A Terra Prometida 1º à 5 2019

Capítulo 175 – Segunda-feira, 1º de abril
Racal implora para Mara não o denunciar. Ele avisa que pode realizar todos os seus desejos. Adonizedeque pede para Mireu chamar Ula até o palácio. Racal diz ser um grande feiticeiro e avisa que pode se livrar dos inimigos de Mara. Josué diz que pedirá ajuda à Raabe para passar lições de fé aos gibeonitas. Racal oferece ajuda para tornar Mara uma feiticeira. Bogotai implora para Finéias continuar confiando nele. Jéssica pede para Iru ficar mais um pouco em sua tenda. Ula se recusa a acompanhar Mireu até o palácio de Adonizedeque. Mara se interessa na conversa com Mireu ao saber que poderá acabar com o casamento da filha. Ela aceita ser a discípula do cananeu, mas pede para ele provar seu poder. Aiúde recebe a visita de Ioná e Elói. Elias pede para ver Laís em breve e ela aceita. Finéias conversa com Bogotai e fala sobre os costumes hebreus. Adonizedeque fica inconformado com a recusa de Ula e pede para Abul tentar convencê-la. O oficial vai até a taberna e a entrega uma grande quantidade de ouro. Iru e Jéssica se beijam. Eles são flagrados por Elias. Adonizedeque recebe Ula no palácio e pede para ela contar mais uma de suas histórias. Jéssica diz ter correspondido o beijo de Iru e Elias permite o namoro deles. Aiúde faz reclamações da esposa para a filha e o genro. Mara e Racal seguem em busca de matéria-prima para o feitiço. Enciumada, Úrsula distrata Ula e deixa a sala do trono. Abul conversa com a princesa e diz que fará de tudo para garantir seu futuro reinado. Racal entrega uma poção para Mara e diz que ela precisa sorrir para o feitiço da beleza fazer efeito. A vilã vai para casa e Aiúde diz que ela está deslumbrante. Mostrando sinais de loucura, Adonizedeque conversa com os cadáveres de sua mãe e ex-esposa. Mireu propõe um namoro de fachada com Ula para afugentar o rei Adonizedeque. Mara acorda e percebe que precisa sorrir para notarem sua beleza. Iru avisa aos familiares sobre o namoro com Jéssica. Sama sente tontura e passa mal. Ruth a ampara. Raabe aceita ajudar no trabalho de integração dos gibeonitas. Darda examina Sama e avisa que ela está grávida. Mara fica indignada ao saber que Raabe vai liderar um grupo destinado a auxiliar os sacerdotes na educação dos estrangeiros.

Capítulo 176 – Terça-feira, 2 de abril
Mara diz duvidar que Milah esteja curada. Josué avisa que não vai tolerar preconceito no acampamento. Em conversa com Ruth, Sama diz que é melhor não contar nada sobre a gravidez para Boã. Mara provoca a família de Orias. Acsa chama a tenção da megera. Hoão e Jafiá dizem que não seria nada mal raptar Aruna. Otniel diz admirar a atitude de Acsa. Eles se beijam. Adonizedeque diz que é uma grande ideia sequestrar a esposa de Josué. Inês lamenta o preconceito de Mara. Otniel pede a mão de Acsa a Calebe. Adonizedeque conversa em particular com Abul e diz que não manterá a aliança com os outros reis. O monarca de Jerusalém então ordena que capturem a esposa de Josué. Jéssica discute com Mara e diz que não continuará a apoiando. Mostrando sinais de loucura, Adonizedeque conversa com as caveiras da Rainha e da Rainha-mãe. Mireu conversa com Lina e diz estar preocupado com a missão. Temendo se sujar, Haniel diz precisar de luvas para cuidar das ovelhas. Lina percebe o interesse de Ula em Mireu. Mara desabafa com Racal e diz estar decepcionada com Jéssica. O cananeu começa a falar de Baal e outros deuses pagãos.

