SEGUNDA 11/04
Depois de ser fortemente torturada, Odete revela a Fritz que tem um encontro marcado com Batistelli. Olivia enfrenta Filinto e o chama de sádico e torturador. Carlo consegue se desvencilhar dos policiais e faz Dr. Ruy como refém, mas os militares conseguem imobilizá-lo. O Delegado mata Carlo no hospital das Forças Armadas. Dr. Ruy teme que a imprensa descubra o assassinato de Carlo. João leva Stela para sua casa. Os dois começam a se beijar. Maria pede para José salvar Mário dos militares. José diz que qualquer pessoa presa por militar corre risco de vida. O clima esquenta entre Chico Duarte e Miriam, que diz que é virgem. Jandira e Batistelli levam Bartolomeu, que está ferido, para o sítio. Batistelli vai tentar tirar a bala alojada no ombro do rapaz. Dr. Ruy não sabe o que fazer com o corpo de Carlo. Delegado Aranha desconfia que Jandira e Batistelli estão escondidos na casa de Thiago Paixão. O General Lobo Guerra fala para Filinto que é perigoso as meninas, Alice e Lara, continuarem morando em sua casa. Filinto conta ao pai que o pai das garotas morreu no Hospital das Forças Armadas. Stela e João estão em casa e são surpreendidos pelo Delegado Aranha.

TERÇA 12/04
Batistelli tira a bala do ombro de Bartolomeu, que desmaia. Delegado Aranha aponta arma contra Stela e João. Fritz conta para Odete que Carlo está morto. Ela implora a Fritz por sua vida. Dr. Ruy pede para que o corpo de Carlo seja levado para o necrotério. Mário é levado para o Quartel, onde reconhece José Guerra. Beto dá a notícia a Duarte, Nina e Miriam de que Mário foi preso. Delegado Aranha interroga Stela e João. Os dois contam que pertencem ao grupo de teatro Vanguarda. Sádico, ele pressiona Stela e João sobre o paradeiro de Jandira e Batistelli. General Lobo Guerra diz para Ana que os militares vão decidir quem vai ser o futuro Presidente do Brasil: General Costa e Silva ou Castelo Branco. A mando do Delegado Aranha, policiais reviram a casa de Thiago. João e Stela estão em pânico. Os dois são levados ao DOPS. Fritz leva Odete para encontro com Batistelli. Tropa Militar segue para lavoura com a intenção de oprimir liga camponesa. Maria chega em casa e encontra tudo revirado. Alice e Lara contam a Olivia que têm um avô chamado Augusto Santos que mora nos Estados Unidos. Geraldo faz discurso para camponeses, diz que eles têm que pegar em armas e lutar pela democracia. Tenente Telmo e Filinto Guerra chegam para prender Geraldo.

QUARTA 13/04
Ao telefone, Maria diz à mãe que está preocupada com João. Um bilhete é colocado por debaixo da porta. No bilhete está escrito que homens levaram João e Stela. Geraldo enfrenta Filinto e Telmo. O General Lobo Guerra faz ameaças a Olivia. Mário e José Guerra se encontram. Mário diz a José que tem certeza de que ele é da inteligência do Exército. Os militares capturam Geraldo Cordeiro. Delegado Aranha pede a João e Stela o nome dos integrantes do grupo de teatro. Sádico, ele fala as barbaridades que vai fazer com os dois no DOPS. Geraldo é amarrado na traseira do carro da polícia e arrastado pela estrada. Mário e José Guerra começam a discutir e partem para a briga. Delegado Aranha faz tortura psicológica com Stela e João para descobrir algo sobre Batistelli. Maria vai ao teatro e diz para o grupo que Stela e João foram pegos. Batistelli não aparece no encontro que havia marcado com Odete. Fritz leva Odete para o galpão de tortura e diz que uma surpresa a espera. Delegado Aranha manda João e Stela tirarem as roupas.

QUINTA 14/04
José Guerra diz a Mário que gostou de Maria. Chico Duarte pede para Miriam pedir ao seu tio Lobo Guerra para tirar João e Stela do DOPS. Thiago e Lúcia estão desesperados com a possibilidade do filho sofrer tortura no DOPS. Dra. Marcela diz que vai ao DOPS com habeas corpus para soltar João. Miriam pede ao tio, Lobo Guerra, para soltar João Paixão e Stela Lira. Dra. Marcela chega ao DOPS para conversar com o Delegado Aranha. Decidida, ela diz que só sai do DOPS com João. A advogada acusa o delegado de estar agindo fora da lei. Odete chama Fritz de podre e sádico. Filinto Guerra pergunta a Geraldo onde estão as armas dos comunistas. O Major comete atrocidades contra Geraldo Cordeiro. Marina aconselha Thiago Paixão a se esconder. Coronel Santos diz que não aprova a tortura. No galpão de tortura, Fritz manda Odete tirar a roupa. Tenente Telmo e o Major Filinto começam a espancar Geraldo Cordeiro. José Guerra pergunta ao pai, Lobo Guerra, quem são as meninas que estão em sua casa. Mário e Maria se reencontram. Mário diz a Maria que José é militar, filho de um poderoso General.

SEXTA 15/04
Mário diz que José quer se aproximar de Maria. O General Lobo Guerra fala para José que as meninas são filhas de um amigo de Filinto. Psicopata, Filinto faz Geraldo Cordeiro caminhar sobre ácido sulfúrico. Delegado Aranha diz a Dra. Marcela que só está cumprindo ordens. O delegado recebe telefonema do General Lobo Guerra, que pede para soltar João e Stela. Jandira teme que Bartolomeu não aguente. Olivia conversa com José e fala sobre suas desconfianças sobre Lobo Guerra e Filinto. Lobo Guerra chega no momento e José o enfrenta ao fazer suposições sobre o assassinato de Cléo. Lobo Guerra diz que se souber que alguém da sua família está envolvido em práticas subversivas vai tomar providências. A mando do General Lobo Guerra, Aranha solta João e Stela. O delegado pede para um policia “ficar de olho” em João, pois ele é filho de Thiago Paixão. José diz para o pai que vai descobrir quem matou Cléo para fazer justiça. Os dois discutem sobre política e direitos humanos. José Guerra diz ao pai que torce para que ele e Filinto não estejam envolvidos no assassinato de Cléo.

Comentários encerrados.

Parceiros