SEGUNDA 20/09
Ellen explica para Ajuricaba que ela e Newton nada têm a ver com o acidente. Ajuricaba diz que não tem cabimento ele suspeitar do senador. O delegado permite que Ellen veja Newton. Carlos chama Guilherme para jogar videogame, mas Guilherme ignora. Nicolau diz a Arminda que eles são praticamente noivos. Arminda deixa claro que eles ainda têm muito tempo pela frente antes de tomar uma decisão. Sérgio busca Sônia em casa. Ajuricaba chega e oferece cachaça para o jovem, que não tem como recusar. Virgínia ajuda Sérgio a se livrar da conversa com Ajuricaba e diz que vai fazer um almoço para comemorar o aniversário do marido, avisando que faz questão que ele e os pais compareçam. Sérgio diz a André que não vai poder continuar o ajudando. André e Sônia namoram e esquecem dos problemas. Ajuricaba comenta com Virgínia que Sônia e Sérgio estão sempre afastados um do outro. O delegado fala que vai ficar de olho para ver se Sérgio vai levar Sônia em casa. Arminda e Teixeira se cumprimentam, num clima frio. Querêncio fala para todos que nunca vai abandonar seus companheiros. Ele e seus amigos brindam. Arminda, com ódio contido, diz a Teixeira que os diretores da empresa decidiram constituir uma comissão para presidir a empresa, até que o inventário de Madame Durrel seja concluído. Arminda fala para o advogado que houve resistência ao nome dela e ressalta que sabe que ele ajudou na articulação. Os dois conversam em tom de discussão. Nicolau explica para Beatriz que Arminda calha direitinho com os planos dele. Beatriz fica atônita com a frieza do filho, mas deixa claro que o ama muito. André fala para Sônia que se for preciso vai enfrentar o pai dela. André passa de carro com Sônia em frente à casa de Ajuricaba. O delegado observa o carro, mas Sônia consegue se abaixar antes que seu pai a veja. Lincon diz a Patrícia que se André estivesse namorando alguma garota comum ele não esconderia o namoro. Sônia chega em casa com Carmem e empresta um livro de receitas para ela. Ajuricaba fica muito desconfiado. Querêncio vai até o casarão de Flores e diz a ele que precisa de um conselho. Joca conta para Arminda que Querêncio está na casa do professor. Querêncio explica para o professor que pensou em usar a fortuna que herdou para consertar o mundo. Flores fica surpreso com a revelação e diz ao pintor que ele pode contar com sua ajuda. O professor deixa claro para Querêncio que eles devem manter suas conversas em segredo.

TERÇA 21/09
Romeu diz a Sancha que está preocupado com o que pode acontecer com Querêncio agora que ele está milionário. Sancha afirma que não há motivos para se preocupar, afinal o que traz problemas é a falta de dinheiro e não o excesso. Flores aconselha Querêncio a não se comprometer com ninguém por enquanto e a se fazer de ingênuo. Fátima pede autógrafo para Querêncio. Joca vê Querêncio saindo da casa do professor. Arminda fala para Teixeira que ele conseguiu prejudicá-la. Os dois trocam palavras ameaçadoras. Tito aceita dar entrevista a Lincon e ressalta que é preciso deixar claro que ele pretende dar a volta por cima. Arminda vai até a casa de Joca e o acorda, deixando Léia irritada. A executiva remexe o armário do detetive à procura de uma roupa mais formal e pede para Léia passar uma blusa para ele. Joca diz a Arminda que Querêncio ficou um bom tempo na casa do professor e depois foi para a casa de Marisa. Diana fica feliz ao ver Arminda e Joca. Ellen dá força para Guilherme, que está aflito com a audiência de Diana. Guilherme diz à mãe que só vai voltar a falar com Carlos quando a polícia apontar outro suspeito. Joca e Arminda aguardam ansiosos a decisão do juiz. Carlos pede para Zuleide levá-lo para visitar o pai. Ela hesita, mas aceita levá-lo. Carlos conta a Newton que Guilherme não fala mais com ele. Newton garante ao filho que vai descobrir quem matou Sílvio. A assistente explica para Arminda que o juiz não decidiu nada sobre a guarda nem sobre a medida sócio-educativa, mas ressalta que não vê motivo para o pedido ser negado. Diana se despede de Arminda e Joca, que dão esperança para ela. Joca fala para Arminda que quando Diana entrar na vida dela de vez não vai adiantar vir com papo de empresária ocupada. Arminda dá ordens para Joca descer do carro em uma rua próxima à cidade, pois não quer ser vista com ele. Teixeira conta para Bruno e Célia que a diretoria decidiu que o engenheiro vai controlar todos os passos de Arminda a partir de agora. O advogado pede para Bruno nomeá-lo como seu assessor. Nicolau vai até a loja de Karina e a beija. Joca vai até a casa do professor. Tito caminha em direção à loja da noiva, Zuleide vê e fica sem saber o que fazer.

