SEGUNDA 11/10
Alma, montada em um cavalo, passeia pela fazenda Brisas e aproveita para roubar umas frutas para depois vendê-las. Depois, resolve tomar um banho de rio e deixa suas roupas e fruta ás margens do rio. Casualmente, João Paulo,a dministrador da fazenda, passa por alí e se aproveita para tirar fotos da moça nua, no rio. Em seguida, ele diz saber que ela anda roubando as frutas e que ameaça levar as roupas de Alma com ele. Porém, ele vai embora e deixa a garota em paz. Na casa de Fucha, ela fala barbaridades de Alma, dizendo que a garota é uma mal educada, uma selvagem. Jasmin, por sua vez, tenta acalmar a avó e defende a irmã, por mais que sejam do mesmo sangue, mas foram criadas juntas. Porém, Fucha lamenta ter aceitado ficar com Alma em troca de dinheiro… E promete lhe dar uma lição quando a garota chegar em casa. Enquanto isso, Patricio Sorrento, do da fazenda Brisas, fala por telefone com Estevão, que está em Madrid a negócios, a espera da prima Abigail para jantar. Ao sentarem à mesa, ela lhe conta que sua fortuna foi-se embora pela má sorte nos cassinos. Na casa de João Paulo, sua mãe, Caridade, que está em uma cadeira de rodas, recorda com Carmela o dia em que um ladrão invadiu sau casa e, ao disparar a arma, a deixou paralítica… Depois, as duas comentam sobre o custo da cirurgia que poderia fazê-la voltar a andar. Dubraska, filha de Patrício, pede ao pai para que a deixe se casar com João Paulo, já que assim, poderá esconder seu segredo… No campo, Alma joga baisebol com uns amigos. Ela é boa batedora e um dos rapazes, sentindo inveja da garota, a provoca com xingamentos. Então, ela lhe dá um “direto” na cara. Abigail, depois de falar de sua má sorte, pede um empréstimo para Estevão, mas ele nega. Ela diz que, agora, pretende arrumar um marido rico, ficar viúva para herdar sua fortuna. Em casa, Caridade pede a João Paulo que se case e lhe netinhos, mas ele responde que enquanto não conseguir o dinheiro necessário para a operação de sua mãe, não se casará. Enquanto isso, Monica e Nicanor estão prestes a fazer amor, pois, se entregam ardentemente. Na piscina, Debruska é surpreendida por Fernando, que lhe dá um beijo apaixonado. Ela discute com ele, pois, ninguém pode vê-los juntos, afinal, ele é o empregado quem cuida dos cavalos e pai de sua filha. Se Patrício os pega, é capaz de matar Fernando. Gertrudes vai até o escritório de Patrício, seu cunhado, para saber de Mônica, sua filha. Ele responde que não sabe dela e promete que, da próxima vez, irá acompanhá-la quando for levar flores ao túmulo do irmão. No campo, Nicanor e Mônica são flagrados por Alma e decidem que devem achar uma forma de matê-la quieta, caso contrário, poderá arruinar o casamento de Mônica. Então, Nicanor surpreende Alma e pergunta o que ela viu. Cecília, por sua vez, insiste para que seu filho, Beto, a apresente aos pais de sua noiva, Mônica. Depois, Cecília recorda o dia em que deu a luz a sua filha e sua mãe a tirou de seus braços, dizendo que a criança era um “fruto do pecado”. Então ela se entristece a Danilo, seu marido, que acabou de chegar, pergunta se ela está bem. Nicanor insiste contra Alma e pergunta se ela viu ele e Mônica juntos. Mônica, por sua vez, conta para sua mãe que foi flagrada em sua aventura com Nicanor. Gertrudes, só, se revolta, já que seus planos de casar com Beto não dão certo e, assim, não sairão da pobreza. Alma, finalmente chega em casa e Fucha quer “arrancar sua pele”. Diz que ela é uma praga e só a aceita em casa por causa de sua neta Jasmin. Depois, Jasmin e Fucha saem para trabalhar e Alma fica sozinha em casa. Então, Nicanor se aproveita e invade a casa de Fucha para se vingar de Alma. João paulo, preocupado com a mãe, lhe conta que irá pedir um empéstimo ao seu patrão para poder fazer a operação. Enquanto isso, Nicanor briga com Alma e deixa incosciente, para depois, por fogo na casa. Patrício chama João Paulo para conversar e diz ver com bons olhos a aproximação dele com sua filha. Em seguida, dá sua permissão para pensarem em casamento. Cecília recebe a visita de Amanda, fiel amiga e única que sabe sobre o segredo de sua filha. Fernando, vendo a casa em chamas, entra e consegue salvar Alma. Porém, os vizinhos, incitados por Nicanor, a chamam de bruxa e ameaçam linchá-la, mas, Alma escapa. Angustiada e confusa, a garota vaga pelo campo até entrar na fazenda Brisas, onde encontra um refúgio para passar a noite. Pela manhã, João Paulo a descobre e ao aouvir sua história, propõe que fique e aceite trabalhar cuidando de sua mãe enferma. Receosa, Alma acaba aceitando o convite. Então, João Paulo consola a garota, quando, repentinamente, chega Dubraska, que imediatamente pede explicações e destrata Alma.

