SEGUNDA 25/10
Zé Trovão visita Elisa, ganha uma capa bordada com seu nome de presente e a convida para assistir o rodeio. Antes do início da competição, Zé Trovão comenta com Ana Raio seu encontro com o “Garupa” e diz que ele voltou a falar em morte. Ubiratan coloca seu plano em prática e manda entregar um bilhete anônimo a Ana Raio. Numa demonstração de que pretende aceitar o pedido de casamento de Gaudêncio, Malvina vai ao rodeio usando o colar de esmeraldas que ganhou do fazendeiro. Dolores fica furiosa ao ver Verônica na arquibancada e Ranulfo tenta impedir que a “Gorda” a reconheça.

TERÇA 26/10
Leopoldo está ansioso para ficar frente a frente com Ana de Nazaré. Ela, por sua vez, não vê a hora que o rodeio termine para ir ao encontro da “amiga” de Maria Lua e obter alguma informação sobre o paradeiro de sua filha. Com medo de ser reconhecida, Verônica decide deixar o rodeio antes da apresentação do filho. Zé Trovão percebe que Ana está preocupada, mas ela não comenta nada sobre o bilhete anônimo que recebeu. Começa o rodeio, Ana faz uma bela apresentação e vence a competição. Zé Trovão é o segundo colocado e Dolores a grande derrotada. Feliz com a vitória, Ana agora só quer ter notícias de Maria Lua e, sem imaginar que está prestes a cair em uma armadilha, vai ao encontro da suposta amiga de sua filha. Zé Trovão se preocupa com a ausência de Ana e decide procurar por ela. Ana chega ao local do encontro e leva um grande susto quando é atacada por Leopoldo Canjerê.

QUARTA 27/10
Ana cai na armadilha de Leopoldo, luta contra seu algoz, mas é raptada por ele. Rodrigo assiste tudo de longe e segue o carro de Leopoldo. A demora de Ana preocupa seus amigos e eles se dividem em grupo para procurá-la. Ana consegue saltar do carro em movimento, mas é perseguida e capturada por Canjerê. Rodrigo, mais uma vez, assiste a tudo. Usando de violência, Leopoldo agride Ana, ameaça matá-la, e depois a coloca no porta-malas do carro para que não tente fugir outra vez. No momento, Maria Lua tem a sensação de que alguém pede sua ajuda. O cavalo de Ana volta sozinho para o sítio, enquanto Zé Trovão tem mais uma de suas visões e o ?soldado? diz que Ana está nas mãos de Canjerê e sua vida corre perigo. Preocupado com o que possa ter acontecido, Zé segue o cavalo de Ana. Enquanto isso, na cidade, Jesus, Dr. Gaudêncio e todos os amigos vão à delegacia denunciar o sequestro, mas não encontram na autoridade policial interesse em desvendar o caso. Raio leva os peões até o local onde Ana foi capturada. Zé encontra as luvas dela e tem a certeza de que Ana está nas mãos de Canjerê. Mosca leva o carro até um casebre distante. Por lá, Canjerê retira Ana do porta-malas e diz a ela que os dois vão ficar sozinhos no local.

QUINTA 28/10
Zé Trovão volta para a cidade, encontra Rodrigo e pergunta se ele viu Ana. Embora tenha presenciado tudo, o cafetão diz que não viu nada e o peão decide então ir até a delegacia entregar as luvas que encontrou. O delegado diz que não tem gente disponível para a busca e todos os amigos decidem sair à procura dela. Ubiratan chega ao casebre e ouve a conversa entre Mosca e Leopoldo. Depois que Mosca vai embora, Canjerê ameaça Ana com uma faca enquanto ela tenta se livrar das amarras. Ubiratan observa tudo. Ana consegue cortar a corda, pega o facão das mãos dele e luta desesperadamente contra seu algoz. O casebre começa a pegar fogo e Ana domina Canjerê. Ubiratan entra no casebre e atira contra Ana de Nazaré. Leopoldo e Mosca saem do casebre deixando Ana desfalecida no meio do fogo. Ubiratan diz aos dois que vai voltar para esconder o corpo. Verônica diz a Helena que está disposta a correr todos os riscos para ficar perto do filho e decide ir para Treze Tilhas. Leopoldo e Mosca estão planejando fugir da cidade quando são surpreendidos pela chegada de Rodrigo. O cafetão diz que sabe de tudo, chantageia Leopoldo, exige uma grande quantia em dinheiro pelo seu silêncio e ameaça matá-lo se não cumprir o acordo. Zé Trovão cavalga o dia todo tentando encontrar alguma pista do paradeiro de Ana e acaba tendo mais uma de suas visões. A mulher do véu fala em fogo e deixa o peão ainda mais confuso. No caminho de volta, Zé encontra o padre Lisâneas, que comenta sobre uma queimada e ele decide ir até o local. Quando Zé, Andorinha e Niltinho chegam, o casebre está totalmente consumido pelo fogo. De repente, Ubiratan aparece e diz que Ana está lá dentro.