QUARTA 22/09
Arminda liga para Filomena e diz que precisa conversar com ela e com Querêncio. Zuleide cruza com Tito e resolve ir com ele até à loja. Zuleide entra gritando e Karina e Nicolau se afastam, sem que Tito os veja. Tito vê Nicolau na boutique e estranha, mas Karina explica que o senador está procurando um presente para a tia dele. Joca pergunta a Flores se ele tem alguma missão para ele e o professor responde que é melhor o detetive se recolher para evitar que a polícia o indicie pela morte do senador Érico. Joca tenta descobrir o que Flores conversou com Querêncio, mas o professor mente que só esteve com o pintor no dia em que o testamento foi lido. Nicolau conta a Nasinho que por pouco Tito não o pegou no maior amasso com Karina. Nicolau manda Nasinho sondar se já é possível fazer a proposta ao Tito. Tito fala para Karina que não gostou de vê-la simpática com o senador. Teixeira entrega uma lista de documentos para Querêncio e avisa que precisa dar andamento no processo de herança. Em nome de Bruno, Teixeira convida Filomena e Querêncio para jantar na casa do engenheiro e da esposa dele. Filó chega e diz ao pai que Arminda também os convidou para jantar. Beatriz liga para Arminda e a convida para jantar. A executiva afirma que está com coisas para resolver, mas diz que elas podem marcar em outro momento. Beatriz confessa a Larissa que não sabe se Nicolau está preparado para casar. Virgílio explica a Nasinho que a situação da pousada está crítica e ressalta que se Clorís ouvir a proposta do senador não vai ter erro, afinal ela é a maior interessada na venda da pousada. Lincon conta a Ellen que será obrigado a publicar uma matéria de capa na Folha da Corredeira sobre o problema na pousada, mas afirma que vai ouvir Newton. Célia diz a Karina que Tito ficou chateado com ela com razão. Lincon conversa com Newton. Tito fala para Karina que ficou grilado porque Zuleide tomou a sua frente para avisar que ele estava chegando na loja. Nasinho aconselha Nicolau a mandar a proposta para Tito sem se identificar. Querêncio e Filó ficam impressionados com a mesa requintada do jantar. Arminda explica como está a atual situação da empresa para Querêncio e Filomena. Filomena liga para Célia e avisa que ela e o pai não vão até a casa dela porque Querêncio não está se sentindo bem. Flores pede para Nicolau ir até a casa dele. Arminda conta a Joca que Bruno e Teixeira estão querendo derrubá-la. Arminda fica sabendo que o juiz lhe deu a guarda de Diana. Arminda e Joca vão buscar Diana na casa de internação.