TERÇA 12/10
Depois de Dubraska maltratar Alma, João Paulo lhe pede que não seja desrespeitosa com a garota. Fucha, ao ver sua casa destruída pelo fogo, cai em prantos e culpa Alma, mesmo depois de Fernando contar que Alma não teve culpa alguma. Leo, por sua vez, conseguiu salvar, ao menos, o baú de roupas de Fucha e das netas, enquanto Téo não comentou nada sobre quem incendiou a casa. Depois do atentado, Nicanor conta para Mônica que Alma não viu seu rosto e que ela não deve mais voltar ao vilarejo, pois, todos a chamaram de bruxa e queriam linchá-la. Dubraska, por sua vez, segue encrencando com Alma e João Paulo tenta acalmar os ânimos. Depois, João Paulo conta para o Sr. Patrício a história de Alma, o que aconteceu com sua casa e a apresenta para ele. Alma diz não quer voltar ao vilarejo, já que a mulher que a criou é má com ela e vai acusá-la de ter incendiado a casa. Então, Patrício pede a João Paulo que não leva Alma para sua casa afim e cuidar de sua mão, mas oferece para que ela fique na fazenda, até que resolva o que fazer. Assim, Alma fica na estância. Fucha pede abrigo para Carmela e Fernando, mas logo a velha exige um quarto só para ela e Jasmin, depois, começa a querer mandar em tudo. Enquanto isso, Beto e Jaimin se conhecem e Cecília, em sua solidão, se pergunta a quem sua mãe entregou a menina que a quem ela deu a luz e como sua filha foi criada… E recorda quando era apaixonada por Patrício, o pai da criança. Depois, conta para Amanda como sua mãe a obrigou a dar a luz isolada e como tirou a criança de seus braços. Na fazenda, Susy mostra para Alma seu quarto, que se emociona, pois, a garota nunca havia dormido em uma cama. Depois, Susy tenta ajudá-la a tomar banho e Alma faz um escândalo. Dubraska, ao saber que seu pai convidou Alma para ficar na fazenda, mesmo que por um tempo, fica furiosa. Mônica, também, já que Alma a flagrou com seu amante. Gertudes decide contar para Patrício que viu Fernando cortejando Dubraska. Então, Patrício chama Dubraska e avisa para que não se encontre mais com Fernando as escondidas e que se ele aparecer na fazenda irá matá-lo a tiros. Porém, mesmo com as ameaças, ela responde que ama Fernando. Enfim, Lupe dá um para de sapatos para Alma e em seguida começa a ensinar boas maneiras para a garota. Depois, diz que Alma deve ser grata ao Sr. Patrício que nem todos, na fazenda, são pessoas más. Mais tarde, Gertrudes, após conhecer Alma, avisa João Paulo que será impossível conviver com a garota. Ele comenta que ajudará a garota e pede paciência a Gertrudes. Susy descobre que Alma não sabe ler, mas João Paulo, depois de fazer compras para a hóspede, propõe ensiná-la a ler e a escrever. Na casa de Carmelo, Fucha come vários pastéis que estavam separados para serem vendidos e se mostra uma visitante mal educada. Já Jasmim, decide procurar emprego em alguma casa de ricos. Ao voltar das compras, Alma é abordada por Nicanor, que escondido, a ameaça e quer saber o que ela faz naquela casa. João Paulo decide pedir o empréstimo ao seu patrão, Patrício, para poder operar sua mãe e Patrício lhe oferece meio milhão de dólares. Porém, em troca desse dinheiro, quer que João Paulo se case com Dubraska.

