Amanhã é Para Sempre 21 à 25 maio 2018

Capítulo 66 – Segunda-feira, 21 de maio
O doutor Obregón leva Eduardo em um quarto que parece estar abandonado, ele não entende o porquê. O doutor ilumina com uma lanterna uma caixa cheia de pó que indica Obregón. Eduardo não entende nada. Obregón mostra uma fita cassete que tirou da caixa, Eduardo não sabe do que se trata, o doutor indica que é algo que vale os dois milhões de reais que ele deve lhe dar. Eduardo o olha intrigado. Florzinha se dá conta que Vladimir toca o ventre de Priscila e se surpreende, pois está segura que estava se despedindo do bebê. Eduardo escuta a gravação que lhe deu Obregón, impactado, pergunta desde quando tem essa gravação em seu poder e quem mais sabe dela, o doutor diz que ninguém mais, e tem aproximadamente quinze anos, insiste em fechar o negócio. Eduardo o olha com repugnância. Eduardo encontra Fernanda e entrega a gravação que conseguiu. Fernanda se desconcerta, pois não sabe do que se trata, ao ouvir a gravação fica horrorizada. Liliana, adolescente, explica ao doutor Obregón que ela escutou quando Bárbara conversava por telefone e falava que sua babá Soledade já não era problema, pois havia feito que a despedissem, ao mesmo tempo em que a voz do homem ordenava que matasse sua mãe. Lili diz que quando viu sua mãe na cama, pensou que estava dormindo, mas não era assim, estava morta, então Bárbara entrou no quarto e começou a gritar que havia matado a sua mãe, e diz que não foi ela. O doutor Obregón pergunta quem foi, Liliana se rompe em lágrimas. Fernanda interrompe a gravação e pergunta de onde Franco tirou a gravação, ele a olha com compaixão e fica calado. Eduardo assegura a Fernanda que se decide continuar escutando a gravação, sua vida irá mudar, recomenda que pense muito bem. Ela o olha muito perturbada. Fernanda assegura estar pronta para escutar a gravação, nela Liliana acusa Bárbara de ter matado sua mãe, esta fica atônita. A gravação continua, e se escuta a voz de Liliana quando era adolescente dirigindo-se a alguém de sua família que pudesse escutar. Deixa claro que a gravação aconteceu cinco dias após sua mãe morrer. Ali assegura que seu pai faz tudo o que Bárbara diz, pois foi ela quem deu a ordem de prendê-la ali, além disso seus irmãos Aníbal e Camilo também estão sob a influência dessa mulher. Descarta que Fernanda ou Santiago a ajudem, pois estão muito pequenos, assegura ter medo porque pressente que não vai sair dali em toda sua vida. A ordem é injetar-lhe todos os dias um remédio que prejudique sua saúde mental. Diz que cada vez que seu pai vai visitá-la, lhe dão remédios que fazem com sua língua fique enrolada e as palavras não saem. Argumenta ainda que no dia que fez a gravação, não teve nenhuma injeção, porque o doutor disse que queria gravar sua história e está segura que quando acabarem a gravação, será dopada de novo. Soluçando, Liliana suplica a sua família que acreditem que ela não matou sua mãe que quando fez a gravação não estava louca.