Capítulo 177 – Quarta-feira, 3 de abril
Jéssica se desculpa com Salmon e Raabe. Ela se emociona ao segurar o bebê Boaz nos braços. Inês faça sobre fé com os estrangeiros presentes no acampamento. Tirda, Maquir e Gael brincam com Haniel. Racal e Bogotai dizem querer romper a aliança com Zareg. Haniel diz amar Tirda e os filhos. Léia diz não concordar com as maldades de Samara e Tobias. Abul e Mireu se aproximam do acampamento hebreu. Aruna e Elói saem juntos da tenda para buscarem leite. Mireu observa. Tobias escuta um barulho e corre para averiguar. Abul e outro soldado tentam se esconder. Mireu se aproxima e golpeia Tobias. Samara chega na cozinha coletiva e se depara com Aruna e Elói. A esposa e o criado de Josué ficam constrangidos e deixam o local. Abul e Mireu se confundem e acabam sequestrando Samara. Na manhã seguinte, Léia se assusta ao notar a ausência da filha. Zaqueu encontra Tobias desmaiado. Mireu procura Lina e diz estar triste por ter sequestrado uma mulher indefesa. Ula o admira. Na tenda de Darda, Tobias desperta com sintomas de falta de memória. No palácio, Abul entrega Samara ao rei Adonizedeque.

Capítulo 178 – Quinta-feira, 4 de abril
No palácio, Abul entrega Samara ao rei Adonizedeque. A vilã grita e se debate. Úrsula diz ter gostado da hebreia. Samara percebe que foi confundida com a esposa de Josué. Tobias diz não se lembrar de nada. Preocupada com a falta de memória do rapaz, Darda pede para chamarem Léia. Aiúde estranha ao ver Mara conversando com Racal. Samara enfrenta Adonizedeque e ele a manda para a masmorra. Aiúde pede para Mara não dar intimidade a Racal. Tobias não reconhece Léia e Quemuel. Ruth aconselha Sama a falar a verdade para Boã sobre a gravidez. Zaqueu acusa Tobias de estar fingindo. Adonizedeque diz que enviará para Josué uma peça de roupa da hebreia capturada. Darda avisa que não há o que fazer para ajudar Tobias. Raabe e Salmon recebem a visita de Jessica, Iru, Acsa e Otniel. Quemuel e Léia levam Tobias para casa. Ioná discute com Mara. Quemuel elogia Léia por ela ter salvo a vida de Yana. Ele estranha o sumiço de Samara e corre para avisar Josué. O líder hebreu descobre que Tobias foi atacado e ordena uma busca à Samara. Na masmorra do palácio, a vilã dá trabalho aos oficiais. Adonizedeque começa a desconfiar que a hebreia capturada pode não ser Aruna.

Capítulo 179 – Sexta-feira, 5 de abril
O rei pede para chamarem Mireu para fazer o reconhecimento. Léia e Quemuel tentam conversar com Tobias. Haniel surpreende os familiares ao se comportar de maneira suja e grosseira. Ruth diz para Boã que Sama tem um assunto importante para dizer. Pedael nota a tristeza de Isaque. Boã fica perplexo com a notícia dada por Sama. Pedael aconselha Isaque a conquistar Adélia. O rapaz convida a moça para dançar. Haniel diz que mentiu para a família para se vingar do banho de lama. Josué pede para Aruna tranquilizar a família de Quemuel. Isaque pede Adélia em namoro e ela diz que irá pensar. Em conversa com Calebe, Josué afirma que não atenderá às chantagens de quem raptou Samara. Aruna tenta conversar com Tobias, mas ele não a reconhece. Darda fica preocupada com o estado do rapaz. Josué conversa com Aruna e afirma que, em tempos de guerra, é um risco para ela ser sua esposa. Chaia e Zaqueu tentam descobrir o que houve na noite do ataque. Mara pede para Racal fazer um feitiço para separar Ioná e Elói. Zaqueu e Chaia deixam a tenda de Tobias. O Monstro hebreu então revela estar fingindo. Mireu não reconhece Samara e avisa que sequestraram a mulher errada. Úrsula manda os oficiais cortarem a cabeça da vilã hebreia.