QUARTA 13/10
Patrício oferece dinheiro a João Paulo em troca de que se case com Dubraska, afim de que todos pensem que a filha dela é de João Paulo. Alma segue como uma hóspede indesejada e Gertrudes e Mônica só fazem maltratar a garota. Então, João Paulo a defende, assim como Patrício, que ordena a todos tratarem Alma como se fosse da família. Enquanto isso, Dubraska alerta Fernando que seu pai o matará se ele aparecer por lá novamente e pede para que ele não se arrisque, nem para ver a filha de ambos. Fucha, a procura de emprego para a neta Jasmin, acaba batendo na casa de Patrício Sorrento e, ao descobrir que Alma está vivendo alí, tenta bater na garota, acusando-a de ter queimado sua casa. Porém, Lupe defende Alma. Teo, por sua vez, vai até a fazenda Birsas para ver Alma e leva Florentina, a vaca, junto. De repente, se arma uma tempestade e ele vai embora correndo para não pegar chuva, deixando a vaca com Alma. Enquanto isso, Fernando propõe a Dubraska para que fujam, ele, ela e a filha… Mas Dubraska não concorda, pois, não quer ser deserdada pelo pai. Na Espanha, Camilo se reúne com Estevão para tratarem de negócios e lhe apresenta sua prima, Abigail. Rapidamente, a moça se “atira” sobre Camilo, pensando em se aproveitar do seu dinheiro. Enquanto isso, Danilo revela ao seu filho adotivo, Beto, que está sofrendo de uma doença grave… Feche, vendo a sorte no tabaco, “lê” que Alma herdará uma grande fortuna. João Paulo avisa Dubraska que irá ensinar Alma a ler e a escrever, mas ela não gosta nada disso, é claro. Danilo, vendo Cecília tristonha, sugere que ela adote uma menina, mas isto deixa a mulher mais chateada ainda. Alma, inocentemente, leva a vaca para dentro de casa, afim de protegê-la da chuva. Quando Gertrudes vê o animal o meio da sala, chama Patrício aos gritos e pede que ele tire a vaca imediatamente para fora.

QUINTA 14/10
Nicanor, ao saber que Teo o viu ateando fogo na casa de Fucha, ameaça o rapaz de morte, caso conte o que sabe. João Paulo começa a ensinar alma a ler e a escrever e, com isso, Alma pensa que ele pode se interessar por ela. Enquanto isso, Gertrudes e Mônica tentam pensar em um jeito para tirarem Alma da casa de Patrício. Mais tarde, depois de pensar na conversa que teve com o Sr. Patrício, João Paulo decide aceitar os 500 mil dólares em troca de se casar com Dubraska, assim, poderá pagar a cirurgia de sua mãe e fazer com que ela volte a andar. Na hora do jantar, Patrício convida Alma para sentar-se a mesa com a família, mas, Mônica a provoca e as duas acabam discutindo e jogando o prato de comida uma na outra. Beto, por sua vez, acaba levando Jasmin para trabalhar de arrumadeira em sua casa e Cecília acaba contratando a jovem. Na Espanha, Camilo convida Abigail para tomar um drink em sua casa. Ele a presenteia com um anel e depois mostra sua coleção de diamantes, o que deixa a interesseira de “boca aberta”. Patrício tenta ensinar bons modos a Alma e contrata uma pessoa para ajudá-la, porém, ao ver o quão chucra Alma é, esta pessoa desiste, antes mesmo de começar. Depois de aceitar o dinheiro para se casar com Dubraska, João Paulo exige que ela revele seus segredos, pois, ele suapeita que Fernando seja o pai da filha dela. Porém, a jovem não confessa nada. Alma, pensativa, agora deseja saber quem são seus verdadeiros pais… Enquanto isso, Fucha volta a casa da fazenda Brisas e ao ver Alma dentro de um carro, começa a discutir com ela e se joga sobre o veículo. Assim, acabam batendo o carro novo de Leon. Ele ameaça chamar a polícia e as duas saem correndo. Depois do acidente, Alma não sabe o que saber e acredita que sua estada na casa de Patrício está terminada.

