SEGUNDA 31/01
Sereno pergunta a Joca se ele fará parte do governo de Querêncio e ele nega. Sereno debocha de Joca. Alfredo comenta com o detetive que sentirá falta de Querêncio no bar. Joca diz a Alfredo que é capaz de o pintor mudar o gabinete para o bar e os dois brindam. Os mais íntimos de Querêncio e Marisa comemoram o casamento deles e Filomena propõe um brinde ao casal. Sancha diz a todos que sentirá falta do pintor em sua casa. Esculápio diz que sentirá falta de Marisa na boate e Vera concorda. Diana também decide fazer um brinde e implica com Arminda, que disfarça. Querêncio diz a todos que sua vida será diferente do que era antes. Marisa conta a Querêncio que não se sente à vontade indo morar no Solar e que não tem vocação para ser dona de casa. Ele a convida para trabalhar na prefeitura e ela diz que quer distância de política. Karina pede para Zuleide mostrar as fotos dela com Tito. Zuleide alerta Karina de que as fotos podem cair na mão do senador e Karina diz que caso aconteça ela saberá sair da saia justa. Zuleide pergunta a Karina sobre seu encontro com Tito. A modista diz que foi frustrante. Tito e Filomena voltam do casamento. Ele se sente incomodado com o assunto amor. Iara, Newton e Filomena planejam como irão contar a Tito sobre o salto. Marisa se levanta durante a noite e deixa Querêncio dormindo. Ela pede para que Elza chame Arminda e as três conversam a respeito da nova função da dançarina. Arminda tranqüiliza a futura primeira-dama. Virgílio propõe a Iara que acelerem o plano e ela fica em dúvida. Nicolau pede conselho a Flores para acabar com a chantagem que está sofrendo. O professor propõe eliminar a chantagista e o senador gosta da ideia. Iara lembra dos olhares ameaçadores que recebeu de Nicolau e decide imprimir as fotos. Querêncio fica preocupado com a escolha do novo secretariado da prefeitura. Iara, Newton e Mateus começam a por em prática o plano de Filomena. Newton, Iara, Mateus e Tito aguardam a nova paraquedista para decolar com o avião. A nova paraquedista entra sem falar muito para que Tito não desconfie. Ele tenta puxar assunto com ela, sem sucesso. Bruno fica preocupado com o sumiço de Querêncio e Marisa o tranqüiliza. Querêncio vai até a floresta atrás de Bill. A misteriosa paraquedista revela que é Filomena e Tito fica confuso com a situação. Mateus e Newton riem da cara de preocupação de Tito, que continua sem entender nada. Ele fica entusiasmado com Filó e diz que eles precisam comemorar. Querêncio pede conselhos a Bill e o convida para ser seu secretário. Bruno diz a Teixeira que acha um absurdo ter Querêncio como prefeito. Mateus e Newton falam sobre o entusiasmo de Tito com o salto de filó. Tito conta, encantado, a novidade a Clorís. Ela fica animada com o salto da nora. Mateus e Newton se juntam a eles, que erguem a cadeira de Filó comemorando. Querêncio, Teixeira e Bruno começam a decidir o secretariado. Ari fala com Ajuricaba sobre seu programa de TV. Virginia sugere que os dois tomem cachaça para comemorar. Joca conversa com sua mãe e recebe outra ligação misteriosa. Iara marca com Joca, sem se identificar, para que ele pegue uns documentos. Querêncio vai até a casa de Sancha e lhe faz um convite.

