SEGUNDA 8/11
Mário e Joca lembram das travessuras que aprontavam quando eram estudantes. Joca diz ao amigo que está precisando de uma arma. Léia fala para Flores que está aflita, pois estão querendo matar Joca. Flores explica a Léia que ela tem que procurar saber quais são os planos de Joca e a consola. O detetive atrapalhado explica para Mário que quer a arma para se defender pois tem gente querendo matá-lo. Mário dá ao amigo uma arma que não é legalizada. Lílian diz a Nicolau que a hora que quiser pode tirar a licença. Nicolau garante a Beatriz e a Larissa que Lílian vai sair da fazenda em breve. Em reunião com Bruno, Teixeira e mais três executivos, Arminda avisa que foi marcada a audiência pública para a discussão do resort. Ellen explica a Patrícia que a Secretaria do Meio Ambiente se opõe a algumas partes do projeto. Tito passa a lista dos credores que devem receber para Iara. Beatriz pergunta a secretária de Arminda como é a vida profissional da executiva. Nicolau diz a Lincon que não tem tempo para cuidar do jornal, então vai colocar Lílian para trabalhar como sua representante. Beatriz fala para Arminda que Nicolau precisa dela, pois é muito sozinho e a aconselha a casar-se logo com ele. Ari faz campanha eleitoral na praça. Ari pede a Flores apoio para sua candidatura. Querêncio pinta uma tela, concentrado. Flores explica a Ari que precisa ouvir os dois lados antes de decidir qual vai ser o voto dele. Ari conversa insinuante com Fátima. Tito conta à Filomena que está tudo certo no banco. Passam-se alguns dias. Karina vê o convite de casamento de Tito e Filomena e briga com a mãe por ela ter escondido o convite.

TERÇA 9/11
Filó confessa a Arminda que está nervosa com o casamento e a agradece pela ajuda na organização da festa. Karina diz a Célia que o casamento de Tito e Filomena é uma farsa. Nicolau apresenta Lílian aos funcionários da Folha e a Lincon, que a recebe gentilmente. Nicolau diz a Lincon que quer a matéria sobre o casamento de Tito e Filó na primeira página do jornal. Querêncio, finalmente, aceita entrar com Filó na igreja no grande dia. Joca exige que a polícia lhe dê informações sobre as investigações do atentado. Ajuricaba manda que ele traga Bill para depor. Irritado com a incompetência da polícia, o detetive afirma que vai descobrir quem é o assassino. Léia liga para Flores e pede para ele acompanhá-la no casamento de Tito e Filomena. Sem ter como recusar, ele aceita. Filomena vê os funcionários arrumando o salão para a cerimônia e fica maravilhada. Tito chega de São Paulo com Newton e conta a Virgílio que contratou o avião. Tito convida Iara para ser madrinha de seu casamento e ela aceita. Clorís pede para Flores acompanhá-la no casamento de Tito. Querêncio pega seu quadro misterioso no ateliê e sai com ele. Flores sai da biblioteca com Clorís e os dois cumprimentam Querêncio, que está na sala. A sós com o professor, Querêncio diz a ele que pintou a tela depois de ter uma visão e pede para deixá-la na casa do amigo. O pintor mostra sua obra: trata-se da figura de um homem fardado, com barba, segurando um pincel em vez de uma espada. Filomena e Diana ensaiam a entrada até o altar. Newton fala para Tito para eles comemorarem o casamento, mas o empresário diz que não há nada para festejar. Filó faz uma despedida de solteira no Agito e leva Diana. Filó ganha um chá de lingerie das amigas. Marisa explica a Querêncio que não vai ao casamento, pois é uma mulher marcada e não pode ir a certos lugares. Querêncio insiste para a namorada acompanhá-lo, mas ela afirma que não vai. Motivado pelo manifesto do Comando Invisível, André fala para Sérgio para eles convocarem uma manifestação na praça no dia da audiência. Diana cumprimenta André e Sérgio e comenta com Filó que acha o filho de Lincon um gato. Filomena fica espantada com a lingerie que ganhou de Carmem. Clorís fica assustada ao ver a primeira página do jornal. Filomena, já maquiada e com o cabelo pronto, se prepara para colocar o vestido.