SEXTA 15/10
de bater o carro do Sr. Patrício, Alma pede a Fucha para acompanhá-la e contar o que aconteceu, mas, Fucha foge. Jasmin, entusiasmada com seu emprego novo, liga para Carmela para lhe contar a novidade e diz que está se interessando por Beto. Carmela, experiente, alerta Jasmin que não é bom para uma moça pobre se apaixonar por um homem tão rico… Beto pensa na doença de seu pai, quando entra Jasmin para fazer a faxina. Então, ele lembra que, por mais que ela seja empregada da casa, seu desejo é de que sejam amigos. Fernando, enfim, comenta com sua avó que irá procurar emprego e ela o repreende por ter colocado o olho na filha de seu ex-patrão, Dubraska. Nesse momento, chega Léo, irmão de Fernando, vindo de Acapulco e conta sobre o acidente com o carro. Diz que gostaria de encontrar as responsáveis e colocá-las na cadeia. Alma encontra João Paulo e também conta sobre a batida do carro. Com medo, ela não quer voltar a fazenda, mas João Paulo diz que irá junto com ela para contarem o que aconteceu para o Sr. Patrício. Assim, quando João Paulo vai montar em seu cavalo, ele e Alma se olham profundamente… Enquanto isso, Fucha conversa com Ramon, diz que agora quer ser rica e pensa num plano para se aproveitar de Alma, já que ela está entre os ricos da região. Leon, por sua vez, convida Fernando para trabalhar num novo mercado, que estará abrindo em breve. Na casa de Patrício, Alma e João Paulo contatm sobre o acidente de carro, então, Mônica e Gertrudes isnistem para que Alma seja expulsa da fazenda. Porém, do outro lado da porta, Suzy escuta tudo e fica intrigado porque o Sr. Patrício sempre perdoa as peraltices da selvagem Alma… Enciumada dos privilégios que a visistante conquisatou, Suzy, agora, só quer que ela vá embora da fazenda de uma vez por todas. Caridade, por sua vez, conta para sua amiga, Carmela, que João Paulo conseguiu um empréstimo junto ao seu patrão para que ela possa fazer a cirurgia. Em Madrid, Abigail aceita ir ao teatro com Camilo, mas o que deseja é sua coleção de brilhantes. No momento oportuno, Ela empurra Camilo pelas escadas e ele cai incosciente. Então, pega as chaves em seu bolso, entra em seu apartamento e lhe rouba as jóias. Depois, volta a por as chaves no bolso da vítima e grita para pedir ajuda, fingindo que tudo foi um acidente. Na fazenda, Mônica e Gertrudes provocam o ciúmes de Dubraska ao avisarem a garota que João Pualo está ensinando Alma a ler e a escrever. Ela, então, arma um escândalo contra Alma e João Paulo a repreende, para depois lembrar que sabe de seu segredo e questiona sobre quem é o pai da filha de Dubraska. Porém, ela não revela nada. Depois, já em seu quarto, Alma chora, pois, agora sabe que João Paulo e Dubraska irão se casar… Camilo, internado em um hospital, está em estado grave. Estevão chega e, vendo a situação, corre para avisar os filhos de Camilo, pois, ele corre perigo de vida. Fucha segue seu plano de tirar proveito de Alma e liga para ela. A intenção da mulher é fazer com que Alma vá até a casa de Otília, com a promessa de que ela ajudará a garota com o carro batido do Sr. Patrício. Leon, por sua vez, encoraja Fernando a pegar Dubraska, a filha e fugirem juntos, para longe dalí. Em Madrid, Camilo desperta e ao ver Abigail, tenta agarrá-la aos gritos de assassina. Depois, ele a acusa de ladra e criminosa. Desesperada, ela reage e asfixia Camilo com uma almofada. Enquanto isso, Fucha vai até a casa de Carmela e ao entrar, aos gritos, Leon a reconhece como a culpada pelo acidente de carro. Então, ela se defende e joga a culpa contra Alma. Dubraska, enfim, leva João Pualo para conhecer sua filha, que se encontra aos cuidados de uma enfermeira em um dos vários quartos na casa. E João Paulo promete cuidar da criança como se fosse realmente sua. Mais tarde, Dubraska chora sozinha em seu quarto por amor a Fernando, que neste momento liga para ela e pede para o encontre. Estevão volta ao hospital, entra no quarto onde está Camilo e já o encontra morto. Sem saber que Abigail acabou de esfixiar o amigo, Estevão consola a prima… Alma, por sua vez, vai até a casa de Otília para resolver o problema com o carro do Sr. Patrício e Otília tenta convencê-la a trabalhar no comércio. Porém, Alma não aceita e Otília a ameaça. Então, comçam a se empurrar.