QUINTA 23/09
Lincon vai até a fazenda de Nicolau e diz a Beatriz que é uma honra se associar à família dela. Nicolau diz a Lincon que a reportagem sobre a pousada ficou muito boa. O senador pede para o jornalista escrever um editorial de apoio ao governo do Estado e avisa que os políticos da região vão destinar uma boa verba de publicidade para a Folha da Corredeira. A assistente social fala para Diana se comportar para não trazer problemas para Arminda.. Teixeira explica para Bruno que para eles é bom que Arminda esteja ocupada com assuntos pessoais. Diana fica encantada com o fato de ter um quarto só para ela e poder convidar amigos para visitá-la. Clorís vai conversar com Tito para saber se está tudo bem com ele, mas os dois discutem. Karina fala para Zuleide que está aflita e não sabe o que fazer para melhorar a situação com Tito. Filomena vai até a casa de Sancha e Romeu e manda Querêncio se arrumar rápido, pois eles precisam ir até a casa de Bruno. Arminda para o carro para Joca saltar e Diana pergunta por que ele não vai com elas até a cidade. Arminda explica que não fica bem ser vista ao lado do detetive. Bruno explica para Filomena e para Querêncio que vai fiscalizar tudo o que Arminda fizer dentro da empresa, porque os diretores não confiam nela. Teixeira e Bruno dizem que Madame Durrel confiava apenas na capacidade profissional de Arminda e afirmam que a executiva tem uma ambição sem limites. Diana fica deslumbrada com o solar. Bruno fala para Querêncio e Filomena que o gerente do banco quer oferecer a eles um crédito ilimitado. Tito visita Newton na cadeia e diz mais uma vez que está do lado dele. Tito revela ao amigo que o advogado acha que pode tirá-lo da prisão em breve. Karina liga para Nicolau e diz que a visita dele provocou um problema em seu namoro com Tito. Ela manda o senador não procurá-la mais, mas ele afirma que Karina não vai conseguir esquecê-lo. Elza mostra a casa para Diana. Nasinho liga para Tito e diz que precisa conversar com ele e com Clorís sobre um assunto importante. Bruno exige que Arminda marque uma reunião com ele. Virgílio pede para Iara dar força à proposta de Nasinho. Nicolau explica a Beatriz que vai comprar as terras de Tito. O senador pede para a mãe apoiá-lo. Léia diz a Joca que não entende como Arminda será capaz de cuidar de uma criança. Diana liga para Guilherme e conta que está morando no solar. Ela pergunta se o amigo quer visitá-la.

SEXTA 24/09
Lílian fica irritada ao ouvir Beatriz e Larissa conversando sobre o jantar que vão oferecer para Arminda. Beatriz confessa à irmã que anda com maus pressentimentos. Flores pede para Sereno ir embora, pois Nicolau vai visitá-lo a qualquer momento. O professor explica que o senador é seu aliado, mas ressalta que algum dia ele vai se tornar uma pedra no caminho. Beatriz diz a Larissa que anda preocupada porque está desconfiando de que Nicolau esteja envolvido com a sabotagem do avião de Silvio, afinal isso é propício para os planos dele. Arminda diz a Diana que ela terá que obedecer algumas regras e a manda ir para o banho. Arminda apresenta Diana a Teixeira. Guilherme fala para Ellen que está feliz por saber que Diana saiu da casa de internação. Arminda ensina Diana a comer da maneira correta. Teixeira conta a Arminda que foi convidado por Bruno para fazer parte da diretoria da empresa. Flores explica a Nicolau que agora tem na mão um bêbado milionário que quer consertar o mundo. Querêncio afirma a Alfredo que herdou a fortuna de Madame Durrel, mas ainda não colocou a mão no dinheiro. O professor revela a Nicolau que eles podem ajudar Querêncio a mudar o mundo lançando a candidatura do pintor para prefeito de Ribeirão do Tempo. Querêncio diz a Marisa que está pensando em morar no solar, mas só vai se ela o acompanhar. A dançarina responde que, por enquanto, é melhor deixar tudo como está. O professor explica ao senador que Joca está se tornando inconveniente e pede para ele providenciar uma matéria na Folha da Corredeira que trate o detetive como herói. Arminda coloca Diana para dormir e confessa à menina que às vezes sente-se muito sozinha. Arminda liga para Joca para dar notícias sobre Diana. Tito e Clorís recebem Nasinho na pousada. O escrevente explica que representa uma pessoa que tem interesse em comprar a propriedade. Tito pede para Nasinho avisar ao interessado que não fará negócio. Clorís e Tito discutem por conta da proposta de Nasinho. Virgílio interrompe a discussão e ressalta que a oferta é excelente, mas Tito diz que não pretende vender a pousada. Arminda vai com Diana até a escola para matriculá-la. Nicolau deixa claro para Lincon que Joca foi o único que levantou uma pista sobre o assassinato do senador Érico e, por isso, deve ser exaltado na reportagem. Nicolau preside uma reunião com Ari, Bruno e dois correligionários e afirma que tem dúvidas quanto à candidatura de Ari.

Comentários encerrados.

Parceiros