Os Dez Mandamentos 25 à 29 junho 2018

Capítulo 45 – Segunda-feira, 25 de junho
Moisés sepulta o corpo de Joquebede sob forte comoção de todos. Corá diante de outros hebreus entrega ouro a eles em troca de apoio. Balaque explica pra Elda que se tiver um filho com Betânia, manteria o silêncio quando Moisés passar por Moabe. Adira está triste e Oren tenta consolá-la. Datã coloca o nome do filho de Ilan. Corá diz a Bina que o descontentamento do povo com Moisés só aumenta. Tales não se conforma que Yarin aceitou se casar com Quenaz. Corá vai visitar o filho de Datã. Tales discute com Abirão e o derruba com violência ao chão. Abirão levanta é dá um tapa em Tales. Simut não permite que Jerusa faça os pães porque está grávida e a leva para o quarto. Tales entra na casa de Yarin a ameaça, caso ela realmente se case com Quenaz. Miriã tenta falar com Moisés e é impedido por Zípora que alega cansaço do esposo. Miriã sai irritada e vai até Arão reclamar. Na revolta de Miriã, ela diz que Moisés não está dando conta de liderar o povo e Arão concorda. Um vento forte abre a entrada da tenda e sopra sobre os rostos de Arão e Miriã que se surpreendem. Deus se manifesta e os manda até o Tabernáculo. Deus também chama Moisés para o lugar sagrado. A coluna de nuvem se transforma em coluna de fogo, representando a ira de Deus. Na surpresa de todos Miriã está leprosa e entra em pânico.

Capítulo 46 – Terça-feira, 26 de junho
Miriã se desespera ao constatar a lepra. Moisés e Arão ficam ao lado da irmã sem saber o que fazer. Moisés clama ao Senhor pedindo misericórdia e a cura da irmã. Todos no Tabernáculo percebem que alguma coisa está acontecendo. Deus fala com Moisés e pede que Miriã seja afastada do acampamento. Corá leva Miriã para longe. Rei Balaque diz para Betânia fazer um ritual de fertilidade para engravidar. Betânia se recusa por ser contra as suas crenças. O Rei fica enfurecido e pede que ela saia da sala. Todos aguardam Betânia para o ritual de fertilidade e o Rei avisa os sacerdotes e sacerdotisas que está cancelado. A rainha Elda fica surpresa. Betânia se encontra nos corredores do castelo com Zur e os dois conversam. Zur mostra interesse por Betânia, mas ela fica na defensiva. No acampamento, Eldade dá a notícia da lepra de Miriã para Hur. Ele fica espantado e quer ir atrás de Miriã. Moisés tenta tranquiliza-lo. Talita e Dorcas vão visitar Adira e pedem para que ela continue a tecer. Adira diz que precisa consultar o general Siloé. Zípora conversa sobre a situação de Miriã e diz que se sente responsável pela cunhada já que Joquebede não está mais entre elas. Josué, Calebe e Quenaz conversam sobre Tales. Dumá vai até a tenda de Yarin e Noemi para se desculpar pelo irmão Tales. Safira ajuda Ada a amamentar o filho. Tanya se insinua a Zur que prefere ficar sozinho. Ela o acha diferente. Josué conversa com Tales e o aconselha a procurar auxílio no Senhor. Zípora conversa com Moisés e diz que se sente culpada por não ter ajudado mais Miriã. Disse que tentava agradar, mas Miriã ficava irritada com tudo que dizia. Moisés a consola. Gahiji e Simut preparam pão. Simut demonstra ansiedade com a gravidez de Jerusa. Leila, Joana e Deborah vão lavar roupas no rio. Elas avistam um grupo de homens a cavalo indo em sua direção. Todas correm. Os homens alcançam Leila, Deborah e Joana e começa uma briga. Leila é levada pelos homens. Miriã na caverna se assusta quando vê Balaão.