Capítulo 67 – Terça-feira, 22 de maio
Fernanda não consegue acreditar no que fizeram com sua irmã e chora desconsolada, mas está decidida em desmarcar a verdadeira assassina na frente do seu pai. Eduardo se surpreende. Numa reunião familiar, Gonzalo deixa claro que decidiu repartir seus bens em vida, todos surpreendidos cruzam seus olhares. Fernanda não deixa de olhar para Bárbara, enquanto repete em sua cabeça: “assassina, assassina!”. Eduardo garante a liberdade de Liliana e cumpre sua promessa. A pega na clínica onde esteve por mais de quinze anos e saem juntos. Enquanto se afastam do local, Eduardo afirma a Liliana que agora será livre, e terá sua própria casa, sem medicamentos nem ninguém que lhe machuque. Além disso, fará o possível para que se recupere. Ela sorri feliz. Eduardo chega com Liliana em sua nova casa, lhe pergunta se ela gosta, esta sorri, toca tudo com curiosidade e se aproxima da porta, detrás dela sai Fernanda. As irmãs se abraçam com muito carinho enquanto ele observa comovido. Fernanda está prestes a sair do quarto, quando Eduardo a alcança e lhe pede com muito amor que não se vá, ela para e não sabe como reagir. Fernanda pergunta a Franco se o motivo que ele pediu para ela ficar é a segurança de Liliana, ele responde que não, diz que quer prolongar esse momento de felicidade ao seu lado, se aproxima pouco a pouco e a beija suavemente. Depois de corresponder ao beijo, ela deixa claro que esse beijo não a ofende, a deixa lisonjeada, pois é muito reconfortante para sua alma receber uma amostra de carinho nesse momento. Fernanda sorri e vai embora, enquanto Eduardo a observa apaixonado. Bárbara diz a Gonzalo que está segura da inocência de Adriano e tem provas, este olha impactado. Artêmio se encontra com o Padre Bosco e lhe diz que vem de muito longe e quer se confessar, o padre o olha perturbado. Artêmio deixa claro ao padre que o confessará são coisas do passado, que talvez já conheça. Destaca que tudo o que dirá será sob segredo de confissão. O padre Bosco observa em silêncio.

Capítulo 68 – Quarta-feira, 23 de maio
Bárbara recebe uma ligação de Adolfina e esta lhe diz que Liliana desapareceu da clínica. Bárbara fica furiosa e pede para falar com o doutor Obregón, a enfermeira diz que ele também não está. Bárbara diz a Gonzalo que foi informada pela clínica que Liliana desapareceu, ele fica impactado com a notícia. Artêmio Bravo conversa com o Padre Bosco sobre seu plano para destruir a família Elizalde. Indica que tudo ia bem, até que chegou Franco Santoro. Artêmio não se mostra arrependido e ameaça ao Padre dizendo que sumirá com cada uma das pessoas que ele estima, caso ele rompa o segredo de confissão. O Padre Bosco, depois de escutar tal atrocidade, fica atônito. Fernanda está muito confusa, pensa como dizer à sua melhor amiga Erika, que está se apaixonando por Franco Santoro. Bárbara pensa perversidades sobre Fernanda, deseja que desfrute o amor fugaz com Franco porque ele só ficará na lembrança. Bárbara chega ao escritório do Doutor Obregón perguntando por ele, em seguida chega Fernanda. Adolfina afirma que o doutor não está, já que ele não é mais diretor da clínica. Bárbara fica desconcertada. Adolfina lhe entrega uma cart ado Doutor Obregón, Fernanda lhe diz que leia a carta, esta a lê em voz alta. Na carta o doutor recomenda a Bárbara que vá embora dali, porque o novo diretor da clínica poderia confundi-la com uma louca e interná-la. Bárbara fica furiosa e amassa a carta. Bárbara revisa a mensagem que recebeu de Adriano e se dá conta de que está marcando um encontro no Monumento de los Remedio às dez em ponto, lhe pede que vá sozinha. Eduardo pergunta ao Padre Bosco se será possível que Silvestre lhe ajude a descobrir a verdade que Artêmio Bravo esconde. O Padre diz que Silvestre foi amigo de seus pais, e conhece quase todas as pessoas da região, assegura que talvez ele possa ajudá-lo a encontrar a resposta que precisa. Bárbara pede a Fernanda que a acompanhe até o encontro com Adriano, mas não lhe diz que diz do se que se trata nem com quem se encontrará. Fernanda suspeita e lhe pergunta se se trata do seu marido, Bárbara diz que sim. Fernanda se surpreende e lhe recrimina por saber onde está Adriano e nunca ter lhe dito.