TERÇA 1/02
Bruno e Teixeira convidam Célia para ser secretária de turismo e ela aceita. Querêncio convida Sancha para ser sua chefe de gabinete. Ela acha que é brincadeira dele e depois pensa sobre o assunto. Joca vai até a estrada atrás do documento deixado pela pessoa misteriosa. Clorís, Filomena, Tito, Virgílio, Iara e Newton conversam a respeito do salto de Filomena. Virgílo desconfia de Iara e a ameaça. Léia vai até Flores pedir conselhos sobre seu filho e reclama com ele sobre ele andar de braços dados com Clorís. Joca chega em casa com o envelope e certifica de que não há ninguém em casa. Ele abre o envelope e vê uma foto de Nicolau com Nasinho e Virgílio e duas fotos com Nasinho, Virgílio e Ferrolho. Joca desconfia de que os quatro tenham armado a queda do avião. Flores insinua a Léia que Joca possa ter esquizofrenia. Ela fica desesperada com a possibilidade de seu filho estar doente e ele a tranqüiliza. Patrícia e Virgínia planejam o casamento dos filhos para depois da posse do prefeito. André e Sérgio conversam quando Rosa chega e começa a dar em cima de Sérgio. André incentiva a aproximação dos dois. Querêncio, Marisa, Arminda e Diana conversam a respeito do secretariado e da posse do prefeito. Bruno os interrompe dizendo que precisa falar com o futuro prefeito. Vera diz a Esculápio que está com saudades de suas antigas companheiras. Marisa liga para Vera e diz que está com saudades. Célia diz a Teixeira que tem evitado Bruno e que os dois precisam contar logo sobre o caso deles. Teixeira a aconselha a esperar a herança de Madame Durrel, o caso do resort e a situação de Arminda se resolverem. Bruno conta a Querêncio que convidou Célia para ser secretária de turismo e ele apóia a indicação. Patrícia pede a Ellen que ceda sua casa para o casamento de seu filho. Ajuricaba diz a Virgínia que ninguém irá o convencer de que André mereça sua filha e que só aceita o casamento se acontecer na casa da noiva. Bruno vê Teixeira acariciando Célia, sem ser notado. Célia diz a Teixeira para ele dizer a Bruno que estava lá o aguardando para saber sobre a indicação ao cargo na prefeitura. Bruno entra na sala e diz para os três comemorarem a indicação de Célia. Querêncio e Arminda conversam a respeito das obras do resort. Ele diz que não deixará Arminda ser afastada. Filomena conta a Tito como resolveu se tornar paraquedista. Ele fica animado e os dois ficam de frente para o outro. Um clima surge, mas Tito se afasta e vai falar com Iara. Filó fica decepcionada. Tito conta a Newton que quase deu um amasso em Filomena, mas que saiu de lá antes que pudesse fazer qualquer coisa. Newton pergunta o que o amigo está esperando para fazer isso e diz que Filó venceu o medo por ele. Tito fica confuso. Tito acaricia filó enquanto ela está dormindo. Karina vê as fotos que Zuleide tirou. Célia chega e ela esconde rápido. Nicolau vai à casa de Karina e ela mostra os desenhos para modificação da fazenda. O senador dá a ideia de mostrar para sua tia e sua mãe. Karina mostra para as duas como ficará a fazenda depois da reforma. Dália leva um balde de gelo para Nicolau colocar na bebida e ele pisca para a menina, que fica tímida. Karina reclama com o senador que ficou constrangida com a polidez de Beatriz e Larissa. A patricinha pergunta a Nicolau sobre seus planos alucinados e ele rebate que são muito lúcidos. O senador diz a ela que após a posse do prefeito irá conversar com Flores a respeito dos próximos passos do plano. Larissa conta a Beatriz que seu filho matou Érico e ela custa a acreditar. Querêncio, bêbado, conversa com o quadro de sua mãe. Bill caminha em direção à cidade.

QUARTA 2/02
Querêncio acorda assustado com a ventania e fala com Marisa, que não está ao lado dele. Depois de perceber a ausência da esposa, o futuro prefeito grita por ela. Elza chega à casa de Marisa e Querêncio contando sobre o caos que está na cidade. Querêncio acha que a natureza não está gostando da sua vitória e fica preocupado com a chuva em seu primeiro dia de mandato. Ari chega à prefeitura com dificuldade e fica feliz de encontrar Virgínia. O prefeito diz a ela que essa é a ultima vez que entrará em sua sala. Virgínia pergunta a Ari como a meteorologia não previu o vendaval e ele diz que o vento é coisa do inferno. Ari chora e pergunta quem ele será depois que acabar seu mandato. Tito diz aos hóspedes que por causa da chuva as atividades foram suspensas. Filomena convida seu marido para ir a posse de Querêncio. Mateus interrompe o casal e pergunta se Tito vai faltar à cerimônia. Ele diz que não e Filó e Mateus ficam