A Terra Prometida 25 à 29 março 2019

Capítulo 171 – Segunda-feira, 25 de março
Darda (Ana Barrozo) vai ser chamada, diz Salmon ao levar Raabe às pressas para a tenda deles. O parto tenta ser feito pela curandeira, Chaia (Juliana Boller) e Yana. Ao sentir muita dor, Raabe grita. O acontecido no treinamento é contado a Josué e Calebe por Zaqueu. Otniel quase foi machucado por Bogotai, que foi muito agressivo, avisa o arqueiro. De olho no estrangeiro, Zaqueu deve ficar de olho, pede Josué. O bebê de Raabe e Salmon está nascendo, diz Aruna ao chegar. Diante dos reis que reconheceram Ula como rainha, ficam pasmos Mireu e Adonizedeque. Ula é a rainha de Ai, diz Lina ao não ter dúvidas. Para receber a rainha e suas histórias, o palácio deve ser preparado, pede Adonizedeque ao general. Ula tem sua mão beijada, delicadamente, pelo rei. Com ciúmes fica Mireu. Notícias do parto são esperadas por Salmon, quando Aruna e Josué chegam. Darda e Chaia tentam fazer o parto e Aruna e Yana incentivam Raabe. Raabe começa a perder os sentidos quando o bebê não nasce. À Deus, ela pede ajuda ao gritar de dor. O choro da criança faz Salmon, amparado por Josué, se emocionar. A criança é batizada por Boaz pelo guerreiro. Milah é amparada por Orias. Orebe (o nome do ator não foi divulgado) está muito mal, avisa o leproso. É preciso tirar a vida de Yana, diz Samara em conversa com Léia. Contra a mãe de Aruna, Léia proíbe que os filhos façam algo. Por horas, Haniel permanece tomando banho. Tentou matar Yana há anos atrás e sempre achou que ela tivesse morrido, diz Léia a Samara. Alívio foi sentido quando Yana voltou, pois carregou essa culpa por muito tempo, diz Léia quando Samara diz que pode terminar o serviço mal feito. Léia fica pasma quando ouve Samara dizer que pode considerar Yana morta.

Capítulo 172 – Terça-feira, 26 de março
Salmon e Raabe, orgulhosos, mostram seu filho para Aruna e Josué. Josué pega o bebê e diz que ele se tornará um homem valente e forte. Triste, Mireu diz entender porque Ula nunca lhe deu uma chance e diz que Adonizedeque se encantou por ela. Orias diz perdoar Orebe. Jéssica fica triste ao saber do nascimento do filho de Salmon e Raabe. Josué procura Zareg e questiona a atitude de Bogotai no treinamento. Com cara de apaixonado, Iru consola Jéssica. Pedael aconselha Elias a agarrar logo Laís. Mireu descobre que Zareg e os nobres foram para Gilgal. Acsa admira Otniel. Maquir pede desculpas a Rune, que fica desconfiado. Iru avisa que trará uma convidada para o jantar. Samara diz a Tobias que a morte de Yana não pode passar daquela noite. Ele concorda, mas diz que precisa de ajuda para se vingar de Zaqueu. Eles se abraçam, cúmplices. Rune e Livana falam sobre a atitude de Maquir. Elias tenta beijar Laís e recebe um tapa. Samara vê a moça chegando nervosa na cozinha coletiva e se oferece para fazer um chá. Iru leva Jéssica para jantar em sua tenda, mas fica envergonhado com os mimos de seus familiares. Samara finge tropeçar e derruba água fervente em Laís. Ela se desculpa e diz que chamará Darda para ajudar. A curandeira vai socorrer a moça e Yana fica sozinha na tenda. Acsa se diverte com o constrangimento do irmão. Mireu consegue ver Zareg, Racal e Bogotai infiltrados entre os hebreus. Jogli repara no cananeu e alerta os demais, mas Mireu consegue fugir. Sorrateiro, Tobias entra na tenda de Darda para executar Yana. Ele percebe que ela está diante de uma tina de água lavando o rosto e empurra a cabeça de Yana. Ela começa a se afogar.