Capítulo 47 – Quarta-feira, 27 de junho
Balaão tenta conversar com Miriã que prefere ficar sozinha. Ele mostra que sofre do mesmo mal dela. Deborah, Ana e Joana chegam assustadas no acampamento e contam para Bezalel o que aconteceu. Elas vão até a tenda em que está Moisés e Josuel e contam o ocorrido. Moisés pede Josué junte alguns homens. Zelofeade conta para Gahiji o que aconteceu com Leila. Ele se junta aos outros e vão atrás de Leila. Josúé liderando o grupo formado por Gahiji, Bezalel, Zelofeade, Aoliabe, Calebe, Quenaz e mais um grupo de 20 hebreus saem, armados com espadas, pelo deserto. Leila é apresentada à mulher do líder. Leila diz que está grávida e pede que a solte. O grupo de raptores sai correndo pelo deserto. Betânia se aproxima de Zur na sala e os dois conversam. Zur beija Betânia de surpresa. Ela sai da sala perturbada. Oren pede que Lemuel compre o melhor tear para dar à Adira. Oren conversa com Adira e conta à ela que sua mulher e filhos morreram. Arão vai visitar Joana e saber como ela está. Os dois trocam olhares mas Josué interrompe para dar a notícia que não encontraram Leila. Gahiji volta ao acampamento e chora por não ter encontrado a sua mulher. Moisés autoriza Hur para visitar Miriã. Miriã na caverna conversa com Balaão e descobre que ela é irmã de Moisés. Siolé faz surpresa e mostra o tear para Adira que retribuiu com um sorriso. Oren fica feliz com a reação de Adira. Hur vai visitar Miriã que fica muito nervosa e envergonhada. Ela pede que Hur vá embora. Corá vai levar comida à Miriã e dá de cara com Balaão. Os dois ficam surpresos.

Capítulo 48 – Quinta-feira, 28 de junho
Balaão conta a Corá que foi expulso do palácio. Corá, que é levita especializado em cuidar de enfermos, examina e diz que Balaão não está com lepra. Hur conta a Moisés como foi a visita a Miriã. Corá e Balaão firmam acordo, um para tirar Moisés do comando dos hebreus, o outro para tirar Balaque do trono. Elda pergunta se Zur está apaixonado por Betânia. Zípora diz a Moisés que irá cuidar de perto de Miriã. Eleazar fala Inês o quanto Arão se importa com Joana. Josué, Calebe, Quenaz, Bezalel, Gahiji, Aoliabe partem armados para encontrar Leila. Arão visita Joana. Zípora encontra Jaque e conta que vai cuidar de Miriã. Rishon diz a Dorcas que Talita não tecerá para eles. Balaque diz que vai casar Zur em troca de algum arranjo político e caso ele não se mostrar leal ao reino, o entregará a Moisés. Safira discute com Bina sobre o comportamento de Corá. Zípora chega na caverna. Miriã se irrita e diz que não quer os cuidados de Zípora. Bezalel e Aoliabe chegam tristes porque não encontram Leila. Gahiji está desesperado sem notícias de Leila. Miriã se machuca e Zípora cuida dela. Betânia não quer dormir com Balaque. Miriã deixa Zípora cuidar dela, mas se assuntam com um barulho estranho.03062016c45.