SEXTA 29/10
Desesperado, Zé Trovão arrisca a própria vida para salvar Ana, mas não consegue resgatá-la do casebre todo consumido pelas chamas. Padre Lisâneas avisa João e Jesus sobre o incêndio e eles vão ao local. A notícia se espalha e os amigos se unem para salvar Ana. Dolores fica sabendo que Zé Trovão também está lá e decide ir atrás dele, mas é impedida por Daniel. Ubiratan, cínico, conta para Zé Trovão sua versão sobre os fatos e se coloca na posição de salvador, e diz que fez de tudo para salvar a vida dela. Jesus se desespera ao ver o casebre todo consumido e, quando Zé Trovão lhe entrega o chapéu de Ana ele tem a certeza de que sua filha está morta. A comoção toma conta de todos e os amigos se preocupam com Jesus que está inconsolável. Zé Trovão, inconformado por não ter conseguido salvar a mulher de sua vida, se recusa a deixar o local e, com o olhar triste e perdido, observa os escombros. Convencidos de que Ubiratan foi capturado, Leopoldo e Mosca se preparam para deixar a cidade e se surpreendem quando Ubiratan aparece. Ele conta que não sobrou nada da cabana e que o corpo de Ana foi totalmente consumido pelo fogo. Leopoldo não se convence e decide ir ao enterro para ter a certeza da morte de Ana e diz que não sai da cidade sem Maria Lua. Ubiratan volta a surpreender por seu maquiavelismo quando se aproxima de uma casa isolada de tudo e lá está Ana de Nazaré. Ela pergunta o que está fazendo naquele lugar e ele diz que a salvou de morrer nas mãos de Canjerê. Ubiratan mente mais uma vez ao contar como tudo aconteceu, a convence de que está viva graças a ele e diz que todos precisam continuar acreditando que ela está morta. Ana não quer mentir para sua família e seus amigos, mas está nas mãos de Ubiratan.

SÁBADO 30/10
Em uma cerimônia triste e comovente, o corpo de Ana é simbolicamente sepultado. Ubiratan comparece ao enterro e nesse momento descobre-se qual o real interesse dele em salvar Ana das garras de Canjerê. Leopoldo e Mosca assistem a tudo de longe e agora ele está decidido a encontrar Maria Lua. Helena conta para Verônica e Maria Lua que Ana Raio morreu. Jesus reúne a família e diz ter certeza que Ana gostaria que eles enfrentassem a vida com coragem. João, diante de Marilda, abre seu coração e diz, diante de todos, que abandonou todos os seus sonhos para viver o sonho de Ana e não sabe o que será de sua vida sem estar perto da única mulher que amou na vida. Lina ouve uma conversa entre Rodrigo e Ubiratan e descobre que Leopoldo está atrás de Maria Lua e que Ubiratan está envolvido com ele. Rodrigo faz ameaças e diz que se não receber o dinheiro que lhe foi prometido vai mandar os três para a cadeia. Marlene diz a Andorinha que já entregou o dinheiro para Rodrigo e que pretende arrumar um emprego e ficar morando na cidade. Inconformado com a morte de Ana, Zé Trovão vai até a cidade atrás de Canjerê e diz a ?Gorda? que não vai sossegar enquanto não mandá-lo para a cadeia. Dolores pede a Flor que volte para sua companhia, mas ela se nega. Lina conta a conversa que ouviu para Marlene e ela decide ir até o local onde Maria Lua está para protegê-la. Mas o perigo está muito perto de Maria Lua, que é observada por Mosca e Rodrigo.

Comentários encerrados.

Parceiros