QUARTA 10/11
Iara lê o jornal, que traz na primeira página a manchete ?Conto de fadas ou golpe do baú??. Clorís mostra a Folha da Corredeira para Tito, que fica furioso. Joca diz a Arminda que vai falar com Lincon sobre a reportagem. Ellen e Carmem ficam encantadas ao verem Filó arrumada. Beatriz fala para Nicolau que a reportagem que a Folha publicou é um desrespeito. Ele diz que o jornal é um negócio como outro qualquer e que precisa vender. Bruno sugere a Teixeira que eles traduzam o artigo e enviem para a Europa para a diretoria ver o que Arminda vem apoiando. Zuleide aconselha Karina a não ir ao casamento de Filomena e Tito. Karina confessa a amiga que convenceu Nicolau a dar uma manchete maldosa sobre o casamento. Bruno e Célia chegam e são recepcionados por Arminda. Ajuricaba pede para Marta mandar o investigador Cardoso encontrá-lo na esquina de sua casa. Guilherme fala para Diana que ela está linda. Joca elogia Arminda, que se afasta dele. Sancha ajuda Querêncio a se arrumar. Cardoso entra no carro de Ajuricaba, que dá ordens para ele seguir os passos de Sônia. Léia espera por Flores ansiosamente. Nicolau chega ao solar e beija Arminda, que evita um beijo mais ardente. Querêncio chega à casa de Ellen e diz a Filó que ela está linda. Tito fica assustado ao ver Karina. Arminda fala para Carmem que o motorista ligou dizendo que o pneu furou, mas contou que já está trocando. Fátima entrega um bilhete de Flores para Léia, em que o professor diz que não vai poder ficar ao lado dela, mas fala que depois explica o porquê. Flores encontra Clorís próximo ao solar e vai com ela ao casamento. Sônia sai de casa e Cardoso a segue. Querêncio e Filomena entram no solar e param diante da juíza.

QUINTA 11/11
Filomena e Tito estão diante da juíza, que fala sobre a importância do casamento. Marisa explica para Esculápio que não foi ao casamento, pois o solar não é lugar para ela. Filomena lê um poema romântico. Ela e Tito colocam as alianças um no outro. André e Sérgio estão reunidos na praça com um grupo de jovens discutindo sobre a última mensagem do Comando Invisível quando Sônia chega e beija o namorado. Cardoso chega um pouco depois e fica observando os jovens. A juíza declara Filó e Tito casados. Karina esbarra numa jarra de vinho e chama a atenção de todos. Cardoso liga para Ajuricaba e diz que Sônia está com uns amigos conversando em uma praça. Léia cumprimenta Clorís e Flores e dá uma alfinetada neles. Nicolau cumprimenta Tito e Filó. Tito fica irritado. Ari discursa na festa de casamento. Ajuricaba dispensa Cardoso e vai atrás da filha. Sônia está abraçada com André, que se esconde assim que vê o delegado. Nicolau avisa aos convidados que o futuro prefeito de Ribeirão vai falar. Querêncio diz algumas palavras bonitas. Sérgio explica a Ajuricaba que eles estão organizando uma homenagem surpresa ao diretor do colégio. Lílian vai até a Folha da Corredeira e diz a Lincon que está preocupada com a função dela no jornal. Karina faz um brinde ao casal, elegante, mas venenosa. Ajuricaba conta a Virgínia que montou uma campana para vigiar Sônia. André propõe a Sônia que eles abram o jogo com Ajuricaba. Lílian conta a Lincon que se sentiria útil se pudesse ser secretária dele. O jornalista gosta da ideia. Filó percebe que Ellen está triste e diz a ela que logo o pesadelo vai passar. Marisa chega ao casamento no final da festa. Zuleide ampara Karina que não se contém e explode num choro. Arminda pega o buquê de Filomena e sorri sem jeito. Nicolau se empolga e anuncia que em breve vai se casar com a executiva. Joca quase desmaia.

SEXTA 12/11
Virgílio explica a Nasinho que o empréstimo não resolve todos os problemas da pousada. O escrevente propõe que eles pensem em uma forma de fazer os hóspedes detestarem a pousada e saírem falando mal. Joca vai embora da festa chateado. Tito e Filó entram no carro sob uma chuva de arroz. Filomena revela ao marido que está muito feliz. Sônia diz a André que precisa de tempo para enfrentar o pai. Os dois se beijam com paixão. Joca vai para o ?Já Era? e enche a cara de cachaça. Querêncio diz a Marisa que ficou feliz por ela ter ido ao casamento. Léia conta a Sancha que não engoliu a história de Flores ter sido obrigado a fazer companhia para Clorís. A festa acabou e Nicolau está recostado no sofá. Arminda pede para o senador ir embora. Bruno confessa a Célia que Arminda vai ficar mais poderosa se casar com Nicolau. Ajuricaba fala para Sônia que achou estranha a reunião dela e dos amigos e os dois discutem. André fica radiante ao saber que os pais vão entrar de férias. Filó pede para Tito levá-la no colo até o quarto. Tito explica para Filomena que resolveu colocar duas camas de solteiro no quarto para deixá-la mais à vontade. Ela disfarça a frustração. Arminda lembra de Nicolau anunciando o casamento deles e joga um objeto contra a parede, assustando Diana. A jovem vai conversar com a executiva e as duas se abraçam. Filomena veste uma camisola sensual e se depara com Tito dormindo. Joca, bêbado, afirma que não vai amar nunca mais. Romeu e Alfredo levam Joca em casa. Léia coloca o filho para dormir. Filomena tem um pesadelo com Karina e quando acorda vê a cama de Tito vazia.

Comentários encerrados.

Parceiros