surpresos. Bruno e Teixeira ficam preocupados com a solenidade. Querêncio os tranqüiliza, diz que vai se despedir de sua amada e que irá passar no Já Era. Bruno e Teixeira dizem ao futuro prefeito que caso não pare de ventar, a festa irá ser cancelada. Querêncio pergunta a Bruno onde estão os operários que irão armar a festa e ele responde que só estão esperando o vento passar. Bruno, Teixeira e Querêncio chegam ao bar e encontram tudo fechado. O futuro prefeito bate na porta e Alfredo abre. Todos ficam ouvindo Ventania contar o porquê de seu apelido. Ari diz a Ajuricaba o quanto está triste de passar a faixa de prefeito. O delegado manda o amigo parar de fazer drama. Sereno diz a marta que chegou mais cedo porque quer ficar perto de pessoas vips como ela. Ari fica preocupado com o atraso do futuro prefeito e diz que a ventania é um sinal de que ele não irá assumir. Beatriz conta a sua irmã que não fará nada que seu filho pedir enquanto não esclarecer as coisas. Nicolau promete a Dália que irá levá-la na cachoeira e que dará um presente a ela. Dália diz que ficará esperando. Beatriz e Larissa avisam a Nicolau que não vão à posse de Querêncio. Ele fica irritado e declara guerra às duas. O senador manda Beatriz e Larissa tomarem cuidado e elas ficam apavoradas. Joca liga para Arminda para falar a respeito das fotos que recebeu. Os dois marcam de conversar depois da posse. Nicolau convida Karina para se mudar para a fazenda antes de se casarem. Sancha fica nervosa e Léia pergunta o que irá acontecer. Ela diz que não pode falar. Todos ficam preocupados com a demora de Querêncio. Ele chega e manda Romeu ir atrás de Bill. Todos ficam tranqüilos. Romeu leva Bill para a posse. Ari faz seu discurso de despedida e passa a faixa para Querêncio. Karina diz a Zuleide que irá falar com Tito e Filomena e ela diz à amiga para não aprontar. Querêncio promete surpresas para seu mandato. Karina implica com Filó e Tito e os convida para passarem na boutique. Ela diz que eles são adultos e podem ser amigos. Bill entra na cerimônia e fica espantado. Flores fala ao telefone com o General. Querêncio diz que irá cumprir sua missão começando por Ribeirão. Todos aplaudem. Arminda recebe a ligação de Andréa, que diz que chegou uma correspondência do Doutor Seixas. Ela sai, Joca percebe e vai atrás. Querêncio nomeia Sancha como chefe de gabinete. Léia fica invocada porque Sancha não tinha contado nada a ela. Joca chega à empresa e pede para falar com Arminda. Arminda conta a Joca que saiu a decisão do juiz e que as obras do resort provavelmente serão interrompidas. Joca tenta consolá-la e ela chora. Querêncio chama Requião ao palco, dizendo ser mais um de seu secretariado. O pintor anuncia Bill como secretário do silêncio e todos ficam surpresos. Querêncio e seu secretariado seguem para a sala do prefeito. Ari, Ajuricaba e Rebelo ajustam os detalhes do programa de Jumento e brindam. Querêncio tira foto na cadeira do prefeito para coroar a posse. Sereno e André se encontram na praça e o vento começa a cessar. Sereno fica aterrorizado.

QUINTA 3/02
Querêncio se reúne com seus secretários e Lincon tira algumas fotos. A ventania na cidade diminui. Querêncio pede para Virgínia levar cada secretário para sua sala, mas pede para Bill e Sancha permanecerem com ele. Newton e Iara estranham a atitude seca de Filomena quando perguntam sobre a posse de Querêncio e comentam com Tito. Ele diz que Karina foi falar com os dois só provocar Filomena. No quarto, Filó relembra o encontro com Karina na posse e chora de raiva e tristeza. Newton e Iara dizem para Tito conversar com Filomena e quando ele está a caminho, Virgílio aparece com um problema urgente da pousada e os dois vão para o escritório. Ajuricaba e Ari ligam para Virgínia e querem saber sobre o que Querêncio está conversando. Ela diz que não trabalha para os dois e sim para o povo. Querêncio oferece uma casa na cidade para Bill, que faz que não com a cabeça. Ele pede para Sancha tomar conta de Bill. Ela ri sem entender nada e diz que está tudo bem. Quando Bill sai da sala, Virgínia leva um susto e desliga o telefone. Bill a olha sério. Teixeira exige falar com Arminda, que pediu para não ser incomodada. Arminda está aos beijos com Joca na sala quando o interfone toca. Arminda diz para o detetive sair. Teixeira conta a Arminda que a decisão final de fechar o resort foi dada e exige que ela faça alguma coisa a respeito. Flores comemora a decisão do juiz com Sereno. Arminda se recompõe e coloca Teixeira na parede dizendo que ele e Bruno queriam esse resultado para prejudicá-la. Arminda