Querêncio se mudarem para o solar. Ellen aconselha a amiga a tomar cuidado e afirma que Arminda lhe parece uma pessoa perigosa. Querêncio tenta conversar com a filha, mas acaba dormindo. Joca relata para Arminda que Bruno e Teixeira estavam conversando com Querêncio na boate. Léia chega em casa mal-humorada e Joca fica assustado com a fúria da mãe.
Ari procura Bruno para ajudá-lo a desfazer o mal-entendido com Querêncio. Querêncio conta para Filomena que Teixeira e Bruno disseram que Arminda é perigosa. Ari confessa a Nicolau que está preocupado por ter brigado com Querêncio, mas o senador afirma que quem manda na empresa é Arminda, com quem ele tem as melhores relações. Nicolau diz ao prefeito que quem estiver ao lado dele vai se dar bem. Filomena explica para Querêncio que Arminda falou para ela alertá-lo que Teixeira e Bruno são perigosos. Querêncio fala para filha que o professor Flores pode orientá-los. Filomena recebe flores de Ari em nome da cidade de Ribeirão do Tempo. Teixeira explica para Bruno e Célia que a reunião da diretoria não foi conclusiva. Com a ajuda de Elza, Filomena coloca o quadro que Querêncio pintou de Madame Durrel na sala do solar. A jovem coloca as flores que ganhou perto do quadro. Célia diz a Teixeira que devia pedir a separação, mas ele deixa claro que o momento não é adequado para isso. Bruno vai conversar com Arminda, que o acusa de estar tramando contra ela. Ele se faz de ofendido e a executiva afirma que ainda não sabe o que ficou decidido na reunião. André vai até a redação da Folha da Corredeira e diz ao pai que é melhor ele fechar o jornal a ser sócio de Nicolau. Lincon explica que não teve opção. Pai e filho discutem e Nicolau entra na sala de Lincon. André cumprimenta o senador, friamente, e vai embora. André pede para Sérgio pegar Sônia na casa dela e ressalta que essa vai ser a última vez que ele vai precisar ajudá-lo. Autoritário, Nicolau afirma a Lincon que quer o acidente do avião na primeira página da Folha da Corredeira. Newton explica a Ajuricaba que Nicolau tinha interesse em acabar com o negócio de Tito. O delegado afirma que essa suspeita é absurda. Ari deixa para seu trabalho para atender Filomena. Filó agradece ao prefeito pelas flores e ele diz que se a jovem quiser entrar para a política, garante um lugar para ela. O prefeito avisa ainda que vai programar uma homenagem para Querêncio. Alfredo e um várias pessoas vão até a casa de Romeu com duas garrafas de cachaça para comemorar com Querêncio a nova fase da vida dele.

SEXTA 17/09
Ellen explica para Ajuricaba que ela e Newton nada têm a ver com o acidente. Ajuricaba diz que não tem cabimento ele suspeitar do senador. O delegado permite que Ellen veja Newton. Carlos chama Guilherme para jogar videogame, mas Guilherme ignora. Nicolau diz a Arminda que eles são praticamente noivos. Arminda deixa claro que eles ainda têm muito tempo pela frente antes de tomar uma decisão. Sérgio busca Sônia em casa. Ajuricaba chega e oferece cachaça para o jovem, que não tem como recusar. Virgínia ajuda Sérgio a se livrar da conversa com Ajuricaba e diz que vai fazer um almoço para comemorar o aniversário do marido, avisando que faz questão que ele e os pais compareçam. Sérgio diz a André que não vai poder continuar o ajudando. André e Sônia namoram e esquecem dos problemas. Ajuricaba comenta com Virgínia que Sônia e Sérgio estão sempre afastados um do outro. O delegado fala que vai ficar de olho para ver se Sérgio vai levar Sônia em casa. Arminda e Teixeira se cumprimentam, num clima frio. Querêncio fala para todos que nunca vai abandonar seus companheiros. Ele e seus amigos brindam. Arminda, com ódio contido, diz a Teixeira que os diretores da empresa decidiram constituir uma comissão para presidir a empresa, até que o inventário de Madame Durrel seja concluído. Arminda fala para o advogado que houve resistência ao nome dela e ressalta que sabe que ele ajudou na articulação. Os dois conversam em tom de discussão. Nicolau explica para Beatriz que Arminda calha direitinho com os planos dele. Beatriz fica atônita com a frieza do filho, mas deixa claro que o ama muito. André fala para Sônia que se for preciso vai enfrentar o pai dela. André passa de carro com Sônia em frente à casa de Ajuricaba. O delegado observa o carro, mas Sônia consegue se abaixar antes que seu pai a veja. Lincon diz a Patrícia que se André estivesse namorando alguma garota comum ele não esconderia o namoro. Sônia chega em casa com Carmem e empresta um livro de receitas para ela. Ajuricaba fica muito desconfiado. Querêncio vai até o casarão de Flores e diz a ele que precisa de um conselho. Joca conta para Arminda que Querêncio está na casa do professor. Querêncio explica para o professor que pensou em usar a fortuna que herdou para consertar o mundo. Flores fica surpreso com a revelação e diz ao pintor que ele pode contar com sua ajuda. O professor deixa claro para Querêncio que eles devem manter suas conversas em segredo.

Uma resposta para “Ribeirão do Tempo – 13 à 17 set 2010”

  • Anne:

    1) Existem, em algum site ou revista, fotos de todos os artistas que pasticipam desta novela. Eu gostaria muito de saber o nome da artista que faz o papel da namorada do Querêncio. O seu nome é Marisa. Eu queria muito uma foto dela. Vocês poderiam me enviar uma foto dela para o meu endereço de email?
    Vocês estão de parabéns. A novela RIBEIRÃO DO TEMPO é a melhor que eu já assisti. Acho que é para pessoas inteligentes. Vocês precisam fazer mais marketing. Eu a recomendo paratodos os meus amigos.
    Muito obrigada. Sucesso e boa sorte!
    Cordiais saudações,
    Alik

Parceiros