SÁBADO 16/10
Depois de cair na Armadilha de Fucha e Otília e ser ajudada por Ramon, Alma se dá conta do golpe que queriam lhe aplicar. Leon pergunta a sua avó porque Fucha está morando com ela e diz que quer encontrar a tal de Alma para que pague os danos em seu carro. Suzy, por sua vez, aconselha João Paulo não se envolver tanto com Alma, pois, além de ser um mero empregado, é noivo da filho do patrão. Depois, tenta convencê-lo de que o plano da garota é se casar com o Sr. Patrício e ser a dona da fazenda Brisas. Porém, ele responde que Alma tem Patrício como a um pai. Já na casa de Beto, Mônica conta aos pais dele, que perdeu o pai e desde então, mora com a mãe na casa do tio. Então, Cecília descobre que o tio de Mônica, Patrício Sorrento, é seu antigo noivo e desmaia. Enquanto isso, Paulo e Gertrudes comentam sobre o plano de Mônica se casar com um filho de milionários, o qual já tem como noivo, pois, assim, deixarão de ser o lado pobre da família. Gertrudes logo diz o nome de seu futuro genro e Paula descobre que ele é seu neto, mas diz que nem o conhece. Paula lembra de quando se desfez de sua neta, entregando-a para Fucha… Na ocasião, disse que sua filha queria batizar a criança com o nome de Alma. Cecília, recuperada do desmaio, não pode acreditar que o tio de Mônica seja o pai de sua filha perdida. Em seguida, ela conta a novidade para Gertrudes, que comenta que Patrício, seu cunhado, não deve saber da existência desta outra filha, pois, assim, não terá que mudar seu testamento. Alma, por sua vez, revela para Lupe que está interessada em um homem noivo… Depois diz que é João Paulo. Nicanor volta a ligar para Mônica e exige que ela vá ao seu encontro, caso contrário, contará toda a verdade para Beto. Então, ela inventa uma desculpa e deixa a casa de Beto. Ao encontrar Nicanor, que está bêbado, Mônica o repreende por chamá-la desse jeito. As notícias correm e Danilo já comenta com Cecília que seu tio, Patrício, hospeda e protege uma moça chamada Alma, enquanto Gertrudes conta para Mônica sobre a filha perdida de Patrício. Cecília, por sua vez, comenta com Amanda que é muita coincidência que o nome da protegida de Patrício seja o mesmo nome com o qual desejou chamar sua filha perdida… Depois, Gertrudes e Mônica falam sobre o quão prejudicial seria para Mônica se a filha perdida de Patrício aparecesse… Nesse momento, entra Patrício e lhes pergunta sobre que filha perdida estão falando, mas elas mentem que falam da filha de Dubraska. Fucha volta a procurar Alma e usa de violência para convencer a garota a trabalhar no emprego que arrumou, mas Alma se impõe e não aceita. Então, Feranando e Leon criticam Fucha por agir desta maneira agressiva contra Alma. Depois, Fernando, intrigado, pergunta a Fucha sobre Alma, pois, quer saber sua origem. Patrício e Gertrudes contam para João Paulo e Dubraska que já prepararam o casamento e dizem que devem viajar em lua-de-mel, ficando um ano fora, para voltarem, então, com a filha nos braços. João Paulo conta para Alma sobre o casamento e ela pergunta se ele ama Dubraska. João responde que não, mas em breve a amará. Alma não entende como ele pode se casar sem amor… Enquanto isso, Otília cobra de Fucha o dinheiro que lhe deu para que Alma fosse trabalhar para ela e faz a avó da garota prometer que entregará Alma para ela. Alma, por sua vez, ouve João Paulo prometer a Dubraska que a fará esquecer do homem que ama e sofre ao vê-los se beijando.

Comentários encerrados.

Parceiros