Capítulo 49 – Sexta-feira, 29 de junho
No deserto, Miriã chora e perde perdão a Zípora, que a perdoa. Oren, Adira e Lemuel entram na sala onde Siloé está. Oren chama a atenção dos servos, que saem da sala, e ele conversa com Adira. Abirão e Dumá jantam com clima pesado, Libna diz que Tales ameaçou se matar e pede que Abirão vá atrás dele. Corá e Bina falam sobre a aproximação de Zípora e Miriã durante o jantar. Na tenda de Corá, Assir e Elcana falam sobre contar a Moisés o que Corá faz nas costas dele. Gahiji sonha que perde Leila e o filho e fica desesperado. Gahiji acorda gritando, Eldade, Quenaz e Calebe despertam e oferecem ajuda. Bezalel chega e abraça Gahiji. Joana e Ana entram na tenda das mulheres. Yarin, Noemi e Damarina ficam felizes por ver Joana e falam sobre o desaparecimento de Leila e a situação de Miriã e Zípora. Tales aparece angustiado no deserto envolto da manta trazida por Libna. Na tenda, Abirão está angustiado e vai em direção à porta. Gahiji e Bezalel conversam e Gahiji diz que irá atrás de Leila e seu filho, pede que Bezalel fique para cuidar de Deborah e o bebê. Moisés e Hur falam sobre Miriã e Zípora. Eliezer entra e diz que não consegue dormir, Moisés sai junto com o filho. Moisés conversa com os filhos para passar segurança sobre a situação da mãe no deserto. Zípora e Miriã conversam. Zípora está preocupada com os filhos que passam a primeira noite longe. Miriã relembra que agiu mal com o marido e o irmão. Abirão e Moisés conversam. Moisés pede que Abirão esqueça o passado e vá atrás do filho levando amor a ele. Gahiji se despede de todos para dar início à busca por Leila e o filho. Balaque pede conselhos à Rainha Elda para lidar com a Betânia. Elda sugere que Balaque mostre à esposa que ele é quem manda. Abner, Haya e Emma brincam no Jardim com Betânia ao lado. Zur chega, brinca com as crianças e começa a conversar com Betânia. Eles conversam sobre a situação dos dois e Zur diz estar com ciúmes. Balaque e Elda chegam ao jardim, interrompendo a conversa e se juntam ao desjejum. Abirão encontra Tales, os dois conversam e se abraçam emocionados. Fineas brinca com cavalinho de madeira que achou e Arão conversa com ele sobre pegar o que não é dele. Joana chega e Fineas diz que o vô tem interesse nela e eles passam a conversar. Corá chega para cuidar de Miriã e aconselha que Zípora fique longe dela, que nega e permanece com a irmã. Adira reza e Oren observa. Adira e Oren conversam e saem para passear. Safira brinca com Ilan, Eldade chega e conversa com ela. Abirão e Tales chegam à tenda. Libna abraça o filho emocionada, Abirão e Dumá se juntam no abraço. Jerusa está aflita com a situação de Miriã e Zípora. Simut, Jaque e Damarina tentam acalmá-la. Seom irritado com o atraso de Oren. Adira e Oren caminham e conversam sobre os feitos de Deus. Siloé e Lemuel arrumando a casa e Siloé sente a barriga. Lemuel tenta ajudar e busca água. Corá conversa com Moisés sobre a decisão de deixar Zípora acompanhar Miriã.

Os Dez Mandamentos 18 à 22 junho 2018

Capítulo 40 – Segunda-feira, 18 de junho
Nadabe e Abiú estão mortos e Moisés pede para que Misael e Elzafã levem os corpos. Moisés fala para Arão, Elezar e Itamar não rasgarem as vestes, nem chorar, nem mesmo guardar luto. Isto porque ainda se encontram com o óleo da unção. Quem desobedecer poderá ser levado também à morte. Balaão fica tenso quando vê algumas manchas em sua mão e nos braços. Ele tenta esconder as manchas de Elda, mas ela vê e pede que ele se afaste por estar com lepra. Moisés conta a sua mãe, Joquebede, que Nadabe e Abiú não fizerem o que Deus ordenou e morreram. Toda a família sofre. Em outra tenda, Josué conta à Ana e Joana que Abiú faleceu. Joana se sente culpada. No tabernáculo Deus conversa com Arão e pede que não consumam vinho ou bebida forte antes de entrarem na tenda da congregação. Deus diz que este será um estatuto perpétuo entre as futuras gerações para fazer distinção entre o sagrado e o profano, entre o imundo e o limpo. E para que ensine aos filhos de Israel todos os estatutos que tem falado por intermédio de Moisés. Arão aceita e agradece pela confiança que Deus depositou nele. Balaque chama Balaão em sua sala e diz que foi traído. Balaque diz que o feiticeiro contou à Betânia sobre a morte de Menahem e a prisão do pai. Elda diz ao rei que Balaão está com lepra. Balaão diz à Betânia que vai deixar o palácio. Balão ameaça Elda e Betânia. As duas ficam preocupadas. Elda e Zur comemoram a vitória sobre Balaão. O mercador Roshom leva Adira à sala do Rei Seom. Oren também está na sala e pede que a moça levante a cabeça para ver se é a mesma pessoa. Adira levanta o rosto. Os olhos de Adira se cruzam com os de Oren. Oren se espanta ao ver que é a mesma moça por quem se apaixonou. Seom fica surpreso pela beleza da moça.