Capítulo 173 – Quarta-feira, 27 de março
Adonizedeque sente-se traído. Racal diz que está interessado em Mara. Zareg alerta para o perigo de se envolver com a hebreia. Elias reclama com Pedael pelo mal conselho. Ruth anuncia que está esperando outro filho de Boã. Adonizedeque ordena que Mireu leve um recado escrito em um papiro até Josué. Antes de deixar Jerusalém, Mireu se declara para Ula. Elias se desculpa com Laís. Adonizedeque ordena que tragam Ula até o palácio. Elias convida Laís para um novo jantar. No palácio, Adonizedeque pede para Ula vestir-se como uma rainha. Jéssica conversa com Mara e diz não querer fazer mal a ninguém. A vilã reclama da falta de coragem da moça e diz que Jéssica é uma fraca. Ula aparece deslumbrante na sala do trono. O rei a admira e pede que ela conte uma de suas histórias. Racal dá em cima de Mara, mas ela pede mais respeito. Josué pede para Zareg contar detalhes de sua viagem até o acampamento. Mireu chega até Gilgal. Orias ora a Deus pedindo ajuda à Milah. Adonizedeque e os nobres vibram com as histórias contadas por Ula. O rei pede para ela voltar ao palácio sempre que for chamada. Adonizedeque vai até o quarto para falar com suas prisioneiras. Ele fala que está se interessando em Ula e finge ouvi-las. Ele esbraveja com a Rainha e a Rainha-mãe, até que aparecem os cadáveres delas vestidos, revelando que Adonizedeque é completamente louco. Milagrosamente, as manchas na pele de Milah desaparecem. Orias chora de emoção. Enquanto conversa com Zareg e Racal, Josué é surpreendido com a chegada de Salmon e Mireu em sua tenda. O oficial de Jerusalém se apresenta e diz ter um recado muito importante de Adonizedeque.

Capítulo 174 – Quinta-feira, 28 de março
Mireu avisa a Josué que está trazendo um recado do rei Adonizedeque. O oficial exige a presença de Zareg e Bogotai. Orias agradece a Deus pelo milagre. Ele e Milah se despedem dos leprosos. Adonizedeque conversa com as caveiras de sua mãe e esposa. Úrsula insiste para vê-las, mas o rei a repreende. Josué descobre que Zareg é rei de Gibeão. Ula conversa com Lina e diz não ligar para a realeza. Josué ordena a prisão dos intrusos. Quemuel parabeniza Léia por ter salvo a vida de Yana. Racal vê os comparsas detidos e foge. Josué avisa que reunirá os outros líderes hebreus. Salmon avisa que ainda falta encontrar um gibeonita. Racal vai até a tenda de Mara e pede ajuda. Aiúde chega e o ameaça. Racal é levado até Josué, que ordena a morte dos três. Jéssica diz que ajudará Elias a conquistar Laís. Zareg avisa que os hebreus juraram proteger suas vidas. Josué reconhece o juramento e diz não poder executá-los. Mireu retorna à Jerusalém e fala sobre o encontro com o líder de Israel.

Capítulo 175 – Sexta-feira, 29 de março
O oficial avisa que Josué tem uma bela esposa chamada Aruna. Adonizedeque avisa que este pode ser um ponto fraco do líder hebreu. Raabe se emociona ao saber que Milah foi curada por Deus. Josué avisa que os intrusos se tornarão servos do povo hebreu. Noemi conversa com Aruna e fala sobre a importância de estarem sempre atentas. Josué avisa que Racal servirá à família de Aiúde, Calebe receberá os serviços de Zareg e Bogotai deverá servir à Finéias. Milah se emociona ao ver o bebê Boaz. Ela e Orias se apresentam a Eleazar. Josué comunica o milagre a todos os hebreus. Josué e Aruna falam sobre o Senhor. Racal se apresenta à Mara como seu servo. Laís e Iru jantam na tenda de Elias. Mara avisa que dará muito trabalho a Racal. Jéssica e Elias agradecem a visita de Iru e Laís. Mara flagra Racal venerando algumas estatuetas de deuses cananeus.