quer segurar a notícia o máximo de tempo possível. Teixeira adverte Arminda de que não se sabe até quando a diretoria será dela. Flores avisa Nicolau da decisão e os dois marcam de se encontrar no dia seguinte para comemorar. Nicolau, que bebe com Karina, Zuleide e Nasinho conta, eufórico, a novidade. Querêncio conversa com Marisa sobre o seu dia na prefeitura e eles se arrumam para a festa da posse. Célia e Bruno conferem se está tudo pronto para a festa quando chega um caminhão que traz um barril gigante de cachaça. Teixeira chega e chama Bruno e Célia para conversar reservadamente. Teixeira dá notícia aos dois e diz que falou com seu amigo na Europa. Eles esperam que Bruno seja nomeado no lugar de Arminda com a ajuda desse amigo, Thomas. Elza diz a Diana que Arminda não parece bem. A menina vai conversar com Arminda, que diz que talvez elas tenham que ir para a Europa. Diana fica aflita e pergunta sobre Joca. Arminda tenta acalmá-la. As duas se abraçam tristes com a situação. A festa continua. André e Sônia dançam. Sereno toma cachaça. Mateus, Newton e Iara esperam Tito para ir à festa. Tito vai conversar com Filomena para ver se a anima. Mateus demonstra interesse sobre o que está acontecendo com o casal e Newton o corta. Filomena confessa a Tito que ficou magoada com a atitude de Karina e os dois têm uma longa conversa sobre o acordo. Tito se declara para Filó. Karina confirma com Zuleide o plano de enviar as fotos para Filomena. Tito e Filó se beijam apaixonadamente. Rosa chama Sergio para dançar. Iara bate na porta de Filomena e Tito. Eles dizem através da porta que Iara pode ir porque eles vão ficar em casa. Tito deita Filomena na cama e a beija.

SEXTA 4/02
Iara diz a Newton e Mateus que Filó e Tito estão trancados no quarto fazendo as pazes. Mateus tenta disfarçar a amargura. Sereno vai pedir um beijo para Fátima, que o empurra. O rapaz, que já tomou umas e outras, fica exaltado e acaba falando que ninguém sabe do que ele é capaz. Elza sai com Fátima sem entender nada. Sereno segue Fátima até a casa do professor e a agarra por traz quando entra. Ele diz que quer fazer coisas com ela. Fátima ri e chama pelo professor para rir com ela. Léia fica assustada com a gritaria de Fátima e Flores desce. Sereno continua descontrolado tentado agarrar Fátima, que se desvia. Flores diz para Sereno parar com isso e dá uma bronca nele. Rosa dá em cima de Sérgio. O rapaz fica nervoso porque é virgem e tenta inventar uma desculpa para ir embora. Joca conta a Newton que Virgílio pode estar envolvido na sabotagem do avião. O instrutor pede para ver as provas. O detetive diz que ainda não pode mostrar e manda Newton ficar de olho em Virgílio. Mateus confessa a Iara que não desistiu de Filomena. Querêncio pede para que todos dancem em roda. O povo, bêbado, dança junto. Depois de relacionar com Filomena, Tito dorme. Filomena relembra da declaração de seu amado e sorri triunfante. Nicolau e Karina estão para ir embora e a modista comenta a ausência de Filomena e Tito. Filomena prepara o café da manha para Tito e conversa com Iara sobre a festa. Tito fica sem graça com o café da manhã na cama. Marisa tenta acordar Querêncio porque Arminda quer conversar com ele. Querêncio senta à mesa do café da manhã para conversar com Arminda. Ari conta a Ajuricaba sobre a decisão judicial e comemora. Arminda fala sobre o embargo e suas conseqüências a Querêncio, que fica preocupado. Flores dá uma bronca em Sereno e diz que tem um trabalho urgente para ele: postar um protesto contra o desemprego com o fechamento do resort no site do Comando Invisível. Fátima chega de ressaca na sala de Flores e também leva uma bronca do professor. Iara liga para Joca, combina o local de pagamento e reforça o pedido de sigilo com as fotos. Beatriz diz a Larissa que vai confrontar Nicolau sobre o que ele disse. Beatriz entra sem bater na sala de Nicolau, que está ao telefone. Ela diz que quer falar sobre a morte de Érico. Lincon chega para falar com Nicolau e Larissa manda que Dália avise. Beatriz começa a falar e Dália bate à porta. Nicolau diz que depois conversa com Beatriz e chama Lincon. Joca vai falar com Arminda e aguarda ser chamado. Iara pede para falar com Virgílio. Bruno sai da sala de Arminda e é arrogante com Joca ao perguntar o que ele faz ali. Joca diz que não é de sua conta e Bruno comenta que esse tipo de situação vai acabar. Joca fala com Arminda sobre o comentário de Bruno e ela diz que ele veio fazer ameaças. Iara fala para Virgílio que está na hora de pedir a grana alta.

Comentários encerrados.

Parceiros