Capítulo 41 – Terça-feira, 19 de junho
Oren faz inúmeras perguntas à Adira para ter certeza que é ela a mulher que procura. Oren confirma ao Rei que a encontraram. Miriã decide ver Arão mesmo contra a vontade de sua mãe e de Zípora. Ao se encontrar com Arão, chora muito. Moisés pede que todos sejam fortes e não se contagiem com a dor de Miriã. Adira é levada aos aposentos do palácio e pede ao rei que tragam seus filhos para perto dela. O rei diz que não pode fazer isto devido a guerra com o Rei Balaque. Moisés começa os preparativos da Páscoa, isto significa um ano que saíram do Egito. Dorcas lamenta a perda de Adira e diz que precisa encontrar outra escrava para ajudá-la. Oren conta para Siloé e Lemuel que encontrou Adira. Eles lamentam que Natan não esteja mais ali. Calebe pede Noemi em casamento e ela aceita. Safira é humilhada por Ada e Datã. Eldade dá conselhos à Safira que fica mais confortada. Joana se aproxima de Arão e mostra seus sentimentos pela morte dos filhos. Arão conversa com o Joana e fala de como Deus é poderoso. Moisés faz discurso na celebração da Páscoa. Todos se reúnem e comemoram. Josué avisa Moisés que a nuvem se moveu. Moisés determina que todos desmontem o acampamento. O povo hebreu parte levando a Arca da Aliança.

Capítulo 42 – Quarta-feira, 20 de junho
A Arca da Aliança é levada pela multidão no deserto. Moisés e Arão conversam sobre o murmuro do povo. Corá, Datã e Abirão reclamam da situação que estão passando, culpando Moisés. Zipora diz a Joquebede que está preocupada com Moisés. Corá junto a um grupo de Hebreus resolve orar a Deus contra as ações de Moisés sobre o povo quando uma fenda se abre no céu e todos ficam tensos. Corá pede que não tenham medo, pois Deus o ouviu. Chamas de fogo caem do céu e atingem as tendas do acampamento. Moisés é avisado e corre com Arão para ver o que está acontecendo, o pânico é geral. Corá ora novamente e pede a Deus que acabe com o fogo. No desespero, o povo pede que Moisés interceda a Deus para o que fogo cesse. Balaque faz uma surpresa a Betânia e traz os sobrinhos dela, Abner e Haya. O rei é alertado que os hebreus deixaram o Sinai. Assir e Elcana tentam convencer Corá a desistir dos questionamentos e não provocar mais a Deus. Josué busca Corá e Moisés o repreende. Zipora tenta se aproximar de Miriã, mas ela não dá muita atenção a cunhada e elas discutem sob a espreita de Joquebede que ouve tudo. Zípora vai buscar água e Joquebede chama Miriã para conversar e ela reluta ouvir a mãe. Oren se preocupa com Adira e quer ajudá-la. Ela pede para recuperar os filhos Abner e Haya e diz que faz o que for preciso para tal.

Capítulo 43 – Quinta-feira, 21 de junho
Oren nega ajuda a Adira para resgatar os filhos. Zípora comenta com as irmãs que está triste com a situação entre ela e Miriã que não se entendem. Tales e Quenaz trocam socos e pontapés por causa de Yarin. Joana aparece na porta da tenda e traz um bolo para Arão. Ele prova o bolo e conversam sobre a fé em Deus. Oren confessa a Siloé que está apaixonado por Adira. Tanya revela a Betânia que a rainha e Zur tramam contra ela. Hur e Miriã brigam e ela corre para a tenda de Joquebede, que a repreende. Hur vai até a tenda e fala duro com Miriã que fica balançada. Betânia tira satisfação com Zur. Balaque quer devolver os ossos de Jetro a Moisés, mas Elda pede que entregue ossos de um nobre qualquer. Joana fica radiante do que Arão falou dela para Inês. Zur ensina Abner a lutar com espada corretamente. Oren diz ao rei Seom que Adira insiste em rever os filhos. O povo hebreu volta a caminhar pelo deserto e reclama com Moisés que não aguentam comer maná e caminhar exaustivamente. Josué e Moisés tentam conter os ânimos enquanto Corá, Datã e Abirão incentivam a revolta cada vez mais. Moisés se afasta da multidão inconformado com a atitude dos revoltosos. Distante dali ele ergue os braços, ora e briga com Deus.