A Terra Prometida 18 à 22 março 2019

Capítulo 166 – Segunda-feira, 18 de março
Bogotai reconhece Finéias e o olha com maldade. Racal sorri para Mara. Zareg agradece a hospitalidade dos hebreus. Bogotai tenta se aproximar de Finéias. Raabe agradece o aviso de Orias. Bogotai se enturma com os familiares de Calebe. Orias se reencontra com Milah. Salmon questiona Jéssica, que diz não ter não saber de nada sobre o leproso. Racal se apresenta para Mara. Isaque e Pedael recebem Zareg. Haniel cobra organização dos filhos. Jéssica comenta com Mara sobre a desconfiança de Salmon. Zaqueu acusa Tobias de ter sabotado suas armas. Aiúde questiona o encontro de Mara com Jéssica. Samara e Léia reclamam da presença dos forasteiros no acampamento. Jéssica agradece pela companhia de Iru. Enciumada, Léia pergunta se Quemuel se encontrará com Yana.

Capítulo 167 – Terça-feira, 19 de março
Quemuel nega o questionamento de Léia. Josué diz que Aruna não deve se cobrar tanto e se declara para ela. Léia diz que precisa falar com Tobias. Racal e Bogotai são bem tratados por Eleazar e Finéias. Enquanto passeiam pelo acampamento, Léia diz ter visto Adara e Samara pensa que a mãe está louca. Felizes, Josué e Aruna dançam. Léia para a mulher e vê que não é Adara. Lina e Mireu conversam sobre a princesa Úrsula. Adonizedeque impede que Abul o acompanhe na visita às prisioneiras. Mireu diz que vai esperar o tempo certo para conquistar Ula. Adonizedeque se consulta com a rainha e a rainha-mãe, as prisioneiras. Laís pede perdão à família de Calebe. Zareg agradece a recepção de Pedael. Elias trata Jéssica com educação. Milah pede proteção a Deus. Bogotai diz não ver a hora de executar Finéias.

Capítulo 168 – Quarta-feira, 20 de março
De Finéias, Bogotai não deve pensar em se vingar agora, diz Zareg. No palácio de Adonizedeque, Zareg é procurado pelo mensageiro de Gibeão. Na taberna de Ula (Rafaela Mandelli), os nobres foram vistos comprando roupas velhas, avisa Mireu. O que está acontecendo é preciso descobrir, avisa o rei de Jerusalém. Na tenda de Quemuel, Josué janta com Aruna. Enciumada fica Samara. Pelo ataque do leproso, Mara pode ser a culpada, diz Raabe. Com a felicidade de Aruna vai acabar, diz Samara. No rei Zareg ela não confia, diz Úrsula. Da companhia dos hebreus, Zareg, Racal e Botogai, disfarçados, fingem gostar. Mireu deve refazer o caminho de Zareg, pede Adonizedeque. Do paradeiro dos nobres diz não saber, aponta Ula. Um pesadelo faz Léia se desesperar. Para a mulher se declara Quemuel, ao ampará-la. Os conselhos de Yana são agradecidos por Aruna. Sobre Finéias, com Bogotai fala Eleazar. É preciso acabar com Yana, diz a Tobias, Samara em conversa. Hoão, rei de Hebrom, e Jafiá (Renan Horta), monarca de Laquis, são recebidos por Adonizedeque. A dizimação do povo hebreu é planejada por eles. A hospitalidade de Josué é agradecida por Zareg, ao se fingir de bom moço. Em cima de Mara, Racal dá. A aliança é comemorada por Adonizedeque, Hoão e Jafiá ao entrarem em acordo. Interesse em Laís é mostrado por Elias. Aruna deve ser esquecida, aconselha Léia a Samara. Com o Exército de Israel vai acabar, diz Adonizedeque ao conversar com Abul (Joelson Medeiros). Bogotai é chamado para treinar por Otniel quando ele o vê conversando com Acsa. Para interpelar Mara, Salmon é chamado por Raabe. A postura de Léia em relação a Quemuel é alvo de reclamação de Samara. Com os outros reis, decide ir disfarçado à taberna Adonizedeque ao ouvir falar de Ula. A atitude violenta do estrangeiro é questionada por Zaqueu. Ula é cortejada por Adonizedeque. À rainha, fazem reverência Hoão e Jafiá ao reconhecerem a moça. De Mialh, Orias cuida. O ataque do leproso é questionado a Mara por Raabe e Salmon. A cananeia é destratada pela vilã, que nega. O bebê está nascendo, diz Raabe ao começar a passar mal.