Capítulo 69 – Quinta-feira, 24 de maio
Bárbara quer saber se Fernanda a acompanhará ou não, trata de pressioná-la para que aceite dizendo que desse encontro dependerá sua futura felicidade. Fernanda não sabe o que fazer e a olha pensativa. O Padre Bosco, temendo pela ameaça de Artêmio Bravo, pede a Eduardo que não volte nunca mais para a igreja. Este ao escutar o pedido fica completamente atônito, não consegue acreditar. O Padre diz com toda dor no seu coração que essa será sua despedida e aperta firme a mão de Eduardo que não entende nada. Eduardo não entende o porquê o Padre Bosca não quer que ele volte, este sem dar explicações, lhe responde que não o visite mais e não faça perguntas. Eduardo fica triste e desconcertado. O Padre Bosco diz a Eduardo que ele não deve confiar em ninguém, pois sem saber, pode estar colocando em perigo a ele e a qualquer pessoa que queira defender. Lhe deixa claro que o inimigo está em todas as partes, disposto a tudo. Qualquer pessoa pode ser o inimigo. Eduardo fica surpreso com o que escuta. Adriano pede a Priscila que em troca de guardar seu segredo, ela deve cuidar de suas costas. Esta, sentindo-se agredida, lhe diz que seu pacto lhe soa uma ameaça. Adriano, desafiante, assegura que deve entender apenas como uma recomendação, pois deverá seguir ao pé da letra todas suas indicações para evitar que descubram que o filho que espera não é de Aníbal. Priscila, raivosa, lhe dá uma bofetada. Florzinha está escondida enquanto observa Vladimir que pede a Priscila que o deixe levá-la, esta não aceita. Nesse momento, sai Adriano do apartamento para entregar a Priscila o celular que havia esquecido ali. Florzinha fica impactada de ver de novo ao esposo de Fernanda. Bárbara leva Fernanda ao lugar onde ficou de se encontrar com Adriano. Ao chegar ali, Bárbara pede a Fernanda que desça da caminhonete e caminho até o monumento que se vê no fundo. Esta não aceita e lhe pede uma explicação. Bárbara lhe pede obediência. Fernanda se enche de coragem, desce da caminhonete e caminha até o monumento. No caminho até o monumento, Fernanda volta a olhar para Bárbara e lhe pedir uma explicação, esta desce da caminhonete e lhe pede que por favor continue seu caminho. Fernanda respira fundo e continua seu caminho. Adriano está esperando do lado oposto ao que Bárbara estacionou, nesse momento toca seu celular, é Vladimir que pergunta se Bárbara chegou. Adriano, em voz clara, lhe diz que lhe avisará quando isso acontecer. Fernanda reconhece a voz, Adriano vira e os dois se surpreende ao se verem.

Capítulo 70 – Sexta-feira, 25 de maio
Fernanda e Adriano entram num quarto de hotel. Ela, incômoda, lhe exige explicações sobre a troca de opinião tão repentina que teve sobre Bárbara. Adriano tentando esconder a verdade, diz que Bárbara lhe deu a oportunidade de limpar seu nome. Adiciona que quer fazê-lo pelo amor que ainda sente por ela. Nesse momento tenta beijá-la, mas Fernanda o empurra do peito. Gonzalo diz a Fernanda que cumprimente Adriano por ele, e que lhe diga que toda a família se reunirá nessa noite. Lhe pede que se vejam na festa de Franco Santoro. Ela fica muda. Bárbara, desde sua caminhonete, observa Aurora que vem de mãos dadas com Santiago, entre seus pensamentos assegura que esta noite saberá todos seus segredos e assim saberá quem é realmente. Gonzalo pede a Fernanda que chegue na festa de Franco com Adriano para que ali limpe seu nome. Ela não sabe o que responder. Fernanda não sabe o que fazer agora, pois não sabe como reagirá Franco quando souber que seu marido voltou. Está confusa pois descobre que Adriano agora é um desconhecido para ela. Bárbara leva Aurora a um lugar desconhecido, ali ela fala com uma senhora e lhe diz que Aurora é a pessoa da qual falou. Aurora parece aterrorizado. Bárbara diz a Rosenda que quer saber até o mais íntimo segredo de Aurora. Lhe pede que esprema ao máximo a alma desta. Rosenda e Bárbara se olham em cumplicidade. Na festa que Eduardo faz na fazenda Las Ánimas todos estão felizes. Eduardo cumprimenta os convidados e nesse momento se dá conta de que Fernanda entra de braços dados com Adriano. Os olhares se cruzam e ele fica surpreso, ela tensa pela reação de Eduardo.