Capítulo 44 – Sexta-feira, 22 de junho
Moisés, péssimo, abaixa a cabeça e olha para o chão, desolado. Deus fala com Moisés e avisa que o povo comerá carne. Adira conversa com Oren sobre os filhos. Quenaz pede Yarin em casamento e ela diz para esperarem mais um pouco, até que Tales se conforme. Zípora está preocupada com Moisés e Joquebede tenta acalmá-la. Os egípcios continuam reclamando e Josué tenta acalmar o povo. Hur e Miriã ainda estão estremecidos. Abirão tenta aconselhar Tales, sem sucesso. Miriã pega água calada e ressentida com Hur que está em silêncio. Ao amanhecer no acampamento, codornizes invadem tudo em grande quantidade. Zur conta a Betânia que os hebreus estão se movimentando, logo chegarão a Moabe e que seria a chance dela de partir com eles. Elda está preocupada com o que ouve do Deus dos hebreus e como fará para derrotá-los depois de tudo que já foi feito anteriormente. Josué e Moisés conversam sobre a aproximação da Terra Prometida, Canaã. Jerusa conta a Simut que está grávida. Ada entra em trabalho de parto. Simut corre para avisar Datã que está confabulando com Corá. Joquebede está no rio e Safira faz o parto de Ada. Com um suspiro de cansaço, Joquebede senta-se ao lado de Miriã e Zípora, que continuam a lavar roupa no rio. Ajudada por Mirian, Joquebede recosta-se numa pedra. Miriam e Zípora se afastam. Quando elas retornam, Joquebede está morta, serena com um sorriso no rosto.

Os Dez Mandamentos 11 à 15 junho 2018

Capítulo 35 – Segunda-feira, 11 de junho
Betânia fica pasma diante de Zur e quer partir pra cima dele, mas é contida por Emma. Elda repreende Zur. Rei Balaque fica furioso com a volta de Zur ao palácio. Zur revela que tem um filho. Betania está enfurecida e Emma tenta acalmá-la. Hur trabalha na bacia de bronze enquanto Eldade, Gahiji e Simut trabalham nos moldes. Miriã e Hur trocam olhares. Rafina Noemi e Yarin vêem Hur e Miriã. Chibale desabafa sobre a falta que sente dos tempos que cozinhava no palácio. Moisés concentrado em suas tabuletas e entra Zipora, ela dá um beijo nele, mas ele a puxa para seu colo. Bezalel esculpe os querubins com Aoliabe e Arão. Nababe e Abiú chegam bêbados e Arão fica arrasado. Ana e Josué se beijam. Corá e Abirão negociam com comerciantes. Zípora pastoreia o rebanho com Jaque e Damarina. Zur caminha pelo corredor do palácio e Tanya surge por detrás de uma pilastra. Eles se beijam. Zípora fica chocada ao saber que Jaque estava grávida de Zur. Zípora conta a verdade para Aoliabe sobre o estado de saúde de Jaque. Na tenda, Arão conversa com Joquebede preocupado com a presença dos filhos embriagados no trabaho. Zur janta com Balaque, Elda e Balaão que recebe a missão de procurar por um homem chamado Natan e o matar.

Capítulo 36 – Terça-feira, 12 de junho
Durante um banquete servido pelo rei, Zur fica sabendo que Natan não foi morto por Corá. A rainha Elda revela que Oren ameaça levar Natan até Moisés para que conte tudo o que sabe o que pode desencadear uma guerra. Zur diz que acha arriscado entrar em Hesbom sem um plano bem traçado. O rei Balaque diz que precisa recuperar as terras que os amorreus roubaram e ameaça matar Natan. Betânia pergunta a Balaque se seus sobrinhos estão bem e ele responde que estão em segurança. Seom tranquiliza Natan dizendo que vai tirá-lo da prisão e que ele poderá voltar a morar na casa do general. Natan tenta escapar. Adira ajuda Natan a se esconder. No acampamento, Joquebede vai até a tenda de Arão para aconselhar seus netos. Joana avista a comitiva que veio buscar Radina. Zípora conta a Moisés que sua irmã Jaque estava grávida de Zur. Moisés fica espantado com a notícia. Zípora elogia Aoliabe por ter aceito se casar com Jaque mesmo sabendo que estava grávida. Moisés chega cortês, mas reservado, sem saber ainda as intenções dos recém-chegados. O encontro é tenso, com cada lado aguardando qual será a postura do outro. Abukar olha para Moisés, analisando-o. Acenos de cabeça de um lado e outro enquanto Radina faz as apresentações. Zur e cerca de 20 oficiais fortemente armados chegam a Hesbom.

