TERÇA 18/10
Lili diz a Márcio que vai esperar por ele. Clô e Samir discutem e decidem se divorciar. Em reunião com Herculano e os tios, Márcio comunica que contratou uma empresa de auditoria para analisar os negócios do Grupo. O primeiro a ser analisado é Youssef, e logo é acusado de prestigiar a empresa de publicidade da qual é sócio, em seus negócio com o Grupo. Clô aconselha Felipe a tomar cuidado com Samir. Neco avisa a Samir que Beatriz suspeita dele como assassino de Valéria. Felipe e Henri desconfiam que as provas contra eles estejam em poder de Herculano. Eustáquio e Elizabeth interrogam Inácio sobre o roubo da escultura de Capriarte. Olavo conta para os investigadores que presenciou Felipe entrando no carro de Henri com a escultura roubada. Jamile e Assunção se encontram. Artur convida Alan para sair, mas já está mancomunado com Henri e Felipe. Márcio exonera Youssef do cargo de diretor e nomeia Beatriz. Samir ameaça Beatriz para que não o investigue mais. Artur, Henri e Felipe colocam sonífero na bebida de Alan. Samir leva Nina para sua casa de campo e tenta seduzi-la à força.

QUARTA 19/10
Samir, que depois de forçá-la a ficar com ele, exige que Nina colabore e ameça reabrir o inquérito contra a mãe da secretária, acusada de desviar dinheiro público. Artur, Henri e Felipe deixam Alan desmaiado e vasculham a casa de Herculano em busca dos documentos. Beatriz conta a Neco que Samir a ameaçou. Herculano chega em casa com Amanda e percebe que sua casa foi invadida. Márcio descobre que Amin superfaturava os contratos do Departamento de Compras e o exonera de cargo. Jamile e Assunção se revelam apaixonados um pelo outro. Jamile avisa a Amin que decidiu deixá-lo. Felipe diz a Clô que as provas contra ele não estão no arquivo de Herculano. Neco se declara apaixonado por Lili, e ela o despreza. Ele chora. Assunção se surpreende quando Miriam demonstra não se importar com o envolvimento dele com outra mulher. Neco propõe a Ubiraci sequestrar Consolação para ganhar dinheiro de Laura e Lili. Eustáquio e Elizabeth informam a Clô que Felipe é suspeito da morte de Salomão e do roubo da escultura de sua mansão e perguntam se ela tem relação com o filho de Cerqueira.

QUINTA 20/10
Clô fica perplexa ao saber por Eustáquio que foi Felipe quem roubou a sua escultura de Capriarte. Felipe agride Samir durante uma discussão. Márcio informa a Samir que, segundo o relatório dos auditores, ele cometeu deslizes na direção da área financeira do Grupo. Clô acusa Felipe de traição. Neco dá as instruções aos seus comparsas para o sequestro de Consolação. Assunção decepciona Jamile ao lhe dizer que não poderá partir com ela. Jaé conta a Laura que Neco planeja sequestrar Consolação. Nina depõe contra Herculano, dizendo que ele a usou para reunir documentos contra Samir. Herculano e Márcio ficam preocupados ao ver que Samir conseguiu virar o jogo a seu favor, acusando Herculano de desviar dinheiro do Grupo. Cerqueira atende ao pedido de Felipe e dá dinheiro ao filho para sair do país. Eustáquio e Elizabeth dão voz de prisão a Felipe. Neco é surpreendido por Laura e seus seguranças ao entrar na casa da ex-mulher.

SEXTA 21/10
Felipe confessa o roubo da escultura, mas diz ser inocente na morte de Salomão. Laura e Lili levam Neco para o palco da Kosmos para um julgamento popular. Eustáquio chega e dá voz de prisão a Neco. Amin recebe Jamile de volta. Henri avisa a Clô que Felipe foi preso. Cerqueira e doutor Godoy aconselham Felipe a contar a verdade, mesmo prejudicando Samir. Rubem depõe contra Herculano. Procurada por Amanda, Doralice lher conta a história de quando Herculano armou a trapaça contra a cidade para pegar dinheiro da igreja com Neco, e ainda afirma que seu ex-marido é mau-caráter. Clô vai à delegacia falar com Felipe e o aconselha a ficar quieto. Lili vai visitar Chiquinho e ouve Tia Madga falar com Samir. Samir manda Neco matar Felipe. Márcio demite Herculano.

Comentários encerrados.

Parceiros