Capítulo 169 – Quinta-feira, 21 de março
Darda (Ana Barrozo) vai ser chamada, diz Salmon ao levar Raabe às pressas para a tenda deles. O parto tenta ser feito pela curandeira, Chaia (Juliana Boller) e Yana. Ao sentir muita dor, Raabe grita. O acontecido no treinamento é contado a Josué e Calebe por Zaqueu. Otniel quase foi machucado por Bogotai, que foi muito agressivo, avisa o arqueiro. De olho no estrangeiro, Zaqueu deve ficar de olho, pede Josué. O bebê de Raabe e Salmon está nascendo, diz Aruna ao chegar. Diante dos reis que reconheceram Ula como rainha, ficam pasmos Mireu e Adonizedeque. Ula é a rainha de Ai, diz Lina ao não ter dúvidas. Para receber a rainha e suas histórias, o palácio deve ser preparado, pede Adonizedeque ao general. Ula tem sua mão beijada, delicadamente, pelo rei. Com ciúmes fica Mireu. Notícias do parto são esperadas por Salmon, quando Aruna e Josué chegam. Darda e Chaia tentam fazer o parto e Aruna e Yana incentivam Raabe. Raabe começa a perder os sentidos quando o bebê não nasce. À Deus, ela pede ajuda ao gritar de dor. O choro da criança faz Salmon, amparado por Josué, se emocionar. A criança é batizada por Boaz pelo guerreiro. Milah é amparada por Orias. Orebe (o nome do ator não foi divulgado) está muito mal, avisa o leproso. É preciso tirar a vida de Yana, diz Samara em conversa com Léia. Contra a mãe de Aruna, Léia proíbe que os filhos façam algo. Por horas, Haniel permanece tomando banho. Tentou matar Yana há anos atrás e sempre achou que ela tivesse morrido, diz Léia a Samara. Alívio foi sentido quando Yana voltou, pois carregou essa culpa por muito tempo, diz Léia quando Samara diz que pode terminar o serviço mal feito. Léia fica pasma quando ouve Samara dizer que pode considerar Yana morta.

Capítulo 170 – Sexta-feira, 22 de março
Salmon e Raabe, orgulhosos, mostram seu filho para Aruna e Josué. Josué pega o bebê e diz que ele se tornará um homem valente e forte. Triste, Mireu diz entender porque Ula nunca lhe deu uma chance e diz que Adonizedeque se encantou por ela. Orias diz perdoar Orebe. Jéssica fica triste ao saber do nascimento do filho de Salmon e Raabe. Josué procura Zareg e questiona a atitude de Bogotai no treinamento. Com cara de apaixonado, Iru consola Jéssica. Pedael aconselha Elias a agarrar logo Laís. Mireu descobre que Zareg e os nobres foram para Gilgal. Acsa admira Otniel. Maquir pede desculpas a Rune, que fica desconfiado. Iru avisa que trará uma convidada para o jantar. Samara diz a Tobias que a morte de Yana não pode passar daquela noite. Ele concorda, mas diz que precisa de ajuda para se vingar de Zaqueu. Eles se abraçam, cúmplices. Rune e Livana falam sobre a atitude de Maquir. Elias tenta beijar Laís e recebe um tapa. Samara vê a moça chegando nervosa na cozinha coletiva e se oferece para fazer um chá. Iru leva Jéssica para jantar em sua tenda, mas fica envergonhado com os mimos de seus familiares. Samara finge tropeçar e derruba água fervente em Laís. Ela se desculpa e diz que chamará Darda para ajudar. A curandeira vai socorrer a moça e Yana fica sozinha na tenda. Acsa se diverte com o constrangimento do irmão. Mireu consegue ver Zareg, Racal e Bogotai infiltrados entre os hebreus. Jogli repara no cananeu e alerta os demais, mas Mireu consegue fugir. Sorrateiro, Tobias entra na tenda de Darda para executar Yana. Ele percebe que ela está diante de uma tina de água lavando o rosto e empurra a cabeça de Yana. Ela começa a se afogar.