Capítulo 37 – Quarta-feira, 13 de junho
Oficiais amorreus pedem para pararem e verificam o que tem na carroça. Por conter apenas frutas, liberam a entrada de Zur e os demais na cidade. Começa a luta com os oficiais amorreus. Entram na casa de Lemuel e Siloé a procura de Natam mas não o encontram. Natam se esconde em uma carroça com frutas. A luta continua entre os oficias midianitas e amorreus. Moisés e Josué se despedem de Abukar, que voltará para Núbia. Radina se despede das amigas Leila, Abigail, Deborah e Jaque. Aija se despede de Chibale. Seom fica sabendo que Natam fugiu. Datã está feliz com a gravidez de Ada. A luta continua entre Zur e os soldados midianitas contra o exército de Oren, que também entra na briga. Alguns meses depois, nasce o bebê de Deborah e Bezalel. Moisés, Arão, Josué e Joquebede comemoram o fim da construção do tabernáculo. Moisés diz a Josué da importância das duas tábuas com Os Dez mandamentos e o orienta que o que está escrito alí é o que se precisa para ter uma vida boa, próspera e abençoada. Todos se arrumam para ir ao tabernáculo. Moisés entra no tabernáculo com as tábuas dos Dez Mandamentos e um recipiente de ouro, onde está o óleo da unção. Moisés vê a Arca da Aliança e se emociona, umedece o dedo e unge a Arca da Aliança. Moisés derrama óleo da unção na cabeça de Arão, para santificá-lo.

Capítulo 38 – Quinta-feira, 14 de junho
Moisés divide as 12 tribos. Balaque fica furioso com Zur, que perdeu a guerra. Zur revela que Natan não está morto. Balaão comemora que seus planos estão como planejados. Rishon é chantageado pelo mercador. Seon comemora a vitória. Moisés convoca os sacerdotes e o Sumo Sacerdote de Israel para permanecer no Tabernáculo por sete dias. Balaque propõe a Betânia para que tenham um filho. Betânia pede ao Rei para que traga seus sobrinhos de volta a Quir. Elda tenta convencer Zur a seduzir Betânia. Gahiji fica eufórico com a notícia que será pai. Miriã se irrita com Hur. Joana diz que não consegue esquecer Arão. Corá reclama de Moisés. Safira está irritada com Ada. Jerusa e Damarina horrorizadas com Ada. Ada comemora o amor de Datã. Passam os sete dias. Termina o período de reclusão dos sacerdotes. Agora eles estão consagrados ao Senhor. Arão entra no Santo Lugar e acende as sete lâmpadas. Arão também faz uma oferta ao Senhor. Uma nuvem de fogo cobre o tabernáculo. Arão abençoa o povo de Israel. Fogo sai da nuvem e lança labaredas enormes no altar do holocausto, acendendo o altar. Moisés se emociona. O acampamento fica em festa. Zur tenta seduzir Betânia.

Capítulo 39 – Sexta-feira, 15 de junho
Zur tenta convencer Betânia e conta que sua filha está morta. Continua a festa, Miriã e Hur fazem as pazes. Betânia, desolada, conversa com Emma. Rishon conta a Dorcas que está sendo chantageado pelo mercador. Adira conversa com Talita e fala da saudade que tem dos filhos. Betânia discute furiosa com Balaão e diz que já sabe que ele mentiu sobre sua filha. Tales corteja Yarin. Corá sente inveja de Arão. Betânia conta a Balaque que Balaão mentiu sobre Adira e Jetro. Balaque sente o golpe da traição de Balaão. Betânia vira o jogo e manipula Balaque. Betânia pede ao rei que traga seus sobrinhos para perto. Bezalel e Deborah comemoram que o Tabernáculo está pronto. Bezalel sente falta do pai. Damarina diz a Nadabe que não podem ter um relacionamento apesar de se amarem. Abiú surpreende Joana e pergunta se ela é apaixonada por Arão. Safira triste acompanha a festa. Joana diz que mentiu para Abiú sobre o amor. Eleazar está preocupado com Nadabe e Abiú. Zur beija Tanya. Lemuel e Siloé comemoram a chegada do filho. Oren sonha com Adira. Simut treina com uma panela para simular que é seu filho. Abiú e Nadabe estão bêbados. Arão reprime os dois. Abiú e Nadabe vão ao tabernáculo acender incensos. As chamas crescem de repente e as labaredas atingem Nadabe e Abiú. Moisés, Arão e Eleazar assistem a tudo, horrorizados.